Dente escurecido. Conheça algumas soluções para tornar o seu sorriso mais branco, bonito e sem manchas.

O surgimento de um dente escurecido sempre é motivo de grande preocupação. Esse problema pode ser resultante de fatores como: uso de antibióticos, placa bacteriana, tratamento de canal, tabagismo e, até mesmo, traumas causados por um acidente ou queda, por exemplo.

Além da questão estética, outro problema é a autoestima do paciente, que fica afetada com o escurecimento dos dentes. Afinal, um sorriso bonito é importante tanto para a vida pessoal como para a profissional.

Dente escurecido. Conheça algumas soluções para tornar o seu sorriso mais branco,

Mas o que fazer? Independentemente da causa do dente escurecido, a Odontologia tem diversos tipos de tratamentos possíveis para tornar o seu sorriso mais branco, bonito e sem manchas. Confira!

 

Restauração com facetas laminadas para dente escurecido

Em caso de tratamento de canal que escureceu o dente, traumas ou uso de antibióticos, o dentista pode fazer o clareamento seguido da aplicação de facetas laminadas

Entretanto, se eles estiverem tortos, o indicado é a correção ortodôntica prévia para prevenir grandes desgastes e ter um tratamento mais conservador, mas, se há alguma objeção ao uso do aparelho fixo, leia sobre a alternativa praticamente invisível, confortável e higiênica do alinhador ortodôntico.

 

Lentes de contato dental

Trata-se se uma excelente opção para quem deseja corrigir as imperfeições na coloração dos dentes. Quando indicado e feito por um dentista competente, pode disfarçar manchas e descolorações, oferecendo um aspecto mais bonito e harmônico ao sorriso.

Os dentes escurecidos pelo tempo ou com excesso de restaurações podem ser muito beneficiados pelas lentes de contato. O tom de branco pode ser escolhido diretamente no consultório, após a avaliação do dentista que será responsável pelo tratamento.

 

Coroas dentárias

A coroa dentária de cerâmica também é indicada para o dente escurecido, desde que a parte “lingual” do dente tenha alguma restauração ou já esteja danificada.

Esse tipo de procedimento é bastante interessante. Contudo, deve ser criteriosamente avaliado pelo dentista, para que seja verificada a viabilidade do uso da coroa dentária para o seu caso.

Extração do dente siso: quando é necessária?

Os dentes sisos, popularmente conhecidos como “dentes do juízo”, são os últimos molares de cada lado dos maxilares, surgindo geralmente entre os 16 e 20 anos de idade. A extração do dente siso é uma questão que preocupa muitos jovens e adultos, principalmente por uma eventual expectativa da dor durante o procedimento. Porém, sabemos que, se feita por um especialista e com procedimento anestésico correto, é uma cirurgia simples e indolor.

Extração do dente siso: quando é necessária

No entanto, é muito importante ressaltar: a extração não é obrigatória em todos os casos. Cada quadro deve ser analisado individualmente pelo dentista.

No post de hoje, você vai compreender quando a extração do dente siso é necessária e como ocorre o procedimento!

Extração do dente siso: avaliação deve ser feita pelo dentista

A extração dos dentes sisos é um procedimento que quando realizado por um profissional capacitado, se torna um simples e indolor, com um pós operatório tranquilo. Mas será que todas as pessoas precisam extrair os famosos dentes do juízo? A resposta é: nem sempre.

 

É de responsabilidade do dentista avaliar o posicionamento dos dentes sisos: nos casos em que a erupção do dente é completa, não prejudica a arcada dentária e possui boas condições de higiene bucal, a extração dos sisos não é necessária e os dentes podem ser preservados.

Extração do dente siso: quando é necessária

Quando a extração do dente siso deve ocorrer?

Os dentes sisos apenas devem ser removidos quando podem apresentar problemas futuros para o paciente. Nesses caso, a extração deve ocorrer o mais cedo possível, pois os dentes não estão com a formação completa da raiz e são mais fáceis de remover.

A extração do dente siso deve ocorrer quando o espaço para seu nascimento não é suficiente. Se, nesses casos, os dentes não são extraídos, poderão ficar inclusos – presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso, podendo causar inchaço e dor no local.

A extração é indicada quando o paciente apresenta dores e infecções recorrentes, cistos, tumores, gengivites ou cáries profundas. Porém, é o dentista que deverá avaliar a situação e designar o tratamento adequado para o caso.

Como é feita a extração do dente siso?

Quando considerada necessária pelo dentista, a extração do siso é realizada mediante cirurgia. Geralmente, a anestesia utilizada é a local, ministrada por injeção. Em alguns casos, o uso de sedativos também pode ser autorizado pelo cirurgião-dentista.

Após a área estar devidamente anestesiada, uma incisão é realizada na pele da gengiva, que é deslocada para que o cirurgião-dentista consiga visualizar o siso a ser retirado. Se o dente ainda não erupcionou, o osso que recobre o siso é removido. Por fim, é feita a remoção do dente siso, seguidos de uma sutura.

tempo do procedimento pode variar em cada caso. Geralmente, ao menos 30 minutos são destinados para cada remoção. Extrações mais fáceis podem ser ainda mais breves, demorando cerca de 5 minutos.

É extremamente importante que o procedimento seja realizado em uma clínica Odontológica segura e confiável. Assim, a recuperação torna-se muito mais rápida e indolor ao paciente.

Cuidados após extração do dente siso

Após a extração do dente siso, alguns cuidados devem ser levados em consideração para uma recuperação mais rápida:

  • Dieta líquida nos primeiros três dias, evitando alimentos muito quentes;
  • Utilização correta das medicações indicadas pelo cirurgião-dentista;
  • A escovação dos dentes deve ser realizada suavemente, evitando os dentes vizinhos dos sisos extraídos nas primeiras 24 horas;
  • Não fume nos primeiros sete dias;
  • Visite o cirurgião-dentista após 7 dias para retirada dos pontos.

O que é estética bucal e restauradora?

estética bucal em São Paulo

Você sabe o que é estética bucal? Se você respondeu que é ter um sorriso bonito e bem alinhado, acertou, pois quando falamos em estética estamos nos referindo justamente à beleza. E um dos principais fatores ligados à beleza de uma pessoa é o sorriso.

Já a restauração estética consiste em reparar danos causados à estrutura dental de forma que deixe o resultado mais natural possível. Por isso, são usados novos materiais que substituem as restaurações antigas, de metal ou amálgama, que eram muito visíveis e atrapalhavam a beleza do sorriso dos pacientes.

Como funcionam os tratamentos de estética bucal e restauradora?

Hoje amos tratar dos benefícios da estética bucal e como funcionam os tratamentos. Confira!

Como funcionam os tratamentos de estética bucal e restauradora?

Para que você entenda melhor o que é estética bucal, listamos a seguir os tratamentos voltados para fins estéticos. Veja quais são:

  • clareamento dental;
  • troca de restaurações antigas por resina ou porcelana;
  • facetas de porcelana;
  • lentes de contato dental;
  • limpeza dentária profissional;
  • aparelho ortodôntico.

lentes de contato dental em são paulo

Todos esses tratamentos visam não somente manter a saúde bucal do paciente, mas proporcionar um sorriso bonito e harmônico.

Quem pode se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Qualquer pessoa que esteja insatisfeita com seu sorriso pode procurar tratamentos odontológicos estéticos. E não é preciso que você esteja com um problema muito grande, pois é possível corrigir pequenas falhas, proporcionando um resultado bastante natural.

Se a sua insatisfação for em relação a um único dente, ele pode ser facilmente resolvido com um tratamento não invasivo e em poucas sessões. Mas, se você quer fazer uma transformação radical no sorriso, também é possível e de forma totalmente indolor.

Quais são os benefícios da estética bucal?

Quais são os benefícios da estética bucal?

Todos sabem como a estética bucal influencia a vida das pessoas, pois o sorriso é nosso cartão de visitas. Um sorriso bonito pode ajudar nas relações de trabalho, com a família, a ter acesso a muitas oportunidades na vida.

Falando assim, parece exagero, mas não é. Afinal de contas, pessoas insatisfeitas com seus dentes tendem a ser retraídas, por vergonha de sorrir, e isso prejudica suas relações.

Além disso, um defeito no corpo ou na pele pode ser facilmente escondido com roupas, acessórios e maquiagem, mas nos dentes não tem como, pois ainda não inventaram nada que disfarce suas imperfeições.

Além disso, dentes saudáveis e bem alinhados impedem problemas de saúde bucal, como cáries, tártaro e problemas na gengiva.

Existe idade para se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Existe idade para se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Claro que não. Pessoas de qualquer idade podem se submeter a tratamentos de estética bucal, pois nunca é cedo ou tarde demais para cuidar da saúde bucal e ter um sorriso bonito.

Entretanto, apenas o dentista poderá indicar a melhor solução para o seu caso, depois de uma avaliação completa da sua boca.

Agora que você já sabe o que é estética bucal e restauradora, e quer dar um up no sorriso, deve lembrar-se de procurar profissionais especializados.

Se você procura tratamentos odontológicos de qualidade, entre em contato com a Vasconcelos Odontologia e conheça a nossa equipe de profissionais. Temos uma infraestrutura completa e diferenciada para proporcionar conforto aos nossos pacientes durante os tratamentos.