Por que fazer um check-up odontológico preventivo antes de viajar?

“Prevenir é melhor do que remediar”. Esse é um ditado antigo, mas bastante válido, principalmente em relação aos cuidados com nossa saúde bucal. Um simples check up odontológico antes de viajar nas férias pode diagnosticar doenças bucais logo no início, evitando problemas maiores e mais gastos com tratamento, além de prevenir outros problemas orais.

Durante o check up odontológico, o dentista avalia bochechas, língua, garganta, gengivas e ainda verifica se o paciente tem cáries, imperfeições nas restaurações antigas, tártaro e ainda faz uma avaliação da mordida, tudo isso em uma única sessão, que dura menos de uma hora.

Vantagens de se fazer um check-up odontológico preventivo

Vantagens de se fazer um check-up odontológico preventivo antes de viajar

Você terá sempre um sorriso bonito

Além de uma boa higiene bucal diária, as visitas periódicas ao dentista são fortes aliadas na manutenção do sorriso bonito. E se você gosta de sorrir, precisa estar sempre com os dentes impecáveis.

Ao fazer o chek up bucal regularmente, o dentista vai indicar os tratamentos essenciais para você manter seus dentes, como: clareamento dentário, por exemplo, além de orientar a cuidar melhor de sua higiene bucal.

O check up odontológico previne e trata problemas de saúde bucal de forma precoce

O check up odontológico previne e trata problemas de saúde bucal de forma precoce

Problemas de saúde bucal como gengivite (infecção nas gengivas) e doenças periodontais, se tratados logo no início, causam menos transtornos para o paciente, pois, o diagnóstico precoce desses males evita que eles se agravem, afetando a saúde geral de nosso corpo.

Afinal, todos sabemos que uma saúde bucal precária pode ocasionar doenças cardíacas. Isso porque a gengivite e problemas periodontais em estágio avançado disseminam bactérias, que podem cair na corrente sanguínea e chegar ao coração, afetando seu bom funcionamento.

Além do tratamento precoce, o check up odontológico também previne doenças na gengiva, pois, mesmo que o paciente não tenha nenhum problema, o dentista fará uma limpeza dentária, chamada de profilaxia. Nesse procedimento, o profissional retira todo acúmulo de placa bacteriana e tártaro dos dentes, evitando outras patologias.

 

O check up bucal faz bem para a saúde de seu bolso também

O check up odontológico faz bem para a saúde de seu bolso também

O que fica mais barato para você: fazer um check up odontológico geral de sua boca ou fazer um implante dentário? Os problemas citados acima, se não tratados a tempo, podem ocasionar outros tratamentos como canal ou em último caso, a perda dentária. E, quando você perde um dente você tem duas alternativas: colocar dentadura ou fazer implante.

E, independente do procedimento a ser escolhido, a prevenção sempre será a melhor escolha, tanto para a saúde de seu bolso quanto para sua boca. Prevenir custa menos e ainda garante que você mantenha seus dentes por muito mais tempo.

Quantas vezes por ano fazer o check up dentário?

O ideal é fazer o check up odontológico a cada 6 meses, mas essa frequência somente o dentista poderá te dizer, pois isso vai depender dos seus cuidados diários e da saúde de sua boca, dentes e gengivas.

Há pessoas que cuidam melhor de sua higiene bucal, já outras nem tanto e ainda, há aquelas que sofrem de problemas crônicos que afetam a saúde da boca. Portanto, você deve seguir as orientações de seu dentista e comparecer para fazer o check up com a periodicidade que ele te indicar.

Por que a prevenção é importante?

Escovar os dentes, passar o fio dental e usar um enxaguante bucal são procedimentos muito importantes. Entretanto, eles não descartam a necessidade de fazer visitas regulares ao dentista. Pois só o profissional especializado sabe identificar as reais necessidades bucais do paciente e evitar grandes complicações.

É essa cultura de prevenção e diagnóstico que a odontologia moderna está tentando, aos poucos, estabelecer. Realizar intervenções no início do problema, evitando dores futuras ou tratamentos invasivos, como o canal ou até mesmo a extração.

Mas por que a prevenção é o melhor tratamento? Existem três fatores básicos que facilitam esse entendimento:

  • É mais barato
  • O tratamento é bem menor
  • Causa menos desconforto

Quando o paciente realiza consultas periódicas de manutenção ou revisão o dentista consegue detectar possíveis problemas bucais logo no início. Ou seja, ao invés de pegar o paciente já com uma cárie grande, necessitando fazer um tratamento de canal, o profissional vai cuidar daquela cárie pequena ou até insipiente. Evitando complicações mais sérias.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *