Clareamento Dental a laser no consultório

O Clareamento dentário consiste na remoção de manchas e pigmentações responsáveis pelo escurecimento das estruturas superficiais dos dentes anteriores através da aplicação de produtos, normalmente, a base de peróxido de hidrogênio.

 Como é:

Primeiramente, uma profilaxia dos dentes deve ser realizada para a remoção de pigmentações superficiais ou mesmo placa bacteriana que eventualmente possam estar aderidas à superfície do esmalte. Depois, a cor inicial do dente é avaliada através da comparação com uma escala padronizada de cores e fotografias intra bucais. Também deve-se realizar uma análise do sorriso que irá determinar quais os dentes que são visíveis no sorriso que, portanto, devem ser clareados.

Em seguida, deve-se fazer um isolamento dos tecidos moles (gengiva, bochecha, língua) para proteger essas regiões mais sensíveis do contato com o agente clareador. Para isso utilizamos afastadores bucais e uma barreira gengival fotopolimerizável.

Após estes procedimentos, o agente clareador, normalmente na forma de um gel, é aplicado sobre o esmalte dos dentes. O tempo de atuação do gel varia de 30 minutos a 1 hora por sessão.

Normalmente são realizadas de 2 a 4 sessões de clareamento com intervalos de 1 semana entre cada sessão para que se obtenha o máximo resultado do tratamento. O clareamento de consultório pode também ser associado ao clareamento caseiro para potencializar os resultados.

Recomenda-se, durante o tratamento, que o paciente evite o uso de alimentos que possuem corantes escuros, como refrigerantes a base de cola, molhos de tomate, vinho tinto e outros. Também diminuir o consumo de alimentos e bebidas cítricas.

Espera-se que o tratamento clareie os dentes em até 2 tons, porém o resultado pode variar muito dependo de fatores como a permeabilidade do esmalte, origem e profundidade da pigmentação e imperfeições na estrutura e formação do esmalte dentário.

É aconselhável um intervalo de pelo menos 6 meses entre cada período de tratamento com agentes clareadores.

Cada paciente possui uma reação diferente, alguns podem sentir sensibilidade dos dentes imediata, outros podem sentir alguns dias depois, e alguns não possuem nenhum tipo de efeito colateral.

Esse tratamento é indicado principalmente quando o escurecimento dos dentes se dá por fatores externos, ou seja, pigmentações acumuladas ao longo do tempo e de fora para dentro. Alguns dentes, são escurecidos por fatores internos originados por defeitos na formação da dentina ou esmalte dos dentes, nestes casos o clareamento convencional não surtirá efeito.

Dentes que apresentem coroas ou incrustrações não podem ser clareados e dentes que apresentam restaurações podem apresentar diferenças de cor entre o dente e a restauração após o clareamento o que fará com que essas restaurações devam ser substituídas.

Vantagens e desvantagens: a maior vantagem do tratamento é a estética e o curto período de tempo do tratamento.

A sensibilidade pode ser considerada uma desvantagem do tratamento, porém ela pode ser facilmente controlada e não chega a ser um fator que contra indica o procedimento.

Dr. Daniel Hiramatsu
(Cirurgião Dentista) Protesista do Branemark Osseointegration Center
Telefones: Unidade Santos: (13) 3235-1642
Unidade São Paulo: (11) 3059-9999

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Prestes a terminar, exposição “Caravaggio” fica aberta até mais tarde no Masp

O Masp (centro de São Paulo) estendeu o horário de visitação da exposição “Caravaggio e Seus Seguidores” até as 21h entre quinta-feira (27) e sábado (29). A disputada mostra fica em cartaz até domingo (30), às 18h.

Dividida em três blocos, a exposição reúne sete obras-primas do gênio barroco Caravaggio (1571-1610), caracterizadas pelo jogo de luz, oposição entre claro e escuro, temática do cotidiano italiano de sua época, naturalismo das figuras e cenas em primeiro plano.

Com curadoria de Fábio Magalhães no Brasil e Giorgio Leone na Itália, “Caravaggio e Seus Seguidores” traz a famosa “Medusa Murtola” (identificada há pouco tempo como sendo a primeira Medusa, a “Medusa original”), “Retrato do Cardeal”, “São Jerônimo que Escreve”, “São João Batista que Alimenta o Cordeiro”, “São Francisco em Meditação” e “São Januário Degolado ou Santo Agapito”, obra atribuída ao pintor.

Integram a exposição também 15 obras de artistas diretamente influenciados por sua obra e técnica, conhecidos como “caravaggescos”, como Artemisia Gentileschi, Bartolomeo Cavarozzi, Giovanni Baglione, Hendrick van Somer, Jusepe di Ribera e SImon Vouet.

O destaque da mostra é a obra “Madalena Desmaiada”, da italiana Artemisia Gentileschi (1593-1653). Conhecida por seus trabalhos de cunho erótico, ela foi estuprada por um dos assistentes de seu pai –o pintor e amigo de Caravaggio, Orazio Gentileschi.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Fonte: UOL

Reimplante devolve dente quebrado à boca

Como saber se preciso de um tratamento? 
Assim como qualquer trauma na boca, você deve consultar seu dentista imediatamente para saber se um tratamento é necessário. O dentista examinará a área afetada e poderá fazer umaradiografia. Se a dor é causada por um dente fraturado, trincado ou lascado, você poderá tomar um analgésico simples. Se possível, guarde a parte fraturada do dente e leve-a ao seu dentista. Se um dente for totalmente arrancado da boca devido a um trauma, leve-o ao seu dentista o mais rápido possível. Talvez possa ser possível recolocar seu dente novamente na boca, um procedimento chamado reimplante.

Como um dentista trata um … 

Dente lascado – Se não sentir dor e a lasca for pequena, fica ao seu critério decidir quando e como o dente deverá ser tratado. Dependendo do tamanho da lasca, ela pode ser suavizada ou corrigida cosmeticamente. Outras opções podem ser o uso de facetas, coroas e restaurações. Peça ao seu dentista para lhe explicar sobre cada uma delas. Se uma restauração ou dente artificial for lascado, estes deverão ser substituídos.

Dente fraturado ou trincado – Dentes fraturados ou trincados devem ser restaurados assim que possível, para se evitar danos posteriores. Pode ser necessário um tratamento de canal ou fazer a extração do dente. Se a fratura atingir o esmalte e a dentina do dente, uma coroa em geral, é o melhor tratamento. Lembre-se de que as fraturas nem sempre são visíveis, mesmo por meio de radiografias. Os sintomas podem ser dor durante a mastigação e sensibilidade a alimentos e bebidas frias, em alguns casos até as bebidas quentes, bem como ao ar, e estes sintomas podem se intensificar com o tempo.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Dente arrancado da boca – O segredo para o sucesso na recolocação de um dente é reimplantá-lo no local de onde saiu o mais rápido possível. A cada minuto que passa, um número maior de células da raiz do dente morrerão. Se possível, lave o dente com água apenas, e então o recoloque no local, e corra para o dentista imediatamente. O dente deve ser segurado pela coroa, apenas, e não deve secar. O êxito do reimplante é maior durante os primeiros 30 minutos, com boas chances ainda até duas horas após o trauma. Pode ser necessário que seu dentista faça um tratamento de canal uma ou duas semanas após o dente ter se estabilizado. Dentes irremediavelmente perdidos, ou seja por uma extração realizada por um dentista ou acidentalmente arrancados, devem ser substituídos. Isto evita problemas como dificuldade de mastigação e de fala, alteração de posição entre os dentes remanescentes, disfunção da articulação temporomandibular (ATM), causados pela mastigação no lado onde há mais dentes, e um enfraquecimento do maxilar. As opções para a substituição dos dentes podem ser próteses fixas, próteses removíveis e implantes. 

Mandíbula quebrada – Se suspeitar que você ou qualquer outra pessoa esteja com a mandíbula quebrada, não a movimente. A mandíbula deve ser mantida em posição com um lenço, gravata ou toalha amarrada em volta do queixo e por cima da cabeça. Compressas frias devem ser utilizadas para reduzir o inchaço, se houver. Dirija-se imediatamente à sala de emergência de um hospital e chame seu dentista.

Artigo fornecido pela Colgate-Palmolive. Copyright 2010 Colgate-Palmolive. Todos os direitos reservados.

22 de setembro é o dia nacional do combate ao mau hálito

De hoje ao dia 25 de outubro, o assunto em pauta entre dentistas de todo Brasil é a halitose. Durante um mês, profissionais da área unirão esforços para disseminar mais informação sobre o assunto e conscientizar a população.

Para apoiar a iniciativa, os membros da Associação Brasileira de Halitose (ABHA) se colocam à disposição para dar palestras informativas e gratuitas sobre o tema. “Quem preferir, pode montar grupos e contatar a associação para esse fim”, diz Marcos Moura, presidente da ABHA.
Cerca de 40% da população brasileira é portadora de halitose crônica e 100% de halitose esporádica. Em uma pesquisa feita com 679 entrevistados, 87% relataram conhecer pessoas portadoras de mau hálito e, destes, 59% conheciam mais de sete pessoas com esse tipo de problema.
Conhece alguém com mau hálito?
A parte mais difícil de conhecer uma pessoa que sofre de halitose é abordar o problema sem criar constrangimentos. Para ajudar nessa missão, a ABHA oferece o serviço SOS Mau Hálito, que avisa, por meio de e-mail ou carta, a pessoa que sofre com o problema.
O serviço existe há 12 anos e é uma forma rápida e eficiente de ajudar o portador de halitose. Isso porque muitas vezes a pessoa não sabe que tem mau hálito. O Bulbo Olfativo, órgão que fica no Sistema Nervoso Central responsável por receber as informações do olfato, fica em estado de fadiga quando o odor é constante.
Para usar o alerta, basta acessar o site da instituição (www.abha.com.br), entrar no link “SOS Mau Hálito” e cadastrar os dados de quem receberá a mensagem. A ABHA envia por mês, aproximadamente, 600 solicitações. “O destinatário, ao receber a carta ou e-mail da ABHA sobre o possível mau hálito, recebe também uma lista de profissionais indicados pela Associação, que são especialistas no assunto”, explica o Dr. Moura.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Fonte: Terra

30 Bienal de São Paulo

Desde a sua primeira edição, em 1951, a Bienal de São Paulo procura investigar a produção cultural contemporânea a partir do ponto de vista de quem está no Brasil, da nossa forma de inserção no contexto internacional. No entanto, ao contrário de outras grandes mostras, realizadas em cidades de populações locais reduzidas, a nossa exposição atua em uma das maiores metrópoles do mundo e em um país cujo acesso à arte e às possibilidades de transformação que esse encontro permite ainda é bastante restrito.

A nossa bienal, portanto, dialoga com a sociedade de uma forma diferente das demais e isso nos impõe desafios e responsabilidades únicas. Essa singularidade exige, principalmente, a criação de estruturas institucionais que sejam autossustentáveis e se aprimorem com as experiências do passado. Exige uma bienal que não parta do zero a cada dois anos, mas que, ao contrário, desenvolva base sólida para um trabalho contínuo, cuja construção institucional tenha no horizonte o aprimoramento da Fundação Bienal de São Paulo enquanto entidade de interesse coletivo comprometida com a arte e a formação do público.

Percorrido um primeiro período de recomposição e retomada de valores, procuramos aprofundar esse movimento rumo a uma preparação para o futuro. A Fundação Bienal de São Paulo conta atualmente com um novo modelo administrativo plenamente profissionalizado que permite maior autonomia financeira e gestão mais eficiente. Há dois anos temos o privilégio de promover um projeto educativo permanente, cuja atuação vem ampliando o campo da interlocução das pessoas com as obras, gerando diálogos entre os integrantes da equipe e o público.

A ideia de permanente interlocução é também o ponto de partida da 30ª Bienal – A iminência das poéticas. Procurando instaurar-se como uma plataforma de encontro para a diversidade das poéticas, a exposição pretende ser um evento capaz de produzir constelações de obras e artistas que conversam entre si. De um intenso diálogo entre curadoria e artistas convidados teremos uma bienal composta por um grande número de obras inéditas ou comissionadas especialmente para exposição.

A celebração da 30ª Bienal conta com suporte decisivo do Ministério da Cultura e da Prefeitura de São Paulo, o engajamento de patrocinadores como Itaú, Oi, AES Eletropaulo, Mercedes-Benz e Gerdau, entre outras empresas, e valiosas parcerias culturais com o SESC São Paulo e a FAAP – Fundação Armando Alvares Penteado. Essa rede de apoio é um reconhecimento não apenas do papel catalisador que a Bienal de São Paulo exerce no desenvolvimento social do país, mas, acima de tudo, fruto do entendimento coletivo sobre a importância de seu fortalecimento institucional.

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

Dica Cultural: SPCD na Temporada de Dança do Teatro Alfa

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD) apresenta, de 13 a 16 de setembro, três obras na Temporada de Dança do Teatro Alfa. O destaque do repertório fica por conta da estreia de In The Middle, Somewhat Elevated, do coreógrafo americano William Forsythe, um dos maiores nomes da dança mundial. Completando a programação também serão apresentadas as obras Bachiana nº1, de Rodrigo Pederneiras, que estreou no primeiro semestre deste ano, e Sechs Tänze, de Jirí Kylián, presente no repertório da SPCD desde 2010.

Os ingressos variam de R$ 40 a R$ 70 (inteira) e R$ 20 a R$ 35 (meia-entrada).

Data: 15/9, 21h
Ingressos: De R$70 a R$20
Descrição: In The Middle, Somewhat Elevated, de William Forsythe, estreia da SPCD, Bachiana nº1, de Rodrigo Pederneiras e Sechs Tänze, de Jirí Kylián

Data: 16/9, 18h
Ingressos: De R$70 a R$20
Descrição: In The Middle, Somewhat Elevated, de William Forsythe, estreia da SPCD, Bachiana nº1, de Rodrigo Pederneiras e Sechs Tänze, de Jirí Kylián

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

Cerca de 30% dos brasileiros têm mau hálito; veja como não entrar nesta lista

Cerca de 30% dos brasileiros, aproximadamente 50 milhões de pessoas, têm mau hálito. A informação é da Associação Brasileira de Halitose, baseada em pesquisas realizadas no Brasil.

Halitose ou mau hálito é a liberação de odores desagradáveis pela boca ou mesmo pela respiração. A halitose não é uma doença, mas pode mostrar que há algo de errado no organismo.

“Há mais de 60 causas distintas”, afirma Ivan Stabnov, médico gastroenterologista e endoscopista, do Hospital Adventista Silvestre, do Rio de Janeiro. E em mais de 90% dos casos, a origem se dá na cavidade bucal – acompanhada ou não de alterações sistêmicas como diabetes, distúrbios renais e prisão de ventre, por exemplo.

Alguns alimentos, aliados a ações saudáveis, podem ajudar a combater a halitose.  Os principais, que diminuem e evitam a halitose, são os que ajudam o sistema digestivo e que têm poder adstringente.

Por outro lado, os alimentos também podem ser os vilões da chamada halitose transitória, aquela que se manifesta de repente e desaparece pouco tempo depois, como cebola e alho. Outros exemplos no álbum a seguir:

Clique nas imagens para começar a exibição

Causas e como combater

A halitose crônica geralmente é causada pela doença periodontal, resultado da má higienização bucal. “A falta de higiene bucal pode acumular placas bacterianas nos dentes e amígdalas e também nas gengivas, causando sangramento, gengivite e periodontite”, afirma Aggio.

A língua também deve ter a nossa atenção na hora da limpeza bucal e deve ser sempre escovada após as refeições. “A saburra lingual, material branco ou amarelado no dorso posterior da língua, é uma massa bacteriana e pode produzir um odor ruim”, diz a dentista Rosa Yana.

“A halitose, quando não cuidada pode tornar-se um problema desagradável, que dificulta as relações pessoais tanto no trabalho quanto na vida íntima”, completa ela.

Entre outras causas da halitose, estão a TPM e a prisão de ventre. A tensão emocional causada no período pré-menstrual pode provocar diminuição da salivação e aumentar a saburra lingual, com consequente mau hálito.

“Apesar disso, a maioria das mulheres não percebe alteração no hálito no período pré-menstrual e menstrual”, diz Aggio.

E para aquelas pessoas que ficam muito tempo sem evacuar, o mau hálito também pode aparecer. “O organismo pode reagir a essa alteração no funcionamento intestinal gerando odores no hálito”, diz Stabnov.

Os portadores de diabetes também podem desenvolver mau hálito, geralmente cetônico, também relacionado a pessoas que ficam muito tempo em jejum.

Teste do mau hálito
A tecnologia também ajuda no combate a halitose. Existe atualmente um teste desenvolvido no Japão e é utilizado por muitos pesquisadores em vários países. É um dispositivo de análise de saúde oral, já existente em clínicas e laboratórios odontológicos, que mede três gases causadores o mau hálito.

“É um teste que identifica a situação da higiene oral, doença periodontal e distúrbios do sistema gastrointestinal, que ajuda o profissional a orientar o paciente”, conta Aggio. “O mau hálito tem um impacto negativo na vida das pessoas. O ideal é vencer o preconceito e buscar ajudar profissional. A halitose tem cura e deve ser tratada com muito respeito”, acrescenta.

Como alertar anonimamente a quem tem o problema

Avisar alguém que está com mau hálito é uma das situações mais constrangedoras que existe. Para ajudar nesta tarefa meio ingrata, a Associação Brasileira de Halitose (ABHA) criou o serviço “SOS Mau Hálito”, que avisa, por meio de e-mail ou carta, quem possivelmente está com o problema – sem revelar quem mandou a informação.

“Numa pesquisa feita por nós em 2008, constatamos que 99% das pessoas que tinham mau hálito, gostariam de ter sido avisadas antes”, diz Marcos Moura, presidente da associação e dentista. O serviço já funciona desde 1990. “É uma forma rápida, eficiente e sem traumas de deixar as pessoas a par desta situação”. Antigamente o serviço era automático, bastava a pessoa colocar a mensagem e enviar. Hoje em dia, passa por uma triagem.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

“Infelizmente ainda tem pessoas que usam o serviço para brincar com um amigo”, afirma Moura. Para usar o alerta, basta acessar o site da Associação e entrar no link “SOS Mau Hálito”, onde a pessoa escreve os dados de quem receberá a mensagem e se será por carta ou e-mail. ABHA envia por mês, em média, 600 pedidos do serviço. “Acreditamos que estamos beneficiando os portadores de halitose. É provado que quem tem mau hálito não sente, pois há uma fadiga olfatória e as células do nariz se acostumam ao odor”, explica Moura.

Ao receber a carta ou e-mail da ABHA sobre o possível mau hálito, o destinatário recebe também uma lista de profissionais indicados pela Associação, que são especialistas no assunto. No próprio site da ABHA, é possível obter várias informações de como combater a halitose. O dia 22 de setembro foi escolhido como o Dia Nacional do Combate à Halitose e serão promovidos vários eventos no Brasil todo para alertar e instruir o público sobre o assunto.

COMO PREVENIR O MAU HÁLITO

Realizar pequenas refeições a cada três horas: jejum prolongado pode comprometer seu hálito
Evitar alimentos que contribuam para o ressecamento bucal (muito salgados, quentes ou condimentados)
Ter uma dieta balanceada, incluindo uso de alimentos duros e fibrosos; evitar álcool e fumo em excesso
Ingerir bastante líquido, de preferência água (média de 2 litros/dia)
Realizar adequada higiene bucal (incluindo limpeza da língua), o uso de fio dental e evitando o uso de soluções para bochecho com álcool na composição
Visitar o dentista semestralmente, prevenindo assim problemas dentários e gengivais (ex: tártaro, sangramentos,etc)
Realizar exames de saúde geral (check-up) anualmente
Praticar atividades físicas
Reduzir o estresse
Fonte: Associação Brasileira de Halitose
Fonte: UOL

Por que devemos ir regularmente o Dentista?

O seu sorriso é o seu cartão de visitas. E para deixá-lo sempre bonito é necessário manter sua boca saudável.
Quando o assunto é higiene bucal, a informação correta e de qualidade são essenciais. Por isso devemos visitar regularmente o nosso denstista pelo menos 2 vezes ao ano, para que o profissional possa detectar, diagnosticar ou simplesmente para orientar a higienização adequada.
O que precisamos entender é que a boca não é apenas um orgão isolado, ela está diretamente ligada a todo o organismo, podendo prevenir doenças graves que são geradas  ela falta de higienização e cuidado com a saúde bucal.


Alguns motivos pela qual devemos ir de 6 em 6 meses ao dentista:

  •  Para manter a saúde do corpo: Uma má mastigação ou mesmo uma mordida errada podem ocasionar desde dores de cabeça até problemas cardíacos.
  •  Reconquistar a auto-estima: Gostando mais de sua aparência, você terá mais segurança para enfrentar a vida.
  •  Prevenção: Prevenir cáries, doenças periodontais e mau hálito evitam problemas futuros no cuidado com os dentes e gastos em longos tratamentos. Um check up  periódico não deixa que os problemas se avolumem.
  • Manter os dentes limpos: Uma higienização bem feita depende da escovação dos dentes e da língua, do uso de fio dental, de anti-sépticos bucais e de escova lingual, garantindo a não-formação da placa bacteriana, de cáries e tártaro.
  • Substituir restaurações: Suas antigas restaurações (conhecidas como obturações) feitas em amálgama, aquele material na cor prata, podem ser substituídas por resinas mais atuais que são imperceptíveis e duradouras.
  • Endireitar os dentes: Dentes tortos, além de serem esteticamente feios, diminuem o rendimento mastigatório, causam dores de cabeça e ouvido, prejudicam a fonética, entre outros problemas.
- Perder o medo: Hoje, o tratamento dentário é muito mais eficaz, rápido e indolor com a tecnologia disponível nos consultórios.
  • Evitar problemas cardíacos: As bactérias do tártaro dental podem atacar o coração. A endocardite bacteriana, um tipo de problema cardiológico decorrente de processos infecciosos, pode ter origem na cavidade oral e causar a proliferação de bactérias nocivas ao organismo.
  • Não ter dor de dente: A melhor solução para a dor de dente é a prevenção. Visitas periódicas ao dentista, mesmo sem a existência de qualquer sintoma, podem detectar o problema desde cedo, garantindo o sucesso do tratamento.
  • Fugir do mau hálito: 90% das causas do mau hálito estão na boca. Escovar os dentes e a língua é essencial para manter um bom hálito e evitar uma situação desagradável.
  • Para avaliar sangramentos gengivais: gengivas sadias são garantias de dentes bons por muitos anos. E elas podem ser conquistadas com a higienização oral completa. No caso de ser conseqüência de alguma doença, o dentista irá indicar um especialista.
  • Deixar os dentes brancos: Já existem muitas técnicas para clarear as diversas manchas nos dentes. O seu dentista irá realizar o tratamento indicado para o seu caso. São técnicas que vão desde raspagens e polimento até o uso de laser.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Lembre-se,a Saúde corporal começa pela boca.

 

Feriado de 7 de Setembro terá programação cultural em Tietê, SP

Evento começa às 9h, na Avenida Beira Rio.
Apresentações de dança, canto, poesia e fanfarra estão na programação.

Desfile 7 de setembro em Campo Grande, MS (Foto: Fernando da Mata/G1 MS)

A cidade de Tietê (SP) programou diversas atrações culturais para o feriado da Independência do Brasil, comemorado nesta sexta-feira (7 de setembro).

Os eventos serão na Avenida Fernando Costa (Beira Rio), a partir das 9h.

A programação contará com apresentações artísticas de alunos das EMEBs, Projeto Dança Escola e apresentação da 3ª Idade.

A cerimônia terá início com hasteamento das bandeiras e execução do Hino Nacional. A primeira apresentação será de alunos de escolas municipais.

Em seguida, o projeto ‘Dança Escola’ fará apresentações. Outro grupo de alunos do curso de flauta executará canções para o público. Integrantes do grupo da Terceira Idade farão declamações de poesia, além da apresentação do Coral da 3ª Idade.

Outro grupo de alunos apresentarão texto interpretado sobre a data ‘7 de Setembro’. Para encerrar o evento, haverá a participação de fanfarras das escolas da cidade.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Fonte: G1