Eventos celebram Drummond em seu aniversário

Escritor Carlos Drummond de Andrade em 1984

 

Nesta quarta-feira é dia de fazer festa para o poeta Carlos Drummond de Andrade, nascido há exatos 110 anos em Itabira, Minas Gerais. E eventos estão sendo organizados País afora, por instituições variadas, para integrar a programação do Dia D.

Idealizado pelo Instituto Moreira Salles e realizado pela primeira vez em 2011, ele é inspirado no Bloomsday – quando fãs de James Joyce se reúnem no mundo todo para celebrar o autor de “Ulisses” com palestras, leituras e uma passada nos pubs irlandeses sempre presentes nas cidades. Aqui, o Dia D inspirou um outro evento – o Hora de Clarice, que prestou, no ano passado, homenagem à Clarice Lispector em 8 de dezembro, dia de seu aniversário.

A programação do Dia D é dinâmica e vem sendo atualizada no site diadrummond.ims.uol.com.br. Inclui cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, Salvador, Brasília, Itabira e até o Porto, em Portugal – lá, Sura Berditchevsky encena a peça “Cartas de Maria Julieta” para Carlos Drummond de Andrade.

Por aqui, os cariocas saíram ganhando, já que a programação no Rio é mais extensa. Quarta, às 14 h, será aberta a mostra de cinema Drummond Homenageia Greta Garbo. O primeiro filme a ser exibido será “Grande Hotel” (14 h). Depois o público poderá assistir “Dama das Camélias” (16 h) e “Ninotchka” (18 h). Às 20 h, Ferreira Gullar, Eucanaã Ferraz e Ivan Marques participam de um bate-papo mediado por Luiz Fernando Vianna. Na Academia Brasileira de Letras, às 17h30, será realizado o recital Sete Vozes de Drummond.

Destaque também para a programação da Biblioteca Parque da Rocinha. Das 14 h às 16 h, crianças das escolas da região apresentam os trabalhos que fizeram inspiradas na obra do poeta. Haverá, ainda, rodas de leitura, contação de histórias e oficinas.

Em São Paulo, às 17h30, a Biblioteca Mario de Andrade promove o Sarau Dia D, quando o público será convidado a compartilhar suas impressões acerca da poesia de Drummond. Alunos de cursos pré-vestibular terão a chance de assistir a aula da professora Ivone Dare sobre o livro “O Sentimento do Mundo”, na livraria da Companhia das Letras, no Conjunto Nacional. Serão dois horários: 16 h e 17 h. Na loja do IMS, também no Conjunto Nacional, títulos sobre o poeta publicados pelo IMS e o DVD “Consideração do Poema” terão descontos.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

A livraria Bamboletras, de Porto Alegre, também aderiu à programação dando descontos. Vale para as obras escritas por ele. Na Mineirinha, em Belo Horizonte, haverá exibição de filmes e sarau com a presença de escritores, entre os quais Carlos Herculano Lopes e Ricardo Aleixo, às 19h.

Em Brasília, palestra com os professores da UnB Alexandre Simões Pilati e Germana Henrique Pereira de Sousa na livraria Sebinho, às 19h. Lá, haverá ainda a exposição “Drummond, Testemunho da Experiência Humana”, das 8h30 às 20 h, além da interpretação do poema “Caso do Vestido”, por Adeilton Lima, às 20h30.

Na cidade natal do poeta, a festa já começou na semana passada. Quarta, a partir das 10h30, participantes do projeto Drummonzinhos recitam versos em pontos comerciais de Itabira. Na Livraria Cultura de Salvador, às 20 h, e na do Recife, às 17h, serão exibidos “Consideração do Poema” e “Uma Pedra no Meio do Caminho – Biografia de um Poema”.

Já o projeto Declame para Drummond, de um coletivo de 110 poetas, distribuirá poemas nas cidades de seus integrantes. A relação das cidades está no site marinamara.com.br. Programação completa: diadrummond.ims.uol.com.br. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Exame.com

4 lugares para andar de bicicleta em São Paulo

Confira as dicas de um ciclista experiente e curta a cidade passeando de bike

Ciclista habituado a pedalar por trilhas em todo o Brasil, o gerente de produto Daniel Calmazini é daqueles que gosta de conhecer os lugares em cima de duas rodas e faz do hábito uma técnica para espairecer.Pedimos ao aventureiro, que anda de bicicleta a qualquer hora do dia, noite e até da madrugada, para indicar seus lugares favoritos para pedalar em São Paulo.

Bom passeio!

Parque do Ibirapuera – Aberto diariamente das 5h a meia-noite
“Dá para descansar nas áreas de sombra à beira do lago e reabastecer a garrafinha de água em um dos muitos bebedouros espalhados pelo parque. Ao pedalar é preciso cautela, porque na ciclovia também andam adultos e crianças.”

Dica: uma boa ideia é pegar a trilha de terra que segue depois da ciclovia demarcada no asfalto.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Parque Villa Lobos – Aberto diariamente das 6 às 18h
“Menos arborizado que o Ibirapuera, o parque tem uma ciclovia bem sinalizada e exclusiva para quem pedala.”

Dica: o terreno do parque é plano e isso é um estímulo para quem quer começar a pedalar.

Ciclovia Marginal – Aberta diariamente das 6h às 18h15. Durante o horário de verão, das 5h30 às 19h15.
“A pista é exclusiva para andar de bike e só isso já vale o pedal.” Ela tem 21,5 km e conta com 5 acessos:

– na Av. Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo
– na estação Jurubatuba
– pela passarela da EMAE, que já existia, junto à estação Vila Olímpia
– Estação Santo Amaro
– Ponte Cidade Universitária

Dica: os ciclistas tem à disposição seis pontos de apoio (Av. Miguel Yunes, Vila Olímpia, Santo Amaro, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos/Jaguaré) com banheiro, bebedouro e atendimento.

Veja mais informações da Ciclovia Marginal

Ciclofaixa – Aberta aos domingos e feriados das 7h às 16h
“Tem boa infraestrutura, bares de lanches ao longo do trajeto e lugar para guardar a bicicleta com segurança. Os carros têm acesso proibido, já que as bikes passam por uma faixa inteira das avenidas.”

Após recente expansão, a ciclofaixa ficou com os seguintes percursos:

– Trecho sul/oeste  – interliga os Parques do Povo, do Ibirapuera, das Bicicletas, Villa-Lobos e Fututo Parque Clube do Chuvisco, totalizando 22,5km de percurso (45km ida e volta).
– Trecho norte – possui 8 km de extensão (4 km de ida e 4 km de volta), ligando a Praça Heróis da F.E.B. ao metrô Parada Inlgesa, permitindo acessar também o Parque da Juventude.
– Trecho leste – possui 14 km de extensão (7 km em cada sentido). Ela está implantada ao longo da avenida Gov. Carvalho Pinto onde está situado o Parque Linear Engº Werner Zuluaf – Tiquatira, passando também pelas Avenidas Dom Hélder Câmara e Calim Eid.
– Trecho Paulista/Centro – compreende toda a Av. Paulista, ligando a Rua da Consolação à Praça Osvaldo Cruz, com 5 km de extensão (2,5 km em cada sentido). Mais 7 km fazem a interligação com o centro histórico da cidade. O trecho Vergueiro – Liberdade liga a Praça Oswaldo Cruz à Praça João Mendes, seguindo pela Bernardino de Campos, Vergueiro, Av. Liberdade, Rua Anita Garibaldi, Boa Vista, Libero Badaró e Viaduto do chá, passando pela Pça. Dr. João Mendes (Sé), pelo Páteo do Colégio, Theatro Municipal e outros pontos simbólicos do centro.

Dica: um diferencial da Ciclofaixa é poder parar ao longo do trajeto para descansar tomando um açaí ou um suco. Além disso, dá para ir de parque em parque sem pegar trânsito de carro.

Veja mais informações da Ciclofaixa

Fonte: Abril.com

7 dicas para se manter jovem

Há muitas receitas e procedimentos para evitar os sinais da velhice. A grande maioria deles é só um amontoado de frases feitas, algumas pretensamente científicas. Envelhecer faz parte da vida e não há motivos de fato para se manter jovem. O segredo é envelhecer bem — ou seja, com qualidade de vida, sabedoria e prazer. O que, aliás, se aplica a todas as idades. Aqui, você pode verificar se, de fato, você está envelhecendo bem

Esqueça números

Principalmente aqueles que mais torturam, como idade, peso e altura. Esse problema é do seu médico. Pague seu seguro saúde pontualmente e consulte alguns médicos uma vez por ano.

Amigos

Todo mundo tem amigos chatos que te jogam para baixo. Evite os malas. Opte por aqueles com os quais você dá boas risadas.

Aprender sempre

Você não esgotou seu aprendizado. Nem na sua profissão, nem de idiomas, nem de paqueras e muito menos de xadrez. Aprender é bom. Aliás, é melhor do que ensinar.

Curta o simples

Jovens são exímios em complicar as coisas — os relacionamentos, o carreira, a viagem e até o futebol. Fuja dessas encruzilhadas: sempre há um caminho para simplificar.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Chaves

Quantas chaves você tem no seu chaveiro? Esse é um número que dá a medida de como você está enrolado na vida. Um chaveiro aceitável não tem mais de quatro chaves, incluindo a do seu carro. Mais do que isso, é stress na certa.

Humor

Esqueça todas as outras recomendações, como manter uma atividade físicas, comer de maneira equilibrada, dormir cedo e não se exaltar nos jogos de futebol. Nada disso tem valor se não houver bom humor. Aprenda a entender a piada da vida.

Fonte: Exame.com

Conquiste o sorriso perfeito e saudável com 26 dicas

A dupla escova e pasta de dentes continua infalível na conquista de um belo sorriso. Mas você pode ir muito além. WOMEN’S HEALTH selecionou 26 dicas que garantem dentes lindos e saudáveis. Vale até beijar na boca!

 

Dentes lindos

 

 

1. Abaixo o ácido Apesar de não manchar como o vinho tinto, o branco também estraga seu sorriso. “O ácido contido nele dissolve o esmalte, criando uma superfície áspera que permite maior adesão de pigmentos de bebidas e comidas”, diz Mark Wolff, da Universidade de Nova York, autor de um estudo sobre o tema. Para reduzir o estrago, evite comer amora, chocolate e outros alimentos escuros junto com vinho branco ou após bebê-lo.

2. Fique de olho na tabelinha Alterações hormonais da menstruação favorecem o surgimento de inflamações gengivais. “Elas não são suficientes para causar mau hálito, mas podem exacerbá-lo se a higienização não for correta”, afirma Caroline Calil, que defendeu essa tese em seu doutorado na Unicamp. A dica é beber mais água no período entre os cinco dias pré-menstruais e o fi m da menstruação.

3. Tome água Quando sentir a boca secar, recorra à água. Os refrigerantes e sucos contêm açúcares que ativam a proliferação de bactérias. Se quiser beber refrigerante, escolha o diet, que possui menos sacarose e exige menor atividade das bactérias da boca.

4. Beije na boca Quando você beija, as glândulas salivares que ficam embaixo da língua e nas bochechas aumentam o estímulo de salivação. A saliva — que contém água, proteínas e sais minerais — combate a formação de placa bacteriana.

5. Pingue leite no café As apaixonadas pelo expresso não precisam abandonar o hábito. Ao adicionar leite à xícara de café, você diminui a concentração das substâncias que mancham os dentes. O que viria com 100% de força, agora chega com 90, 80, 70%. Logo, quanto mais clarinho, melhor. Experimente esta proporção: um terço de leite para dois de café.

6. Encare o motorzinho Aviso às diabéticas: um estudo da Universidade do Texas, nos EUA, mostrou que a periodontite interfere no controle metabólico da doença. Que tal agendar uma limpeza no dentista?

7. Dentes mais brancos É bom lembrar que o aspecto amarelado dos dentes não é necessariamente sinônimo de má escovação. O escurecimento é consequência da alimentação, dos hábitos e do passar dos anos. Os vilões mais conhecidos que você deve evitar: cigarro, café, refrigerante, vinho e chá-preto.

8. Fala que todos escutam Tagarelar ajuda a manter a boca limpa, porque o ato da fala produz saliva, a grande higienizadora bucal. “A saliva carrega substâncias que funcionam como pequenos soldados, impedindo a proliferação de bactérias”, diz Débora Ayala, presidente do Instituto Latino-Americano de Odontologia. Ótima desculpa para correr para o telefone.

9. Não escove os dentes logo depois da refeição  Escovar os dentes logo após as refeições, por mais higiênico que pareça, não é uma boa ideia, especialmente se você tiver consumido alimentos cítricos. É que o ácido corrói o esmalte dental e, se a escova e a pasta entram logo em ação, vão ajudar a destruir ainda mais essa proteção natural. “A escovação imediata prejudica principalmente quem tem raízes expostas ou sensibilidade”, diz Giuseppe Romito, professor de periodontia da Universidade de São Paulo e presidente da Sociedade Brasileira de Periodontologia. O ideal, segundo o especialista, é esperar de 20 a 30 minutos para fazer a faxina.

10. Encontre o creme ideal Diante de tantas opções, qual pasta escolher? Temos algumas dicas. Lançada este ano no país, a Oral-B Pro-Saúde combina fluoreto estanoso — cuja função é proteger contra placa bacteriana, gengivite, cárie, sensibilidade e mau hálito — e hexametafosfato de sódio, que atua na remoção de manchas e na prevenção do tártaro. Outra opção é a Colgate Total 12. Seu ingrediente triclosan previne o surgimento de cárie, placa bacteriana, tártaro, mau hálito e problemas de gengiva. A sensação de limpeza permanece na boca por mais tempo. Já para quem tem dentes sensíveis existe a Sensodyne Pro-Esmalte, que contém nitrato de potássio e pH neutro justamente para aliviar a sensibilidade e ser menos agressiva ao esmalte.

11. Escove menos Você escova os dentes quantas vezes por dia? A tarefa pode ser executada apenas duas vezes, desde que cada escovada seja benfeita. “O ciclo bacteriano dentro da boca atinge seu pico a cada 12 horas”, afirma Romito. Mas fique esperta: a regra só vale para quem realiza a higienização completa, com escovação caprichada e fi o dental.

12. Escove a língua Às vezes não é um resto de alimento ou um distúrbio na gengiva que causam o mau hálito. Muito menos um problema no sistema digestivo. A língua é responsável por 80% dos casos, por acumular bactérias e restos de comida que não saem com a escovação dos dentes e o bochecho com água. O jeito é incluir a língua no pacote da faxina. Terminada a limpeza dos dentes, abra a boca e mostre a língua ao espelho. Observe que, do centro dela para trás, há uma camada esbranquiçada. Trata-se da placa bacteriana conhecida como saburra. Com um limpador específi co ou a escova, esfregue essa parte delicadamente até ela fi car da cor rósea da ponta da língua.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

13. Masque chiclete Se você for apaixonada por gomas de mascar, prefira as sem açúcar. Assim, as bactérias da boca não são estimuladas. De certa forma, o chiclete ajuda a higienizar a cavidade bucal, porque estimula a salivação. Só fi que atenta àqueles que prometem clarear o sorriso — o resultado é praticamente nulo.

14. Feche a boca Uma pesquisa descobriu ligações entre uma bactéria na boca e a obesidade. Ao avaliar 313 mulheres com sobrepeso ou obesidade de nível 1, pesquisadores da Unicamp e do Instituto Forsyth, nos EUA, encontraram em 98% delas alta quantidade da bactéria Selenomonas noxia, enquanto 80% das voluntárias magras não tinham o micro-organismo. Os cientistas recomendam a visita frequente ao dentista e o cuidado com a higiene bucal diária, já que a Selenomonas noxia costuma ser encontrada em pacientes com periodontite.

15. Dê preferência a cereais, vegetais e frutas Os alimentos com fibras contêm menos açúcares e precisam ser mastigados mais vezes, o que estimula a produção de saliva.

16. Clareie os dentes A forma mais rápida e prática de ficar bem na foto é se submeter a um clareamento dental. Segundo a Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, mais de 2 milhões de brasileiros já realizaram o tratamento. Há aparelhos que usam laser, leds ou luz ultravioleta para clarear o sorriso. “Mas a técnica que ainda oferece mais segurança é a caseira, em que a paciente usa uma moldeira com géis clareadores de baixa concentração”, diz José Roberto Moura, presidente da Federação Internacional de Odontologia Estética. Quem tem sensibilidade pode optar por marcas com menor concentração do alvejante peróxido de carbamida — em torno de 7,5%.

17. Tome suplementos Diversos estudos mostram que a ingestão de vitamina C auxilia na formação do colágeno, presente na gengiva. “Há indícios de que ela também atua nas mucosas, o que melhoraria a salivação”, afi rma Débora Ayala.

18. Peça um canudinho O suco de laranja não está no grupo de amigos do sorriso. “Ele tende a dissolver minerais na estrutura dos dentes, o que causaria impactos diretos na consistência do esmalte”, explica Hans Malmstrom, da Universidade de Rochester, nos EUA. Esse e outros sucos cítricos, como de abacaxi e limão, desgastam o esmalte em mais de 80%. Como você não vai — nem deve — deixar de bebê-los, uma dica para aliviar a acidez é usar um canudinho para empurrar o líquido para a garganta.

19. Tome chá-verde que ajuda a deixar seu sorriso mais saudável e bonito. Pesquisadores da Universidade de Kyushu, no Japão, mostraram que pessoas que o bebem com frequência apresentam menos doenças periodontais. A ação da catequina deve explicar o fenômeno, pois a substância tem efeito antioxidante. O lado B: pesquisas revelaram que a bebida escurece os dentes. A dica é beber com moderação.

20. Cuidado redobrado na gravidez Afinal, além de você, a gengivite gravídica afeta seu bebê. Um estudo da American Association for Dental Research aponta que grávidas com problemas periodontais têm duas vezes mais chance de dar à luz prematuramente. Para afastar o problema, faça bochechos com uma solução de fl úor sem álcool — o elemento será incorporado à dentição do nenê.

21. Use com moderação Dentes não foram feitos para rasgar embalagens, morder lápis ou segurar presilhas. “Exageros levam à danifi cação do esmalte ou ao trincamento de dentes”, afi rma Marcelo Fonseca, da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética. “Evite o problema deixando a boca trabalhar no que foi programada.”

22. Cuidado com os carboidratos Uma pesquisa da Universidade de Washington, nos EUA, põe os carboidratos fermentáveis na mesma categoria. “Frutas, doces, pães e cereais têm igual potencial de causar cáries”, diz Phillipe Johel, coautor do estudo. Restrinja os carboidratos às refeições.

23. Cuidado com alimentos duros que danificam o esmalte do dente. Não empregue uma força desnecessária para quebrar gelo ou um grão de pipoca, por exemplo.

24. Acalme os nervos Inimigo número 1 do corpo e da mente, o stress também interfere na saúde bucal. Ele colabora para o aparecimento do mau hálito porque diminui a produção de saliva. Um estudo publicado no Journal of Periodontology também relaciona o mal a doenças da gengiva — e há indícios de que os estressados diminuem a frequência de escovação.

25. Sorria! O mesmo estudo diz que a depressão interfere na saúde bucal. As variações hormonais altas da depressão ou até a preferência do doente de ingerir carboidratos e doces, em busca da compensação do prazer no paladar, facilitaria o surgimento de doenças na gengiva e de cáries. Quem diria que sorrir deixa o sorriso mais bonito?

26. Faça bochechos Minutos depois de beber refrigerante ou vinho, faça um bochecho com água. Isso vai ajudar a eliminar substâncias ácidas que escurecem seu cartão de visita. Meia hora depois, é claro, a escovação termina o serviço.

Fonte: Abril.com

A arte de Jô Soares na Pinacoteca Benedicto Calixto

Pela primeira vez em Santos, o humorista, escritor e apresentador Jô Soares mostra a sua arte multi pop digital, representada em 30 telas que já percorreram alguns museus e galerias do Brasil e do mundo. Jô Soares começou a pintar muito jovem, mas em 1993 um acidente de moto deixou seu braço direito quase sem movimento, o que acabou interrompendo temporariamente a sua trajetória nas artes plásticas. Há alguns anos, no entanto, ele descobriu a digicromia e passou a desenhar quadros em um computador, que comanda um borrifador de tinta acrílica – chamado giglê – que leva cores para a tela. A exposição acontecerá com exclusividade na Pinacoteca Benedicto Calixto.

Aberta ao público de 19 de Outubro ( sexta ) à 04 de Novembro ( domingo ).

A Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto abre das 09 às 18 horas de terça a domingo.

Fonte: Turismo Santos

A Visitação é livre e gratuita.

Dica Cultura – Casa das Rosas

A Casa das Rosas- Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura é um Centro Cultural localizado na Avenida Paulista 37, em um dos últimos casarões da avenida mais movimentada do país. A atmosfera onírica da antiga construção e seu jardim, em contraste com a moderna estrutura urbana, traduz o que a Casa das Rosas representa: um refúgio onde toda a expressão poética encontra seu espaço.

No momento em que se comemora o Ano de Portugal no Brasil, a Casa das Rosas também terá edição especial do Sarau Chama poética e oficina sobre Saramago
O destaque da semana 16 a 21 de outubro na Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, instituição da Secretaria de Estado da Cultura,o poeta e ensaísta português Ernesto de Melo e Castro participará do Ciclo de Palestras: “O que é a Poesia?”, que acontece no dia 21 de outubro, às 16h.
O destaque da semana 16 a 21 de outubro na Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, para a semana de 9 a 14 de outubro é o poeta e ensaísta português Ernesto de Melo e Castro, que participará do Ciclo de Palestras: “O que é a Poesia?”, que acontece no dia 21 de outubro, às 16h.

Um território onde a liberdade artística se materializa, por meio de saraus, recitais, lançamentos de livros, peças de teatro, exposições e qualquer outro formato que privilegie a difusão da poesia e da arte em geral.

Horário de funcionamento: de terça à sábado, das 10h às 22h | domingos e feriados, das 10h às 18h
Telefone: (11) 3285-6986 / 3288-9447
Endereço: Av. Paulista, 37 – Bela Vista – São Paulo-SP

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Medicações diminuem tensão no dentista

Diversas medicações estão disponíveis para ajudar a criar consultas odontológicas mais relaxantes e confortáveis. Alguns remédios controlam a dor, alguns ajudam a relaxar e outros induzem um sono profundo durante o tratamento dos dentes. Você e seu dentista podem discutir vários fatores para decidir quais drogas usar durante seu tratamento: o tipo de procedimento, sua saúde geral, história de alergias e o seu nível de ansiedade são levados em conta ao se determinar qual a melhor abordagem para o seu caso em particular.

Analgésicos não narcóticos são as drogas mais comumente usadas para alívio da dor dentária ou dor após tratamento dentário. Essa categoria inclui aspirina, acetaminofen e anti-inflamatórios não esteroidais como o ibuprofeno. Analgésicos narcóticos, como aqueles contendo codeína, agem no sistema nervoso central para aliviar a dor. São usados para dores mais severas.

É normal ficar com os lábios inchados após a anestesia

Anestésicos tópicos são aplicados aos tecidos bucais com uma haste flexível para evitar a dor em nível superficial. Seu dentista pode usar um anestésico tópico para amortecer a área como preparação para administrar um anestésico local injetável. Anestésicos tópicos também podem ser usados para acalmar úlceras bucais dolorosas.

Anestésicos locais injetáveis evitam a dor numa área específica da boca durante o tratamento por bloquear os nervos que transmitem a dor e amortecer os tecidos bucais. Eles causam um amortecimento temporário frequentemente chamado de “lábio inchado”. Os anestésicos injetáveis podem ser usados em procedimentos como restauração dentária, preparação de dentes para coroas ou tratamento de doença periodontal. Agentes antiansiedade podem ajudá-lo a relaxar durante as consultas odontológicas e geralmente são usados em associação com anestésicos locais. Os dentistas também podem usar esses agentes para induzir uma “sedação mínima ou moderada”, na qual o paciente atinge um estado de relaxamento durante o tratamento, mas pode responder à fala ou ao tato.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Tratamentos mais complexos podem exigir drogas que possam induzir “sedação profunda”, causando uma perda de sensação e reduzindo a consciência para aliviar a dor e a ansiedade. Ocasionalmente, os pacientes são submetidos a “anestesia geral”, na qual drogas causam uma perda temporária de consciência. Sedação profunda e anestesia geral podem ser recomendadas em certos procedimentos em crianças ou em indivíduos que tenham ansiedade severa ou dificuldade de controlar os movimentos.

Fonte: Abril.com

Água mineral e flúor

Se eu beber água mineral, estarei obtendo flúor suficiente?


Se a água mineral for sua fonte principal de água de consumo, você poderá não estar obtendo flúor em quantidade suficiente. Enquanto o flúor é adicionado na água de abastecimento público em 60% dos municípios do Brasil para reduzir a cárie dental, a maioria das águas minerais disponíveis no mercado não contém níveis ideais de flúor. Diversos fatores são importantes para saber se você está recebendo ou não flúor suficiente, entre eles:

* O nível de flúor na sua água mineral, que pode variar muito entre as diferentes marcas. Se a quantidade de flúor não aparecer no rótulo, peça informações à empresa responsável.

* A quantidade de água mineral que você bebe durante o dia. * Se você usa a água mineral para beber, cozinhar ou preparar sopas, sucos e outras bebidas.

* Se você também bebe água fluoretada na escola, trabalho ou outros lugares. Se você bebe principalmente água mineral, você deve conversar com seu dentista sobre a necessidade de tratamentos complementares com flúor -especialmente se tiver filhos. Seu dentista pode recomendar complementação de flúor se achar que seu filho não está recebendo níveis adequados de flúor.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

Fonte: UOL

Turismetrô oferece passeio temático no feriado do Dia das Crianças

Neste fim de semana (13 e 14/10) o Turismetrô levará as crianças para um passeio especial pela região central da cidade, onde elas visitarão às exposições “Heróis Urbanos”, que apresenta painéis fotográficos de super-heróis em pontos turísticos de São Paulo, e “Gepetos de Praga”, com marionetes da República Tcheca.

O Turismetrô, programa de roteiros guiados da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) que utiliza o metrô como meio de locomoção, realiza neste sábado e domingo (13 e 14 de outubro), às 14h, passeio temático em comemoração ao Dia das Crianças.

O roteiro reúne atrativos turísticos importantes da capital e atividades especiais voltadas aos pequenos. Entre os destaques, estão uma contação de histórias no Centro Cultural São Paulo e visita às exposições Heróis Urbanos, que apresenta painéis fotográficos de super-heróis em pontos turísticos de São Paulo, e Gepetos de Praga, com marionetes da República Tcheca. As crianças também vão poder conhecer uma réplica em tamanho real do Batmóvel e mais 40 miniaturas de carros famosos de filmes e desenhos animados como 007, De Volta para o Futuro, Carros e Flinstones.

Para participar, os interessados precisam adquirir dois bilhetes de metrô (R$ 6) e devem comparecer ao balcão do Turismetrô, localizado na Estação Sé, com aproximadamente 30 minutos de antecedência. São 25 vagas disponíveis para cada dia. Os grupos descem na estação relativa aos pontos turísticos a serem visitados e percorrem os trajetos com acompanhamento de guias bilíngues que contam histórias e dicas sobre cada atração. Em caso de chuva, o programa é cancelado. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2958-3714.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

O Turismetrô conta regularmente com outros cinco roteiros: Sé, Luz, Paulista, Theatro Municipal e Liberdade.

Confira o itinerário completo do passeio

Estação Sé
Estação Vergueiro
Centro Cultural de São Paulo – Biblioteca Sérgio Milliet
Centro Cultural de São Paulo – Exposição “Heróis Urbanos”
Estação Vergueiro
Estação Sé
Caixa Cultural – Exposição “Gepetos de Praga”
Casa da Imagem
Pateo do Collegio
Rua XV de Novembro
Praça Antônio Prado
Viaduto do Chá
Shopping Light

Serviço

Turismetrô Especial Dia das Crianças
Data:
 13 e 14 de outubro
Horário: às 14h
Ponto de partida: Estação Sé do Metrô
Ingressos: R$ 6 (valor equivalente a dois bilhetes de metrô). Grátis para crianças menores de 6 anos. – Retirada no guichê do Turismetrô na estação Sé.
Outras informações: www.cidadedesaopaulo.com/turismetro ou (11) 2958-3714

Fonte: Site da Prefeitura de São Paulo