Dormir de boca aberta é prejudicial para os dentes?

dormir de boca aberta

De acordo com os pesquisadores, a respiração pela boca estaria relacionada às doenças dentais como cáries e erosão do esmalte. Para chegar a essas constatações, eles estudaram os níveis de ph dos dentes de 10 voluntários que dormiram com o nariz preso para respirar pela boca durante o sono.

Os resultados apontaram que aqueles que dormiam de boca aberta tinham mais risco de desmineralização do esmalte, mais bactérias e lesões dentárias.

Dicas para não dormir de boca aberta

Apesar de não estarmos plenamente conscientes durante o sono, é possível evitar dormir de boca aberta. Saiba como você pode prevenir os problemas decorrentes dessa atitude.

Posição para dormir

Na hora de ir para cama, deite-se de lado ou com a barriga para baixo, de bruços. É mais fácil que a boca se abra quando você dorme com a barriga para cima. Além disso, quando você come demais durante a noite, ficar com o abdômen virado para o alto facilita o ronco.

Abra as narinas

Sprays, fitas para desbloqueio nasal e outros produtos para descongestionar a respiração pelo nariz podem ajudar você a não dormir de boca aberta. No entanto, lembre-se de usar esses medicamentos com recomendação médica e em períodos de tempo alternados.

Visite um médico

Muitas vezes, o ronco, a apneia do sono e os problemas que decorrem da boca aberta durante o sono têm uma causa mais séria e, possivelmente, respiratória. Por isso, visite um médico caso você não consiga fechar a boca para dormir de jeito nenhum. Descobrir a origem de algum problema relacionado à respiração pode manter, inclusive, os seus dentes saudáveis.

O envelhecimento e a saúde bucal na terceira idade

envelhecimento-saudebucal-terceira idade

O envelhecimento é a soma de todas as modificações que ocorrem no ser humano com o passar dos anos. É um processo biológico e que faz parte da vida: do nascer, do crescer, do viver plenamente, do involuir e morrer. Então, o envelhecimento sendo uma etapa natural da vida, deve como tal ser aceito. E isto pelo fato que envelhecer é uma verdade irrevogável, podendo ocorrer várias alterações, como aquelas na cavidade bucal, no paladar, na visão, no olfato, na audição, na capacidade de locomoção, na comunicação, principalmente da terceira idade, etc.

Mas para envelhecer com saúde, é fundamental a prevenção. Prevenir significa impedir que algo aconteça, ou diminuir o risco de tal evento acontecer. A prevenção é um cuidado que tem o objetivo de ter um corpo físico isento de enfermidades. Vale sinalizar que a prevenção e a manutenção da saúde bucal é fundamental na saúde geral do indivíduo, não somente na terceira idade, mas em qualquer fase da vida, com o intuito da qualidade de vida. E a qualidade depende de toda transformação ocorrida ao longo dos anos, pois é um reflexo de como foi toda a história de vida.

Segundo várias pesquisas, infelizmente a saúde bucal da maioria dos indivíduos da terceira idade no Brasil apresenta um nível muito precário, com a falta de dentes (o chamado “edentulismo”), com a presença de doenças de gengiva, cáries, desgastes dentais, e outros problemas que acarretam em dificuldades para falar, mastigar, respirar e até sorrir. E isto tudo reflete em uma péssima qualidade de vida, que irá prejudicar o processo de envelhecimento.

Quando os indivíduos perdem os dentes, este triste fato terá um efeito negativo em diversas funcionalidades do corpo humano, dentre as quais, sobre a digestão, mastigação, pronúncia, gustação, aspecto estético e também poderá causar as doenças geriátricas sistêmicas. E dentre estas, as mais prevalentes nos idosos são: arteriosclerose, anemias, doenças do sistema nervoso central, diabetes, doenças genitourinárias e distúrbios gastrointestinais e respiratórios.

Na população de idosos podem ocorrer também as doenças bucais. Elas geram muita dor, sofrimento, frustações sociais e afetam seriamente a já naturalmente baixa qualidade de vida da grande maioria dos idosos brasileiros. Dentre as doenças bucais, temos a gengivite e a periodontite (doença periodontal). A Gengivite é causada pelo acúmulo de placa bacteriana sobre o tecido gengival. A Placa Bacteriana é uma película transparente que se forma sobre a superfície dos dentes e ao redor da linha das gengivas. Ela é composta por uma colônia de bactérias que decompõem o açúcar e os restos alimentares acumulados, produzindo ácidos que atacam os dentes e a gengiva. São sinais da gengivite: sangramento, inflamação gengival; mau hálito; gengivas avermelhadas, inchadas ou que se afastam dos dentes.

Um fato que pode ocorrer é que a chamada “placa bacteriana”, com o tempo, poderá se mineralizar, formando o tártaro ou cálculo gengival. Juntos, a placa e o tártaro deslocam as gengivas através da destruição das fibras gengivais. Além disso, a estrutura óssea que sustenta o dente poderá se comprometer e, em longo prazo, poderá ocorrer a perda do elemento dental. Esse abalo da estrutura óssea é denominado de Periodontite. São sinais da Periodontite: inflamação persistente; reabsorção (perda) óssea; presença de bolsas periodontais; presença de pus; mau hálito; quase sempre é indolor (justamente por este motivo, não se percebe a destruição que está ocorrendo durante a periodontite. Só se percebe quando algum dente envolvido nesta condição começa a apresentar mobilidade, ou seja, quando o dente fica “mole”).

Vale ressaltar que a Periodontite pode ser fator de risco, isto é, ser um dos fatores que ajudam a causar doenças à terceira idade, tais como: Osteoporose; Diabetes; Doenças respiratórias e Doença cardíaca (quem tem doença periodontal fica duas vezes mais susceptível a ter doença cardíaca).

Mas segundo a literatura científica, a gengivite e a periodontite são processos independentes, isto é, a gengivite não necessariamente evolui para uma periodontite. Além disso, o desenvolvimento da periodontite ocorre por um processo agudo, que pode ficar estável por um longo período ou apresentar melhoras (dependente de vários fatores). E mais: a periodontite não é a principal causa de perda dentária na população, pois a cárie é determinante neste sentido.

Para finalizar, é importante afirmar que tanto a gengivite quanto a periodontite são doenças que são passíveis de se evitar através de uma correta higienização e por meio de exames preventivos. A visita frequente ao dentista (mínimo de 6 em 6 meses), complementada com o médico, é imprescindível para se evitar a instalação ou progressão dessas e de outras doenças, além de ser importante para verificação da presença de cáries, de restaurações quebradas, verificação de dentes desgastados, a presença de tártaro, etc. O processo de envelhecimento é um fato, mas a saúde geral depende, dentre vários fatores, da história de vida de cada pessoa. Neste contexto, é fundamental que os idosos e também os cuidadores tenham o conhecimento dos métodos preventivos de saúde para que tenham uma excelente saúde bucal/geral e qualidade de vida.

Fonte: Boa Saúde

Dicas para o fim de semana (28 a 30 de outubro)

fim de semana 28 a 30 out

Separamos algumas sugestões para você aproveitar este final de semana. Então prepare-se e escolha a melhor atração para o sábado ou domingo.

dia-de-los-muertos-sao-paulo

Fiesta de Los Muertos 2016

O Dia dos Mortos, ou Dia de Los Muertos, é comemorado no México todos os anos e já virou uma tradição mundial. Aqui no Brasil, para celebrar a data, juntamente com o Halloween, o Memorial da América Latina recebe a Fiesta de Los Muertos, nos dias 29 e 30 de outubro.

O evento acontece das 11h às 21h e conta com palestras, exibição de filmes, música e, claro, muita comida com uma feira gastronômica! Para as crianças, terá um espaço com oficinas de maquiagem, atividades artísticas, concurso de fantasias e muito mais. Com entrada gratuita, o evento promove a interação e diversão de todos, sendo tradicional o uso de fantasias e roupas a caráter.

Para mais informações, acesse a página oficial do evento

Data 29-30 Out – 11h às 21h

Memorial da América Latina
Praça da Somba
Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Oeste 01156-001
Telefone (11) 3823-4600

CINEMA DE GRAÇA NA AV. PAULISTA – Panorama Contemporâneo

filme-o-que-traz-boas-novas

O Que Traz Boas Novas

(Direção de  Philippe Falardeau; Canadá; 2013)

Quando a professora de uma escola primária em Montreal sofre uma morte trágica, um imigrante argelino é contratado como substituto, causando mudanças e trazendo renovações no cotidiano das crianças. Enquanto elas passam por um longo processo de luto, ninguém suspeita do passado doloroso do professor ou do grande risco que ele seja deportado a qualquer momento.

Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso
Avenida Paulista 1313, 1313 Bela Vista – Centro São Paulo – SP
(11) 3146-7405 | 3528-2000

Um fantástico jardim suspenso no centro de São Paulo

Bem ali, no Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São Paulo, um jardim suspenso, pensado pelo próprio Matarazzo, quebra a paisagem de concreto. A visita ao jardim só é possível através da visita monitorada realizada pela SPTuris, que está disponível no final de semana. Mas, não se preocupe, pois a visita vem bem a calhar para conhecer mais sobre a história do lugar.

As vistas, que precisam ser agendadas, podem ser feitas nas segundas, quartas e sextas, às 12h, 17h ou 19h, nas terças e quintas, às 11h, 15h ou 18h, e aos sábados, às 10h30, 14h30 ou 16h30. A vantagem da visita ao sábado é que é possível visitar o Gabinete do prefeito de São Paulo, que não faz parte do roteiro durante a semana por conta das atividades e movimentação da prefeitura.

 

Birdwatching no Parque Ecológico do Tietê

bem_te_vi-birdwatching

Os praticantes de Birdwatching (observação de pássaros) terão um novo espaço para praticar: O Parque Ecológico do Tietê, sempre das 8h às 17h, inclusive no final de semana.

Dentre os pássaros que vivem no parque estão o sabiá laranjeira, o quero-quero e o bem te vi.

Os biólogos e veterinários do Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS) elaboraram cinco painéis que irão auxiliar os interessados. O material indica quais espécies de aves existem no local e onde elas podem ser encontradas.

O local, além de ser um espaço de lazer para a comunidade, é um dos mais importantes refúgios para animais na zona leste de São Paulo, abrigando 190 espécies de aves fora as outras 30 espécies de animais variados.

Diariamente até  31/12 (Sáb) das 08:00 às 17:00

 
Parque Ecológico do Tietê
Rua Guirá-Acangatara, 70 Jardim São Francisco (Zona Leste) – Leste São Paulo – SP(11) 2958-1477

 

Boca seca pode aparecer com mais frequência em adultos idosos.

xerostomia boca seca adultos idosos

Os adultos mais idosos são mais propensos a apresentarem os sintomas da chamada boca seca, ou xerostomia. Essa condição pode ser causada por problemas de saúde e com frequência como um efeito colateral de medicamentos.

Anti-histamínicos, descongestionantes, analgésicos, medicamentos para hipertensão, relaxantes musculares, remédios para incontinência urinária, medicamentos para doença de Parkinson, antidepressivos e outras substâncias entram na lista dos causadores da boca seca (xerostomia).

Como a boca seca pode ser prejudicial a saúde da boca

A falta de saliva causada pela boca seca irrita os tecidos moles da boca, favorecendo a inflamação na região e tornando-os vulneráveis à infecções. Sem os efeitos de limpeza da saliva, a cárie dentária e outros problemas de saúde bucal se tornam mais comuns.

boca seca xerostomia em adultos idosos

Pacientes que usam inaladores bucais para asma, uma das substâncias que podem causar a boca seca, podem desenvolver uma espécie de candidíase bucal, uma infecção por fungo. Por conta disso elas são estimuladas a enxaguar a boca com água após a inalação.

Alguns dos problemas comuns associados com boca seca incluem dor de garganta constante, sensação de queimação, problemas com a fala, dificuldade de engolir, rouquidão ou vias nasais secas. Se não tratada, a boca seca pode danificar os dentes. Sem a saliva adequada para lubrificar a boca, remover os alimentos e neutralizar os ácidos produzidos pela placa pode ocorrer um surto de cárie dentária.

O dentista pode recomendar vários métodos para restaurar a umidade. Balas ou gomas de mascar sem açúcar estimulam o fluxo salivar, e a umidade pode ser reposta usando-se saliva artificial e enxaguatórios bucais.

Aproveite então para agendar uma consulta em uma das unidades da Vasconcelos Odontologia. São quase 30 anos de referência como Branemark Center, excelência em tratamentos odontológicos das mais variadas formas. São duas unidades, uma em Santos e outra em São Paulo. Próximo ao Parque do Ibirapuera.

Acesse nossa home page e conheça as nossas especialidades, www.vasconcelosodontologia.com.br

Sensibilidade nos dentes pode ser sinal de dentes trincados

sensibilidade dental pode ser dente trincado

Você sabia que os dentes são as estruturas mais resistentes do corpo humano? Isso não impede que possam sofrer fraturas, e de vários tipos. Rachar um dente pode ser mais fácil do que imaginamos: eles se quebram por impacto, e os restaurados podem rachar por conta do esforço repetitivo da estrutura dental que restou. Também é comum que ocorra a formação de trincas nos dentes de quem tem  bruxismo ou apertamento. Geralmente os desconfortos que acompanham os pacientes com esses problemas são sensibilidade nos dentes ao morder, dor em um dente específico, dores na articulação perto do ouvido e até dores musculares na face.

Morder alimentos ou objetos duros, como gelo, nozes ou balas, também podem levar à fratura das estruturas dentais já fragilizadas devido a tratamentos de canal ou muitas restaurações, por exemplo. Porém, algumas vezes o dente sofre a fratura mesmo sem um impacto grande. Isso acontece devido ao esforço repetitivo causado por algum distúrbio na mordida, o que leva à diminuição da resistência da estrutura dental.

A sensibilidade nos dentes, que em muitos casos pode ser característica dos dentes trincados, está relacionada ao tamanho e intensidade das rachaduras. Elas permitem que o estímulo externo de calor ou de pressão devido a mastigação cheguem mais rapidamente à polpa dental (núcleo do dente). Se a trinca foi muito extensa, acontece a passagem de bactérias da boca para o interior do dente, causando inflamação do tecido pulpar e, nestes casos, é necessário o tratamento do canal.

CUIDE DOS SEUS DENTES COM A VASCONCELOS ODONTOLOGIA. MAIS DE 25 ANOS DE EXCELÊNCIA EM ODONTOLOGIA COM O NOME BRANEMARK CENTER. 
www.vasconcelosodontologia.com.br

Por mais que as causas deste problema possam ser consideradas comuns, seu diagnóstico pode ser trabalhoso, uma vez que as trincas podem não ser perceptíveis a olho nu. A identificação de uma trinca somente no esmalte do dente é diagnosticada pela transiluminação, isto é, incidindo uma luz contra a coroa do dente, o que permitirá identificar ‘estrias’ sugestivas deste tipo de trauma. Existem diferentes níveis de rachaduras: as fraturas podem envolver, além do esmalte (parte mais exterior do dente), também a dentina (“camada” intermediária), chegando a atingir a polpa dentária.

Além de ser um dano à estrutura dental, essas rachaduras podem fazer com que pequenos fragmentos se desprendam dos dentes e se alojem na gengiva, podendo causar uma inflamação no local. Outra consequência das fraturas pode ser o desenvolvimento de um processo inflamatório no dente, provocado pela contaminação bacteriana através do espaço provocado pela fissura. Para prevenir esse tipo de problema é necessário ficar atento: pessoas que rangem ou apertam os dentes precisam procurar um cirurgião-dentista.

As rachaduras provocadas por acidentes exigirão tratamentos mais ou menos complexos, dependendo da extensão e dos tecidos envolvidos. Podem ser necessários tratamentos endodônticos (de canal), periodontais (de gengiva) ou cirúrgicos, com ou sem complementação por próteses ou restaurações, de acordo com cada caso.  Tratar a causa do apertamento dental também é importante.

Fonte: MSN

Segundo novo estudo, tirar selfies pode ajudar a melhorar o seu humor

selfies melhoram o seu humor

Está se sentindo para baixo e quer melhorar seu humor? Experimente tirar uma selfie ou uma foto de algo que te deixe feliz. A sugestão é de um estudo publicado recentemente no periódico científico Psychology of Well-Being. De acordo com um relatório do Google, em 2014 foram postadas, em média, 93 milhões de fotos por dia em celulares com sistema operacional Android. Outro levantamento, do Centro de Pesquisa Pew, nos Estados Unidos, mostrou que mais de 91% dos adolescentes já publicaram uma foto online.

Ao contrário dos estudos anteriores, que associaram as amadas e ao mesmo tempo odiadas selfies a problemas de auto-estima, narcisismo e até a distúrbios psiquiátricos, a nova pesquisa sugere que elas podem ser aliadas do bem-estar.

CUIDE DO SEU SORRISO COM QUEM É EXCELÊNCIA EM TRATAMENTO HÁ MAIS DE 25 ANOS. CONHEÇA A VASCONCELOS ODONTOLOGIA.
www.vasconcelosodontologia.com.br

No novo estudo, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Irvine, nos Estados Unidos, analisaram durante uma semana a rotina e o humor de 41 estudantes – 28 mulheres e 13 homens – que estavam em seu primeiro ano de graduação. Nesse período os participantes documentaram em um aplicativo seu humor e possíveis eventos que poderiam ter influenciado a forma como eles estavam se sentindo, três vezes por dia. Antes dessa fase os estudantes também responderam um questionário com diversas informações sobre sua vida e sua rotina.

Com o objetivo de compreender os efeitos do ato de tirar fotos sobre o bem-estar em três áreas: auto-percepção, auto-eficácia e pró-social, nas três semanas seguintes, os estudantes foram divididos em três grupos e, junto com o relato de como estavam se sentindo, os participantes deveriam tirar uma foto. A diferença entre os grupos era o ‘tipo’ de foto que deveria ser tirada: um deveria tirar selfies sempre sorrindo, o outro deveria tirar foto de algo que o deixa feliz e o terceiro deveria tirar foto de algo que faria alguém feliz e mandar essa imagem para a pessoa.

No final desse período, os pesquisadores tinham reunido quase 3.000 ‘status’ de humor dos participantes. Embora os resultados tenham mostrado uma melhora no humor de todos os grupos houve uma pequena diferença na forma como esse bem-estar se manifestou. Os participantes que foram designados a tirar selfies diárias se tornaram mais confiantes e confortáveis consigo mesmos. Já aqueles que deveriam tirar fotos de objetos que os deixavam felizes estavam mais reflexivos e apreciativos. Por fim, os estudantes que tiraram fotos de coisas que deixaram outras pessoas felizes ficaram mais calmos e disseram que a conexão com os amigos e a família ajudou a aliviar o stress.

“Você vê um monte de relatos na mídia sobre os impactos negativos do uso da tecnologia … mas na última década houve um grande esforço para estudar o que se chama de ‘computação positiva’, e eu acho que esse estudo mostra que ás vezes os nossos aparelhos eletrônicos podem oferecer benefícios aos usuários”, disse Gloria Mark, uma das autoras do estudo.

Fonte: Veja

Falta dos dentes pode trazer riscos à saúde geral do organismo

falta dos dentes

A falta dos dentes pode trazer alguns desconfortos e complicações. Se o dente que falta está na frente, a preocupação estética pode até levar rapidamente o paciente a um dentista. Mas, se a ausência não é visível no sorriso, é mais comum que as pessoas protelem a resolução do problema.

A Pesquisa Nacional de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, divulgada em 2010, mostra que mais de 3 milhões de idosos necessitam de prótese total (nas duas arcadas dentárias) e que outros 4 milhões precisam usar prótese parcial (em uma das arcadas).

De vinte anos para cá houve uma mudança de entendimento porque a prevenção e promoção de saúde bucal ganharam projeção internacional. Apesar da redução nas extrações dentais, elas ainda existem e são realizadas graças a mentalidade equivocada de que os dentes do fundo da arcada não fazem falta.

Quando um dente é perdido, a integridade estrutural de toda a cavidade bucal é afetada com consequências graves do ponto de vista funcional, estético e emocional. A capacidade de mastigação fica muito reduzida e isso afeta as escolhas alimentares, contribui para déficits nutricionais e, consequentemente, para um risco aumentado de aparecimento de outras doenças.

Isso não é tudo, é comum observar o movimento dentário através de inclinações que provocam desajustes da mordida e que prejudicam o funcionamento normal do sistema mastigatório. A oclusão é que vai nortear todo o processo mastigatório, se falta um elemento essa ausência afeta toda a mordida e podem surgir questões ligadas à articulação temporomandibular, identificada por ruídos quando a pessoa abre muito a boca.

A falta de dentes – denominada cientificamente de edentulismo – também dificulta a comunicação interpessoal e favorece o isolamento das pessoas. É comum a existência de dores de cabeça, ouvidos, tonturas e até alterações posturais em decorrência de problemas dentários/músculo-articulares, que muitas vezes só são diagnosticados pelo dentista após a passagem por diversas especialidades e a realização de múltiplos exames.

A lista de problemas não para por aí. O processo digestivo começa na mastigação. A falta dos dentes interfere na ingestão do bolo alimentar e implica em problemas estomacais ou intestinais já que pode sobrecarregar o estômago e todo desdobramento do processo digestivo até o trajeto para o intestino. A articulação tem que estar sintonizada com o organismo todo. As repercussões são em menores ou maiores graus, mas podem até afetar o equilíbrio da pessoa. O maxilar superior e mandíbula fazem parte do equilíbrio harmonioso de todo o corpo.

dentes-do-fundodentes-do-fundo

Prevenção é o melhor remédio contra a falta dos dentes

A falta dos dentes dos brasileiros ainda se deve a cáries e às doenças da gengiva. A Pesquisa Nacional de Saúde Bucal mostrou que essas são as principais doenças bucais da população brasileira. A baixa renda já não é a principal razão deste problema. Uma escova chega a durar dois meses e o custo de ter uma boa escova, creme dental e fio dental vai de R$ 5 a R$ 10 por mês. A falta de prevenção o maior problema da causa de perda dos dentes atualmente. É bom enfatizar a importância das consultas a cada seis meses, dessa forma qualquer problema que esteja em estágio inicial pode ser solucionado com certa facilidade.

Opções

Solucionar o problema da falta dos dentes envolve de técnicas mais simples e acessíveis até as mais sofisticadas. A Vasconcelos Odontologia possui uma equipe de especialistas que traz o que há de mais atual na implantodontia. Os implantes são, hoje, a opção mais moderna, segura, longeva e confortável para a substituição de um ou mais dentes perdidos. Próteses fixas unitárias ou múltiplas e até a reabilitações com implantes associadas ou não com enxertos ósseos e plásticas gengivais também podem ser usadas.

 

Fonte: Uai Saúde

Pinacoteca se renova e abre uma das maiores mostras de arte brasileira na capital

pinacoteca-sp

Pinacoteca está instalada desde 1905, ou seja, há mais de um século, no edifício projetado pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo na Luz. O museu mais antigo da cidade vive um momento de grande renovação. Um dos marcos dessa fase é a abertura neste sábado, 22, da mostra Arte Moderna — Galeria José e Paulina Nemirovsky. A exposição é de longa duração (fica pelo menos até 2019).

Ela reúne 110 obras da arte moderna, assinadas por nomes como Tarsila do Amaral, Lasar Segall e Portinari. Ao lado das outras mostras em cartaz, o museu passa a ser o único da cidade que, com 700 obras distribuídas em 2 000 metros quadrados, conta a história da arte no Brasil do século XVIII até o XX, chegando a meados da década de 70.

Outra novidade envolvendo esse espaço cultural é que ele cresceu. Desde agosto, três salas do prédio, antes ocupadas como escritórios, foram reformadas, com um investimento de 3 milhões de reais, para aumentar a área de exposições. “Após as mudanças, ganhamos 600 metros quadrados extras”, informa o diretor administrativo Marcelo Dantas. A expansão ajuda a abrigar melhor o acervo, que vem sendo ampliado nos últimos tempos. Ele conta hoje com cerca de 11 000 peças, o triplo do número registrado nos anos 90.

pintura-saopaulo-tarsila-amaral

Isso ocorre, em boa parte, em virtude de ações como o programa Patronos da Arte Contemporânea, no qual os interessados contribuem com 12 000 reais por ano, destinados à aquisição de peças para a instituição. A iniciativa reuniu 140 mecenas desde o lançamento, em 2012. “Estamos trazendo novo fôlego para a coleção, que é nosso maior patrimônio”, afirma o diretor Tadeu Chiarelli.

Algumas obras recém-chegadas ao prédio da Luz, como o quadro São Paulo, de Tarsila do Amaral, estavam em um anexo do museu, a Estação Pinacoteca, localizada na antiga sede do Dops, no centro. Daqui para a frente, esse espaço ficará dedicado apenas a exposições de arte contemporânea.

sala-pinacoteca-2016

Graças às mudanças recentes, o museu vem batendo recordes de frequência. No ano passado, recebeu 550 000 visitantes, a melhor marca de sua história. Com um orçamento de 30 milhões de reais anuais (60% do valor é bancado pelo governo estadual, e o restante da verba vem de patrocínio e bilheteria, entre outras fontes), o museu oferece também cursos, shows mensais e ações educativas, como oficinas e visitas guiadas.

Pinacoteca diração
Os diretores Paulo Vicelli, Tadeu Chiarelli e Marcelo Dantas: o melhor da América Latina (Foto: Christina Rufatto)

Avaliações positivas do público fizeram a instituição ganhar em setembro o prestigiado prêmio Travelers’ Choice Museus 2016 de melhor espaço do gênero da América do Sul. No mundo, a Pinacoteca ocupou a 19ª posição no ranking produzido pelo site TripAdvisor. Chamada carinhosamente de Pina pelos artistas e frequentadores, a instituição resolveu oficializar o apelido em janeiro deste ano. “Queremos que a população se sinta cada vez mais próxima daqui”, afirma Paulo Vicelli, diretor de relações institucionais.

Fonte: Veja SP

Dicas para o fim de semana (21 a 23 de outubro)

fim-de-semana-21-23-out

É muito bom poder aproveitar o fim de semana com uma programação diferente. Você pode aproveitar algum dos parques da cidade, ou ainda experimentar passeios diferentes. Nós separamos algumas sugestões para você aproveitar na cidade de São Paulo neste final de semana. Confira.

iza-tarasewicz-bienal-sao-paulo

32ª Bienal de São Paulo neste fim de semana

Sob o título Incerteza viva, a 32a Bienal de São Paulo busca refletir sobre as atuais condições da vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas. Assim,  pretende explorar formas de viver com o desconhecido em diversos tópicos como ecologias, cosmologias de inícios e fins, extinção, saberes coletivos, mitos evolutivos, práticas vivas.

A exposição acontece até o dia 11 de dezembro de 2016 no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, reunindo aproximadamente 90 artistas e coletivos, 54 deles já anunciados. A seleção final tem participantes de 33 países, boa parte nascidos depois de 1970 e com grande presença feminina, que são mais da metade dos artistas convidados.

 

 

vermelho - teatro - divulgacao

Vermelho

A dupla Antonio e Bruno Fagundes tem confirmado a sinergia no palco no decorrer dos últimos anos. Após o estrondoso sucesso de Tribos os atores se preparam para a retomada paulistana do espetáculo Vermelho no Teatro Tuca, desde o dia 12 de agosto. Com recorde de público no Rio de Janeiro dentre outras críticas entusiasmadas foi avaliado como “Teatro obrigatório” pela importante crítica teatral Bárbara Heliodora.

Na peça, em seu ateliê em Nova Iorque, o consagrado artista Mark Rothko recebe, pela primeira vez, seu novo assistente, Ken, e a partir da pergunta “O que você vê?“ (apontando para uma das pinturas em que trabalhava) inicia-se um eletrizante embate entre os dois. Conceitos artísticos entre as gerações, diferentes bagagens culturais e o mesmo amor pela arte são alguns dos objetos em cena.

Vermelho se passa no final dos anos 50, quando o icônico pintor (líder do Expressionismo Abstrato) recebeu um convite para pintar grandes painéis de um luxuoso restaurante em Nova York e recebeu uma quantia quase inestimável para a época (o equivalente hoje a 10 milhões de dólares). Um encontro cheio de nuances entre mestre e aprendiz, com arte, reflexão e questionamento, é o plano de fundo em meio ao cenário repleto de detalhes, com preparo de tintas e quadros pintados durante a sessão.

 

Preço(s) sextas-feiras – R$60, sábados – R$80 e domingos R$70
Horário(s) sextas-feiras e sábados às 21h30 e domingos às 18h

Teatro TUCA- Teatro Universidade Católica
Rua Monte Alegre, 1024, 05014-001
Telefone (11) 3670-8453

 

brooklinfest - sao paulo

Cultura e gastronomia alemã no 22º BrooklinFest

As cores, os paladares e as tradições da Alemanha ocupam as ruas de São Paulo no sábado e domingo, dias 22 e 23, das 10h às 22h, na 22ª edição do BrooklinFest. São várias atrações entre apresentações musicais, danças, teatro, circo, artesanato e cinema ao ar livre que integram a programação da festa.

O evento acontece entre as ruas Joaquim Nabuco, Barão do Triunfo, Princesa Isabel e Bernardino de Campos, na zona sul de São Paulo, com entrada gratuita.

Nesta edição, o tema do festival é “Bildung (Formação) – Valorização dos Educadores Culturais e Sociais. As Ruas Culturais Formam e Educam” a fim de prestigiar os educadores sociais na cidade de São Paulo e de todas as pessoas com diferentes formações e importâncias das cidades de imigração alemã.

A programação apresenta um final de semana repleto de atrações para todos conhecerem mais sobre a cultura alemã. Dentre elas, você vai conferir uma feirinha de artesanato com vários artigos tradicionais do país, danças folclóricas e como não poderia faltar, é claro, diversas delícias gastronômicas!

O cardápio apresenta o famoso eisbein (joelho de porco), kassler (costeleta de porco defumada), cupim ou frango recheado, salsichões grelhados, tudo isso acompanhado de diversas cervejas. E para agradar todos os gostos, opções de doces tomam conta do local. Entre eles, tem sorvetes veganos e para pessoas intolerantes à lactose.

Onde
Rua Barão do Triunfo, s/n Brooklin Paulista São Paulo – SP

Fontes: GuiadaSemana, VejaSP e CatracaLivre

A importância de uma boa oclusão

boa-oclusao
O nome oclusão faz referência a relação que existe entre a arcada dentária superior e a arcada dentária inferior. Popularmente é chamada de mordida. Uma boa oclusão pode trazer benefícios para a saúde da articulação temporomandibular e também trazer vantagens para a colocação de próteses dentárias.
A definição do termo, oclusão, abrange as relações dinâmicas, funcionais e morfológicas entre os seguintes componentes da boca: articulações temporomandibulares (responsáveis pelo movimento de abertura da boca), dentes, esqueleto craniofacial, estrutura de suporte dos dentes e o sistema neuromuscular que trabalha na movimentação dos músculos da face.
Como os movimentos da mandíbula estão ligados ao sistema neurológico podem ocorrer situações em que ela se desloca para um dos lados ou uma mudança do eixo do corpo devido a contatos prematuros e interferências oclusais.
A boa oclusão beneficia toda a saúde bucal não só a mandíbula, mas também para tratamentos restauradores e reabilitadores como a colocação de próteses, aparelhos ortodônticos, implantes e outros procedimentos. Uma mordida afetada pode causar dor nos músculos durante a mastigação, na cabeça e no pescoço, tensão e fadiga.

Sintomas de má oclusão dentária

Os sintomas de má oclusão dentária são:

  • Desgaste dos dentes;
  • Perda de um ou mais dentes pela perda óssea ou por fraturas dos dentes;
  • Retração da gengiva deixando uma parte do dente mais sensível e exposta, causando desconforto ao ingerir alimentos frios e doces;
  • Dores de cabeça, dor e zumbido nos ouvidos;
  • Problemas na articulação temporomandibular;

Em alguns casos a má oclusão dentária pode causar má postura e desvios na coluna.

 

Tipos de oclusão dentária

Classe I: oclusão normal, no qual o arco dentário superior encaixa-se perfeitamente com o arco dentário inferior;
Classe II: o indivíduo parece não ter queixo, pois o arco dentário superior é muito maior que o arco inferior.
Classe III: o indivíduo parece ter um queixo grande, pois o arco dentário superior é bem menor que o inferior, havendo uma grande desproporção entre os arcos.

O único profissional que pode fazer o diagnóstico do problema e indicar o tratamento mais adequado é o dentista.

 

Acesse o nosso site principal e agende uma consulta nas nossas unidades de São Paulo ou Santos.
www.vasconcelosodontologia.com.br

 

 

Fonte: TuaSaúde