OSESP se apresentará em Santos no dia 16/12

Anualmente, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo faz apresentação na praia no dia 16/12/2012, ao por do sol com música boa rolando.

Para abrir o concerto da última semana do ano da Temporada 2012, a OSESP apresenta a inédita Suíte Chico, que reúne um conjunto de canções de Chico Buarque – Toadas, Nina e Dura na Queda –, em arranjo para orquestra encomendado a Luiz Cláudio Ramos, músico e arranjador que trabalha com o compositor há mais de 30 anos.

A obra pretende revelar toda a riqueza melódica e harmônica da obra de Chico, muitas vezes escondida por traz da poesia de suas letras. Na sequência, a Orquestra e solistas convidados interpretam uma seleção de peças da ópera Porgy and Bess, obra-prima de George Gershwin, com canções clássicas como “Summertime” e “Bess, You is My Woman Now”. Este será o sexto ano consecutivo que a Osesp encerra sua temporada na Praia do Gonzaga, e o primeiro concerto, destes, com a participação da atual regente titular Marin Alsop.

Serviço
Dia 16/12/2012
Domingo, às 19h30
Praia do Gonzaga – Santos / SP

Preste atenção nos sinais que a boca dá para a saúde do organismo

A saúde bucal não pode e nem deve ser separada da saúde geral do organismo. Nossa boca é continuamente desafiada por infecções causadas por bactérias, vírus e fungos. Qualquer lesão na mucosa da boca pode ser contaminada por micro-organismos presentes na boca ou adquiridos de outras pessoas, aumentando o risco de doenças, desde uma DST até problemas circulatórios. Afta, herpes, excesso de saburra e outros problemas de saúde, que começam na boca, podem denunciar que seu corpo pede cuidados.
A boca abriga uma grande quantidade de micro-organismos que residem na superfície dos dentes, nas próteses ou na própria mucosa, formando um ecossistema chamado biofilme, que nada mais é do que a conhecida placa bacteriana. As bactérias podem causar doenças locais, como a cárie, a gengivite e a periodontite. Mas também podem desencadear problemas em outras partes do corpo. Elas podem penetrar nos tecidos e na corrente sanguínea, liberando substâncias tóxicas e estimulando uma inflamação e até uma infecção grave.

Sinais na língua

A saburra é uma placa esbranquiçada ou amarelada, composta por células descamadas, restos alimentares e bactérias, que fica no dorso da língua. A formação de saburra é mais intensa nas pessoas que estão com o fluxo salivar diminuído, o que pode acontecer em situações de estresse, ingestão de certos medicamentos e determinadas doenças. Entre as bactérias presentes na saburra lingual estão algumas espécies capazes de causar doenças como a gastrite, pneumonia, endocardite bacteriana, parada cardíaca, acidente vascular cerebral e a doença periodontal. Além disso, as bactérias presentes na saburra vão degradar proteínas, produzindo compostos sulfurados, responsáveis pelo mau hálito. Por isso, a escovação dos dentes e a limpeza diária da língua é importante para a eliminação dos micro-organismos. A higienização deve ser feita com a escova de dente, além de raspadores ou limpadores de língua com arestas ou cerdas.

Herpes labial ou bucal

Basta passar por uma situação estressante para as feridinhas, que evoluem para pequenas bolhas, aparecerem na boca. Causada por variações do vírus Herpesvirus hominis (HVH), a herpes é uma doença contagiosa, cuja transmissão ocorre geralmente na infância. O que acontece é que, após o contágio inicial, o vírus fica latente no organismo, podendo se manifestar em intervalos variáveis, principalmente na puberdade e vida adulta. Entre os fatores relacionados com as recorrências de herpes podemos citar a exposição excessiva ao sol ou a radiação ultravioleta, temperaturas baixas, febre, infecções, estresse físico ou mental, distúrbios gastrointestinais, gripes, resfriados, menstruação, gravidez e uso de corticóides. Sendo que nas pessoas com deficiências imunológicas, a doença pode causar sérias complicações, pois o organismo tem a resistência muito baixa, ficando mais vulnerável a infecções.

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

O tratamento precoce pode inibir a manifestação clínica ou diminuir o tempo de duração e tamanho das lesões, que podem afetar a boca por até sete dias. O ideal é procurar atendimento assim que aparecerem os primeiros sinais (coceira, irritação, inflamação). As principais formas de tratamento são a prescrição de medicamentos antivirais, que atuam impedindo ou diminuindo a replicação dos vírus, e a terapia com aplicação de laser de baixa potência. No caso de surtos muito frequentes, com mais de uma manifestação por mês, é possível recomendar antivirais por períodos mais prolongados de tempo. A aplicação de laser atua diminuindo a dor e biomodulando a região, isto é, aumentando a resistência das células. O procedimento pode ser realizado em qualquer fase da doença, sendo que, assim como o uso dos medicamentos, apresenta melhores resultados na primeira fase da doença, que são as 24 horas iniciais. Em alguns casos, as lesões são infectadas por bactérias, o que pode causar marcas definitivas na região, sendo necessária à prescrição de antibióticos e pomadas locais.

Cuidados essenciais

  • Não toque na ferida, evitando o contágio. O vírus pode sobreviver por horas ou dias no meio externo e pode ser transmitido para outras pessoas através do beijo, relações sexuais, objetos contaminados (como copos, garrafas e roupas)
  • Se tocar nas feridas, lavar as mãos imediatamente com água e sabão. A manipulação das lesões pode levar à contaminação de outras regiões como pele ulcerada, olhos e região genital
  • As bolhas rompidas liberam líquido altamente infectante. É preciso secar a região com gaze ou lenços descartáveis. As lesões também podem ser lavadas com água e sabão
  • Procure um especialista assim que aparecerem os primeiros sinais de herpes labial ou bucal para diagnóstico, orientação e tratamento.

Aftas

As feridas branco-amareladas com contorno avermelhado que aparecem na língua, lábios, parte interna das bochechas e garganta são lesões extremamente dolorosas e desaparecem em 1 a 2 semanas sem deixar cicatriz. Algumas pessoas apresentam aftas grandes, que demoram até 6 semanas para cicatrizarem. As aftas não são contagiosas, sendo muito comuns em pré-adolescentes, adolescentes e adultos jovens. As causas para a sua formação não são completamente conhecidas e podem estar ligadas à reação exagerada do sistema imunológico. Fatores como o estresse, alterações hormonais, alergias a alimentos, traumas físicos causado por mordidas, alimentos pontiagudos, mudanças hormonais, certos tratamentos de quimioterapia, medicações, hérnia de hiato com refluxo esofagiano e consumo de alimentos ácidos podem levar ao surgimento das feridas. Não existe nenhum tratamento definitivo para aftas, pois nenhuma substância cura a úlcera de um dia para outro. Podem ser usadas pomadas anestésicas, corticóides e anti-inflamatórios, além da aplicação de laser de baixa potência para alívio da dor e aceleração da cicatrização.

Câncer bucal

O câncer bucal pode afetar a mucosa bucal, gengivas, o céu da boca, língua, assoalho da boca, o céu da boca e os lábios. A doença manifesta-se pelo aparecimento de feridas, que não cicatrizam após alguns dias. Podem surgir lesões superficiais e indolores, que sangram ou não, e manchas esbranquiçadas nos lábios ou na mucosa bucal. Em seu estágio avançado, a doença caracteriza-se pela dificuldade no falar, mastigar e engolir e até o emagrecimento acentuado, dor e presença de caroço no pescoço. Entre os fatores de risco para a doença estão o tabagismo, o uso do álcool, exposição solar exagerada, má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal ajustadas. Além do controle dos fatores de risco, o autoexame e controle profissional realizado por um dentista são fundamentais na prevenção da doença.

 

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?

 

 

Faça o autoexame da boca

A finalidade do exame é identificar anormalidades existentes na mucosa bucal, que alertem a pessoa que o organismo não anda bem e a façam procurar um dentista ou um medico. O que procurar:

– Mudanças na aparência dos lábios e parte interna da boca

– Endurecimentos

– Caroços

– Ferida

– Sangramento

– Inchações

– Áreas dormentes

– Dentes amolecidos ou quebrados

1. Lave bem a boca e remova as próteses dentarias, se for o caso.

2. De frente para o espelho, observe a pele do rosto e do pescoço. Veja se encontra algum sinal que não tenha notado antes. Toque suavemente, com a ponta dos dedos, todo o rosto.

3. Puxe com os dedos o lábio inferior para baixo, expondo a sua parte interna (mucosa). Em seguida, apalpe todo o lábio. Puxe o lábio superior para cima e repita a palpação.

4. Com a ponta de um dedo indicador, afaste a bochecha para examinar a parte interna da mesma. Faça isso nos dois lados.

5. Com a ponta de um dedo indicador, percorra toda a gengiva superior e inferior.

6. Introduza o dedo indicador por baixo da língua e o polegar da mesma mão por baixo do queixo e procure palpar todo o soalho da boca.

7. Incline a cabeça para trás, e abrindo a boca o máximo possível examine atentamente o céu da boca. Apalpe com um dedo indicador todo o céu da boca, em seguida diga AAAA … e observe o fundo da garganta.

8. Ponha a língua para fora e observe a sua parte de cima. Repita a observação com a língua levantada até o céu da boca. Em seguida, puxando a língua para a esquerda, observe o lado direito da mesma. Repita o procedimento para o lado esquerdo, puxando a língua para a direita.

9. Estique a língua para fora, segurando-a com um pedaço de gaze ou pano, e apalpe toda a sua extensão com os dedos indicadores e polegar da outra mão.

10. Examine o pescoço. Compare os lados direito e esquerdo e veja se a diferença entre eles. Depois, apalpe o lado esquerdo do pescoço com a mão direita. Repita o procedimento para o lado direito, apalpando-o com a mão esquerda. Veja se existem caroços ou áreas endurecidas.

11. Finalmente, introduza um dos polegares por debaixo do queixo e apalpe suavemente todo o seu contorno inferior.

Fonte: minhavida.com.br

Dica Cultural: Orquestra Grupo Pão de Açúcar se apresenta no Litoral Plaza Shopping dia 8/12

No repertório não podiam faltar musicas natalinas, como Noite Feliz, Gloria, Adfee Fidelis, Noite Azul e Aleluia, além de interpretações das famosas canções de Roberto Carlos, Paralamas do Sucesso e Lulu Santos

A Orquestra  Instituto Grupo Pão de Açúcar, de Santos, se apresenta na loja do Extra Hipermercado do Litoral Plaza Shopping neste sábado, dia 8, a partir das 18 horas. A entrada é gratuita. A Orquestra reúne 40 jovens entre 10 e 21 anos e faz parte do Programa de Musica do Instituto Grupo Pão de Açúcar em Santos e tem como foco promover o desenvolvimento humano através da música.

Com a regência do maestro Daniel Misiuk, a apresentação vai mostrar como funciona o Programa de Música do Instituto Grupo Pão de Açúcar, através das músicas interpretadas pela Orquestra. No repertório do dia 08 não podiam faltar musicas natalinas, como Noite Feliz, Gloria, Adfee Fidelis, Noite Azul e Aleluia, além de interpretações das famosas canções de Roberto Carlos, Paralamas do Sucesso e Lulu Santos. Confira abaixo os horários e locais:

 

Serviço Apresentação Orquestra IGPA:

Praia Grande

Dia: 08/12/2012

Horário:   18h00

Local: Extra Hipermercado localizado no interior do Litoral Plaza Shopping

Av. Ayrton Senna da Silva, 1511

Entrada: Gratuita

 

Sobre o Programa

O  método Jaffé de Ensino Coletivo de Cordas (Método Jaffé) é realizado pelo Programa de Música do Instituto Grupo Pão de Açúcar desde 1998  com o objetivo de promover  o desenvolvimento humano através da educação. As aulas acontecem durante dois anos em que participam jovens de 10 a 18 anos. Além de teoria, prática e história da música, os alunos têm contato com um repertório rico e variado. Os jovens que se destacam  passam a participar das Orquestras Instituto Grupo Pão de Açúcar até a idade de 21 anos.

Compostas por 40 integrantes, as Orquestras se apresentam em vários eventos ao longo do ano. Mais de  300 mil pessoas já assistiram às apresentações realizadas no Brasil e também em importantes festivais internacionais , como o IX Encontro Internacional de Orquestras Juvenis e o Iguazu en Concierto . Em todos os concertos os jovens demonstram o resultado do  Programa com um repertório variado, o que aumenta o interesse de quem ouve as apresentações.

 

Fonte: Litoral Plaza Shopping/Notícias

A trajetória de Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer nasceu a 15 de dezembro de 1907 no Rio de Janeiro, no bairro de Laranjeiras, filho de Oscar de Niemeyer Soares e Delfina Ribeiro de Almeida. O avô dele Ribeiro de Almeida foi ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Aos 21 anos, Niemeyer (primeiro à esq. na foto) se casou com Annita Baldo (à dir.) e só então foi trabalhar na tipografia do pai e estudar na Escola Nacional de Belas Artes. Em 1932, iniciou a vida profissional no escritório dos arquitetos Lucio Costa (segundo à esq. na foto) e Carlos Leão. Formou-se em 1934 em arquitetura e, em 1936, foi convidado para seu primeiro grande trabalho — a elaboração do projeto do Pavilhão do Brasil na Feira Mundial de Nova York

No início da década de 1940, Niemeyer conhece Juscelino Kubitschek, uma amizade que mais tarde levaria à construção de Brasília, inaugurada em 1961. Na foto, Niemeyer observa maquete usada para a construção da capital brasileira.

Em 1945, Niemeyer entrou para o Partido Comunista. Seu trabalho ganhou projeção internacional em 1950, quando foi publicado, em Nova York, o livro “The Work of Oscar Niemeyer”, do arquiteto e historiador grego Stamo Papadaki. Na foto, o arquiteto Oscar Niemayer dá aula no curso de Arquitetura no Masp (Museu de Arte de São Paulo), em 1949

Em 1954, fez sua primeira viagem à Europa, onde conheceu França, Itália, Alemanha, República Tcheca e a União Soviética. No ano seguinte, fundou a revista “Módulo”, que circulou, em edições mensais, até 1965, quando sua publicação foi interrompida pelo governo militar — a revista foi retomada em 1975 e editada até 1987. Na foto, Niemayer visita exposição sobre sua obra, em 1963

Oscar Niemeyer conversa em Brasília, em abril de 1962. Neste ano, ele foi nomeado coordenador da Escola de Arquitetura da recém-fundada UnB (Universidade de Brasília), após convite do reitor Darcy Ribeiro. No ano seguinte, ganhou o Prêmio Lênin da Paz, concedido pela União Soviética.

Niemeyer (centro) conversa com arquitetos sobre a construção de Brasília, em São Paulo, em 1963. Em 1964, quando estava em Lisboa, recebeu a notícia do golpe que instaurou a ditadura militar. Retornou ao país no final do ano, após passagem por Israel.

Niemeyer viajou a Paris para acompanhar exposição da sua obra no Museu do Louvre. Dois anos depois, impedido de trabalhar no Brasil e depois de os militares embargarem seu projeto para o aeroporto de Brasília, mudou-se para a capital francesa. Na foto, o arquiteto posa no MAC (Museu de Arte Contemporânea) de Niterói, obra dele concluída em 1996

O então governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola (dir.), apresenta a maquete da passarela do samba ao arquiteto Oscar Niemeyer, em 1983

Em 1968, mudou-se para a Argélia para dedicar-se a vários projetos. Quatro anos depois, voltou a Paris e abriu um escritório na famosa avenida Champs-Élysées. Na foto, o economista Celso Furtado cumprimenta Niemeyer em encontro em 1987; ao lado, na mesa, o antropólogo Darcy Ribeiro.

Com desenhos, Oscar Niemeyer mostra o modo como concebe suas estruturas, em São Paulo (SP). Os 120 lugares do auditório do jornal “Folha de S.Paulo” não foram suficientes para acomodar o grande público presente à palestra proferida em 27 de setembro de 1984 pelo arquiteto brasileiro. “O que vai sobrar da arquitetura de hoje serão as obras que conseguirem expressar o material e a técnica de nossa época”, observou ele a uma platéia formada em sua maior parte por arquitetos, urbanistas e estudantes de artes plásticas.

Em 1988, recebeu o Prêmio Pritzker de arquitetura, e, no ano seguinte, foi condecorado na Espanha com o prêmio Príncipe de Astúrias. Na foto, Niemeyer conversa com Sebastião Salgado durante exposição “Oscar Niemeyer 90 Anos” em homenagem ao arquiteto, em 1998

Na década de 90, Niemeyer foi premiado com a medalha do Colégio de Arquitetos de Catalunha (em 90), com o Prêmio Leão de Ouro da Bienal de Veneza (em 96) e com a tradicional Royal Gold Medal (em 98), concedida pelo Instituto Real dos Arquitetos Britânicos. No mesmo ano, publicou um livro de memórias: “As Curvas do Tempo”. Na foto, ele dá autógrafos durante o lançamento do livro, no Rio de Janeiro.

Em 2003, o arquiteto foi convidado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para realizar uma reforma no Palácio da Alvorada.

O arquiteto Oscar Niemeyer em seu escritório em Copacabana, em 2004. Em 2007, ao completar cem anos de idade, ele recebeu diversas homenagens e foi tema de muitas exposições e eventos.

 

Fonte: UOL

 

 

Norah Jones em São Paulo (15/12/2012)

Considerada uma das mais criativas artistas surgidas na última década, a aclamada cantora, compositora e instrumentista Norah Jones está de volta ao Brasil. Em dezembro, após as apresentações pelos Estados Unidos e pelo Japão, ela chega ao país com a “Norah Jones Tour”. Como parte de sua turnê latino-americana, a cantora se apresentará, em São Paulo no dia 15 de dezembro na Via Funchal.

Com nada menos do que 12 Grammys na bagagem, sete somente pelo seu álbum de estreia em 2003, Norah Jones já lançou seis álbuns de estúdio, uma coletânea e um EP.
Filha do lendário músico indiano Ravi Shankar, Norah, em sua última passagem pelo país, em 2010, fez um show em São Paulo, no Parque da Independência, reunindo um público de mais de 40 mil pessoas.

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

 

Norah Jones

Norah Jones nasceu na cidade de Nova Iorque, filha do virtuose da cítara, o indiano Ravi Shankar, e viveu sua infância com sua mãe, Sue Jones, que se mudou para a cidade de Dallas, no Texas, quando a menina tinha quatro anos. Norah estudou no Booker T. Washington High School for the Performing and Visual Arts e na University of North Texas, onde formou-se em Jazz Piano. Em 1999, Norah voltou para Nova Iorque, para se dedicar à carreira artística, tendo fundado a Wax Poetic.

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

 

Em 2001 lançou o EP “First Sessions”, mas sua carreira foi impulsionada em 2002 com seu álbum de estreia, “Come Away With Me”, um disco de jazz com um toque de soul/folk, que obteve um grande êxito vendendo 23 milhões de cópias em todo mundo. Norah Jones obteve sete premiações nos Grammy Awards de 2003, incluindo o de “Best New Artist”.

Seu segundo álbum “Feels Like Home”, lançado em fevereiro de 2004 foi mais influenciado pela música country ao invés de repetir o estilo suave de “Come Away With Me”. Com uma semana de lançamento, “Feels Like Home” havia vendido um milhão de cópias. Naquele mesmo ano, a revista TIME listou Jones entre as “pessoas mais influentes de 2004″. Jones recebeu mais três prêmios Grammy em 2005, incluindo dois para “Record of the Year” pela sua colaboração com Ray Charles na música “Here We Go Again”

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=tO4dxvguQDk]

Data
sáb 15/12/2012 – 22:00 (abertura às 20:00)
Local
Sala Via Funchal – São Paulo

 

Fonte: Via Funchal

 

Como um adulto pode cuidar dos seus dentes?

A boa higiene bucal é a condição essencial para manter um sorriso bonito e saudável durante toda a vida adulta. Os adultos também têm cáries e doenças gengivais que podem tornar-se problemas sérios.

Durante toda sua vida de adulto é essencial que você continue a:

Escovar os dentes no mínimo três vezes ao dia usando um creme dental com flúor para remover a placa bacteriana, aquela película pegajosa que se forma sobre os dentes e que é a principal causa da gengivite e das cáries.

Usar fio dental diariamente para remover a placa bacteriana que se instala entre os dentes e sob a gengiva. Se a placa não for retirada, pode endurecer e formar o tártaro, que só poderá ser retirado pelo dentista.

Limitar a ingestão de açúcares e alimentos que contêm amido, principalmente alimentos pegajosos. Quanto mais você come entre as refeições, maior a oportunidade dos ácidos da placa bacteriana conseguirem atacar o esmalte dos dentes.

Consulte seu dentista periodicamente para um exame profissional detalhado ou uma limpeza.

 

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

 

Como adulto, o que é importante saber sobre os dentes?

Mesmo escovando os dentes e usando fio dental regularmente, podem surgir problemas de saúde bucal na idade adulta. Felizmente, seu dentista pode ajudá-lo a resolver a maior parte desses problemas.

A gengivite, no seu estágio inicial, é reversível. Seus sintomas são gengivas avermelhadas, inchadas e sensíveis, com tendência ao sangramento durante a escovação. Se perceber qualquer destes sintomas, converse com seu dentista para evitar problemas mais graves. No estágio avançado, a doença periodontal pode causar a perda dos dentes.

A saúde da gengiva também pode afetar a sua saúde geral. Estudos recentes mostram uma possível conexão entre a periodontite (uma doença da gengiva) e outras doenças, como, por exemplo a diabetes, problemas cardíacos e uma possível ligação com nascimentos prematuros. Para evitar o aparecimento de qualquer doença gengival, escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, use fio dental diariamente e faça uma limpeza geral com o dentista.

– À medida que ficamos mais velhos, as cáries em volta das restaurações (chamadas cáries recorrentes) e na raiz dos dentes se tornam mais comuns. Daí a importância de escovar com um creme dental com flúor, usar fio dental e ir ao dentista periodicamente.
Também a sensibilidade pode se tornar mais séria com o avançar da idade. Com o tempo, a gengiva se retrai naturalmente expondo áreas do dente que não são protegidas pelo esmalte. Essas áreas tendem a doer em função da temperatura dos alimentos ingeridos.

Nos casos mais graves, pode ocorrer sensibilidade até ao ar frio. Se tiver dentes sensíveis, tente usar um creme dental apropriado. Se o problema persistir, vá ao dentista. A sensibilidade pode indicar a existência de cárie ou fratura no dente. As coroas são usadas para fortalecer os dentes danificados.

As coroas recobrem e protegem o dente afetado, fortalecendo-o e melhorando sua aparência, forma e alinhamento. Os implantes e as pontes são usados para preencher o espaço deixado pelos dentes extraídos. Os implantes substituem um ou mais de um dente ou servem de ponto de apoio para a fixação de dentaduras.

Consulte o dentista para se informar sobre a possibilidade de implantes no seu caso específico. As próteses fixas são usadas para substituir dentes extraídos. São fixadas aos dentes naturais ou aos implantes situados ao lado dos espaços deixados pelos dentes extraídos.

 

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

 

Escova de dentes

Como posso deixar meus dentes mais brancos?
A limpeza geral feita por um dentista remove as manchas causadas por alimentos e pelo tabaco. O uso de um creme dental branqueador também pode ajudar a remover estas manchas até sua próxima consulta.

Se seus dentes estiverem manchados há muito tempo, é possível que você tenha que fazer um tratamento profissional para branqueá-los. As manchas internas podem ser branqueadas ou recobertas (coroas).

Todos estes métodos são seguros e trazem bons resultados. Seu dentista poderá recomendar o tratamento apropriado, dependendo do estado dos seus dentes e dos resultados desejados.

Para evitar o aparecimento de qualquer doença gengival, escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, use fio dental e faça uma limpeza geral com o dentista
Que efeitos podem a alimentação ter na minha saúde bucal?
Além de influenciar a saúde geral, a alimentação adequada é requisito básico para a manutenção de dentes e gengivas saudáveis.

Uma alimentação balanceada dá aos tecidos da gengiva e dos dentes os nutrientes e minerais de que necessitam para permanecerem fortes e resistirem a infecções que podem levar à gengivite.

Além disso, os alimentos fibrosos (como as verduras e frutas) ajudam a limpar os dentes e tecidos gengivais. Os alimentos moles e pegajosos tendem a ficar presos entre os dentes, produzindo mais placa bacteriana.

Quando você consome alimentos e bebidas que contêm açúcar e amido, as bactérias da placa produzem ácidos que atacam seus dentes durante 20 minutos ou mais.

Para reduzir o dano ao esmalte dos dentes, limite o consumo de alimentos e bebidas entre as principais refeições. E quando você comer entre as refeições, escolha alimentos nutritivos como queijo, verduras cruas, iogurte natural ou frutas.

 

Fonte: minhavida/UOL

Como fazer uma ceia saudável neste Natal

Parte deste mês será dedicado pelas famílias a organizar da ceia de Natal. E por que sofrer de culpa ao sair da dieta, se a refeição pode ser saudável? Especialistas afirmam que trocar alguns ingredientes e alterar o modo de preparo das receitas são formas de poder saborear as delícias que a data põe à mesa. E isto vale para qualquer pessoa, inclusive pacientes diabéticos e com problemas cardiovasculares.

 

TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark

 

A tradição de pôr alimentos gordurosos, doces e excesso de bebidas alcoólicas à mesa representa risco maior que simplesmente o de ganhar alguns quilos. Principalmente para quem é cardíaco, diabético ou sofre de colesterol alto.

O paciente que não tem a doença controlada, se exagerar na comida mesmo que por uma noite, aumenta a chance de ter um derrame a curto prazo. O ideal é moderar na ceia e prepará-la substituindo fritura, temperos prontos e açúcar, por assados, temperos naturais e adoçantes.

A tradicional rabanada, por exemplo, não precisa ser frita, pois assim tem um alto valor calórico, o que limita o consumo a duas por pessoa.

Entretanto, no Natal também há quitutes que são sempre bem-vindos e não meros enfeites. Frutas, por exemplo, colaboram com a sensação de saciedade. Já as oleaginosas, como castanhas, ajudam a controlar a pressão arterial e aumentar o bom colesterol.

É preferível optar pela forma light em suas receitas natalinas. Ceia de Natal é uma vez por ano. E se for saudável, come-se com menos culpa.

 

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS

 

FRUTAS

Devem estar descascadas para estimular o consumo. Comê-las antes dá saciedade: trunfo para não exagerar.

SALADAS
Evite temperar com sal e molhos com maionese. Prefira azeite, limão, cravo e alecrim. Além das folhas, saladas de feijão fradinho e lentinha têm tudo a ver com as festas de fim de ano.

RABANADA
Use leite desnatado. Do ovo, ponha só clara. Substitua o açúcar pelo adoçante de forno e fogão. Asse a rabanada no forno, em vez de fritá-la.

FAROFA
Em vez de bacon e calabresa, opte pelo queijo de soja, banana, passas e clara de ovo.

CARNES
Pernil tem muita gordura. Escolha tender e chester. O bacalhau é uma opção muito saudável, mas deve estar bem dessalgado. Mesmo assim, hipertensos devem consumir pouco.

Bruxismo é associado ao estresse em 100% dos casos

Muitas pessoas apertam e rangem os dentes enquanto dormem, um problema progressivo que pode desgastar e até mesmo amolecer os dentes.

Acordar com dor de cabeça ou na mandíbula pode ser sinal de bruxismo. Muitas pessoas apertam e rangem os dentes enquanto dormem, um problema progressivo que pode desgastar e até mesmo amolecer os dentes. O bruxismo é associado ao estresse em 100% dos casos. Todos os pacientes com sintomas de bruxismo têm aumento, direto ou indireto, da tensão emocional.



TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark



Assim, o acompanhamento psicológico, junto ao tratamento com o dentista, pode ajudar na cura do bruxismo, uma vez que a psicoterapia identifica e trata as dificuldades emocionais associadas ao problema. Para diminuir a tensão, é indicado praticar esportes, ioga e fazer exercícios de relaxamento.

Para alguns, pessoas com bruxismo têm termômetro psicológico na boca. O melhor é perceber que o problema não vem do nada e tentar achar suas causas no dia a dia, afirma. O profissional explica que qualquer situação estressante pode piorar o sintoma. Se o frio funcionar como agente estressante para uma pessoa, é possível que aumente a tensão, exemplifica.
No consultório do dentista, o método usado para tratar o bruxismo é o encaixe de placas de acrílico na arcada dental, especialmente durante a noite. Estas placas ajudam a distribuir a força muscular em todos os dentes. Por último, o dentista deve fazer um ajuste fino do fechamento da boca através de seus instrumentos odontológicos de corte. Este procedimento é seguro e indolor ao paciente e rapidamente leva a um alívio do sintoma.

 

PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS


Crianças
Apesar de ser mais frequente entre os 15 e 40 anos, o bruxismo pode afetar pessoas de todas as idades. Durante a infância, o problema é mais comum na fase das trocas dentárias. É possível existir desde a conclusão da oclusão infantil (dentes de leite) e pode ganhar destaque nas fases de trocas dentárias devido aos desequilíbrios mastigatórios comuns ao período.


Inclua visitas ao dentista no check up anual

 

Estudos fazem conexões entre infecções que ocorrem na boca e problemas cardiovasculares, diabetes, obesidade, câncer, osteoporose, parto prematuro e nascimento de bebês abaixo do peso.

Mais do que nunca, odontologia e medicina unem forças para estudar como a saúde bucal pode revelar outros problemas do organismo ou ser apenas o início de doenças mais graves. Estudos fazem conexões entre infecções que ocorrem na boca e problemas cardiovasculares, diabetes, obesidade, câncer, osteoporose, parto prematuro e nascimento de bebês abaixo do peso.


PROCURANDO UMA CLINICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTES DENTÁRIOS EM SANTOS OU SÃO PAULO?
SAIBA MAIS


O processo é relativamente simples. As bactérias que estão atacando a gengiva entram na corrente sanguínea, se alojam em outros órgãos, como fígado e rins, e prejudicam seu funcionamento. Até mesmo o coração pode ser alvo de micro-organismos nocivos que usam a boca como porta de entrada.
O problema mais conhecido é a endocardite bacteriana, uma infecção das válvulas do coração, que acomete com maior frequência quem já apresenta danos no órgão.  Hoje em dia, os grandes centros de hemodinâmica e de cirurgias cardíacas solicitam uma avaliação previa desses pacientes ao cirurgião dentista antes dos procedimentos.
Além de dar livre acesso às bactérias, o processo inflamatório da gengivite também pode desequilibrar quimicamente o organismo. Para combater a doença bucal, o sistema imunológico libera diversas substâncias no organismo que podem interferir no funcionamento de órgãos, do metabolismo e de sistemas inteiros do corpo. É o que ocorre com o diabetes – há um desequilíbrio do balanço químico do organismo que dificulta o controle dos níveis de glicose. Ao mesmo tempo, o diabetes agrava a gengivite. Por isso, cada vez mais a odontologia está vinculada a especialidades que atuam no diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças.


Marque sua consulta


Em um exame odontológico de rotina, além do foco nos dentes e gengivas, o dentista faz uma avaliação mais abrangente, com foco também nas mucosas, língua, céu da boca, articulações e pescoço. Conhecer a história de doenças pré-existentes, tratamentos e medicações utilizadas também têm grande importância para montar o histórico odontológico do paciente.
Caso constate que sangramento gengival, mau hálito, feridas que não cicatrizam, o paciente deve consultar um dentista. Outro passo importante é investir na higienização bucal, bem como a limpeza da língua e dos aparelhos ou próteses. Manter uma dieta balanceada em que a ingestão de açúcar refinado seja reduzida e o consumo de frutas, leguminosas e produtos lácteos seja maior também ajuda.


 TENHA A CLÍNICA BRANEMARK CENTER NO FACEBOOK:  https://www.facebook.com/ClinicaBranemark


Doenças e problemas que podem ser diagnosticados pela boca
– Periodontites: É o processo inflamatório, que se inicia nas gengivas e afeta as estruturas de suporte dos dentes, que quando chega à corrente sanguínea leva as bactérias a todas as partes do corpo. Esse problema é um fator de risco para doenças cardiovasculares, partos prematuros, diabetes e nascimento de bebês com baixo peso.
– Estomatites e aftas: Geralmente são benignas, mas quando recorrentes, podem ser sinal de doença viral ou doenças imunodepressoras. Feridas que não desaparecem ou são resistentes ao tratamento por mais de três semanas devem ser investigadas.
– Câncer bucal: Diagnóstico precoce pode ser de grande valia na cura e até salvando a vida desses pacientes.
– Secura na boca: tecnicamente chamada de xerostomia, esse problema pode ter várias causas, como, por exemplo, a Síndrome de Sjogren, uma doença autoimune relacionada a distúrbios reumáticos.
– Líquen Plano: uma doença dermatológica autoimune que pode ter manifestações inflamatórias na mucosa bucal, se apresentando como estrias ou placas esbranquiçadas nas bochechas, língua e nas gengivas.
– Distúrbios da articulação temporo-mandibular (DTM): os principais sintomas apresentados são as dores de cabeça e zumbido nos ouvidos, característicos do bruxismo, hábito de ranger os dentes e que tem origem no estresse e na ansiedade.
– Distúrbios alimentares: um grande indicativo da presença de distúrbios alimentares, como bulimia e anorexia, é a erosão dental. É caracterizada pela perda das estruturas minerais dos dentes causada pela presença de ácidos gástricos, decorrentes de vômitos frequentes. Além disso, o uso abusivo de refrigerante também é uma das causas da erosão dental.
Fonte: Terra

Fique longe do açúcar

No caso da saúde bucal, a quantidade de açúcar consumida é menos importante que a frequência. Os açúcares e amidos combinam-se com a placa bacteriana e produzem substâncias ácidas que atacam o esmalte do dente. Quando isso ocorre, a pessoa fica mais suscetível à cárie.

Não é de hoje que o excesso de açúcar é inimigo da saúde. Mas, no caso da saúde bucal, a quantidade de açúcar consumida é menos importante que a frequência. Os açúcares e amidos contidos em bolachas, biscoitos, doces, frutas secas, refrigerantes, batata frita, combinam-se com a placa bacteriana e produzem substâncias ácidas que atacam o esmalte do dente. Quando isso ocorre, a pessoa fica mais suscetível à cárie.

Assim, para evitar que sua boca seja uma morada confortável para bactérias, sempre que ingerir açúcar, lance mão da escova. A higiene bucal é o melhor meio de prevenir problemas odontológicos. O cirurgião-dentista deve sempre ser consultado para indicar a escova e o creme e fio dental, mas algumas recomendações são gerais. A escova deve ser macia para evitar o desgaste dos dentes, sensibilidade e retração gengival.
A Associação Brasileira de Odontologia – ABO – orienta que sejam feitas três escovações ao dia: pela manhã, após o almoço e após o jantar, sendo que a higienização mais importante é a feita antes de dormir.

 

Alimentação saudável

Ter uma alimentação balanceada também faz bem para a saúde bucal. Nutrientes e minerais fortalecem os dentes e o tecido da gengiva, além de espantarem doenças. Temos que ter uma alimentação equilibrada em todos os grupos alimentares, principalmente aqueles com micronutrientes de que a saúde bucal necessita como vitamina C, cálcio, magnésio, fósforo e flúor, além da vitamina D que, junto com o magnésio, ajuda na fixação do cálcio.

Cada alimento contribui para a saúde bucal de formas diferentes:

  • Fibrosos (verduras e frutas): ajudam a limpar os dentes e os tecidos gengivais.
  • Leite e queijo: elevam o pH na boca, o que reduz a exposição dos dentes ao ácido. Como são ricos também em cálcio e fosfato, ajudam na remineralização dos dentes.
  • Arroz e feijão: após o cozimento, retém uma boa quantidade de flúor na saliva, protegendo os dentes contra cárie.
  • Alimentos mais duros, como maçã e cenoura: promovem a limpeza dos dentes durante a mastigação.
  • Vitaminas, sais minerais, cálcio, fósforo e níveis adequados de flúor também são importantes aliados para uma boca saudável.