Como evitar a dor e desconforto em sua consulta ao dentista?

Aquele inesquecível barulho do motorzinho do dentista te dá arrepios? Você sente medo em sentir dor?

Totalmente compreensível esses temores. Principalmente porque, há pouco tempo, as clínicas odontológicas e especialistas não tinham os aparatos e inovações que dispomos hoje. Devido à falta de recursos, muitos pacientes sofreram ao cuidar de seus dentes, gerando traumas e experiências desagradáveis.

Como evitar a dor e desconforto em sua consulta ao dentista?

Como evitar a dor e desconforto em sua consulta ao dentista?

Porém, não cuidar dos nossos dentes não é uma opção!

Tártaros, mau hálito, gengivites, cáries, placas bacterianas podem virar verdadeiros transtornos na nossa vida. Podendo, inclusive, transformar-se em problemas severos.

Para nosso alívio, as clínicas e especialistas vêm se modernizando dia após dia! Você sabia que, atualmente, já é possível fazer um tratamento complexo sem sentir a picadinha da anestesia e sem ouvir o barulho do motorzinho? Diga adeus aos medos, tensões e apreensões com dores e tratamentos intermináveis.

Atualmente, existem tratamentos com sedação. Esse serviço preza por extrema qualidade e tratamentos rápidos

Quando falamos em tratamentos de alta complexidade, esse tipo de serviço é uma excelente escolha, pois reduz muitíssimo o tempo despendido em tratamentos e prioriza um atendimento exclusivo e acolhedor, com tecnologia super moderna, ambiente confortável e relaxante.

Sedação consciente e cirurgia ambulatorial
Para evitar desconforto, medo ou ansiedade, dispomos de sedação, monitorada e acompanhada por um médico anestesista. A cirurgia ambulatorial em implantodontia tornou-se uma prática comum em função do desenvolvimento de equipamentos sofisticados e adequadas técnicas cirúrgicas, além do surgimento de medicamentos de rápida eliminação e com efeitos colaterais mínimos.

A Vasconcelo Odontologia foi  classificada como “unidade ambulatorial tipo II”, caracterizada como “estabelecimento de saúde, independente do hospital, destinado à realização de procedimentos cirúrgicos de pequeno e médio porte, em nível ambulatorial, em salas cirúrgicas adequadas a essa finalidade, sob anestesia locorregional, com ou sem sedação”.

PLANEJANDO SUAS FÉRIAS DE FINAL DE ANO? QUE TAL APROVEITÁ-LAS COM UM SORRISO NOVO?

O período de férias é um dos mais desejados do ano. É a hora de recompor as energias, conhecer novos lugares ou visitar a família. Para você aproveitar este período com tudo em cima, que tal pensar em chegar lá com um sorriso impecável? Para isto é preciso começar a se planejar agora. Vamos dar aqui algumas dicas de como usufruir das suas férias com um sorriso novo!

COMO APROVEITAR AS FÉRIAS DE FINAL DE ANO COM UM SORRISO NOVO

VISITE SEU DENTISTA PARA UM CHECK-UP

Não existe maneira melhor e mais correta de iniciar o planejamento de um tratamento dentário, seja ele estético ou clínico, sem visitar seu dentista de rotina. Somente ele será capaz de avaliar o que é possível ser feito na sua arcada, dentro do período que você planejou antes das férias. Além disto, nesta visita é hora também de colocar a limpeza (profilaxia) e todas as técnicas clínicas de rotina em dia: independente da sua opção de fazer um tratamento estético ou não.

 

VISITE SEU DENTISTA PARA UM CHECK-UP

MANTENHA A HIGIENE BUCAL EM DIA

Você optou por não fazer nada? Não tem problema. O importante agora é manter em dia a limpeza (profilaxia) feita por seu dentista na visita clínica: escove os dentes ao menos três vezes ao dia (especialmente após as refeições), não se esqueça nunca do fio dental e se julgar necessário use um enxaguante bucal. Esta rotina, feita com cuidado e com tempo (afinal, não adianta gastar dois minutos para escovar os dentes e passar o fio), vai conseguir manter boa parte da limpeza para uma última visitinha final antes de sair para as férias. Lembre-se que o ideal é visitar seu dentista para realizar a limpeza de seis em seis meses.

 TRATAMENTO ODONTOLÓGICO ESTÉTICO EM SÃO PAULO

PENSOU EM ALGO MAIS DIFERENTE? QUE TAL TENTAR UM TRATAMENTO ODONTOLÓGICO ESTÉTICO?

Você resolveu tentar um tratamento estético para chegar com um novo look nas férias? Ótimo! É bom que tenhamos tempo para fazer isto, por este motivo visite seu dentista alguns meses antes de sair para seu recesso. Hoje a odontologia oferece várias alternativas simples e rápidas de tratamento estético com excelentes resultados. Vamos falar de alguns deles aqui:

Facetas laminadas e lentes de contato
Dentes escurecidos, desalinhados ou com restaurações antigas podem ser corrigidos com facetas laminadas e lentes de contato dentais. O tratamento é eficaz e ágil, pois na maioria dos casos duas sessões são suficientes para transformar completamente o sorriso.

As facetas e lentes são muito resistentes quando cimentadas e não são suscetíveis a manchas, o que torna seus resultados seguros e duradouros.

Clareamento a laser em Santos

Clareamento a laser: Uma técnica simples, de realização em uma ou duas consultas, para clareamento de manchas ou de toda a arcada. Primeiro é aplicado um gel clareador na região desejada e depois o dentista utiliza o laser para ativar a ação química nos dentes. Para a maioria dos pacientes é indolor e pode durar alguns anos. Alguns cuidados durante e após a realização do clareamento, como evitar o consumo de bebidas ou alimentos com coloração artificial, cafeína ou molho de tomate, podem ajudar na maior duração deste resultado.

 

CUIDADO COM LESÕES MAIS GRAVES

A grande vantagem de se visitar seu dentista alguns meses antes das férias é a possibilidade de tratar alguma lesão mais grave, caso elas sejam encontradas. Tratamentos como canais, implantes dentários ou realização de coroas levam algumas sessões para lhe permitirem o resultado final desejado, por isto é interessante ter tempo para deixar tudo resolvido antes de partir para suas férias.

QUER ALINHAR O SORRISO? QUE TAL UM APARELHO ORTODÔNTICO INVISÍVEL?

Algumas pessoas ainda temem o uso de aparelhos removíveis ou fixos para consertar pequenas falhas de alinhamento na arcada dentária. Hoje é possível utilizar estes aparelhos por um período muito menor e de maneira bastante eficiente e até “invisível”, por isto é interessante avaliar com um ortodontista a possibilidade de usufruir da ajuda de um destes materiais para deixar seu sorriso bonito.

Dente escurecido. Conheça algumas soluções para tornar o seu sorriso mais branco, bonito e sem manchas.

O surgimento de um dente escurecido sempre é motivo de grande preocupação. Esse problema pode ser resultante de fatores como: uso de antibióticos, placa bacteriana, tratamento de canal, tabagismo e, até mesmo, traumas causados por um acidente ou queda, por exemplo.

Além da questão estética, outro problema é a autoestima do paciente, que fica afetada com o escurecimento dos dentes. Afinal, um sorriso bonito é importante tanto para a vida pessoal como para a profissional.

Dente escurecido. Conheça algumas soluções para tornar o seu sorriso mais branco,

Mas o que fazer? Independentemente da causa do dente escurecido, a Odontologia tem diversos tipos de tratamentos possíveis para tornar o seu sorriso mais branco, bonito e sem manchas. Confira!

 

Restauração com facetas laminadas para dente escurecido

Em caso de tratamento de canal que escureceu o dente, traumas ou uso de antibióticos, o dentista pode fazer o clareamento seguido da aplicação de facetas laminadas

Entretanto, se eles estiverem tortos, o indicado é a correção ortodôntica prévia para prevenir grandes desgastes e ter um tratamento mais conservador, mas, se há alguma objeção ao uso do aparelho fixo, leia sobre a alternativa praticamente invisível, confortável e higiênica do alinhador ortodôntico.

 

Lentes de contato dental

Trata-se se uma excelente opção para quem deseja corrigir as imperfeições na coloração dos dentes. Quando indicado e feito por um dentista competente, pode disfarçar manchas e descolorações, oferecendo um aspecto mais bonito e harmônico ao sorriso.

Os dentes escurecidos pelo tempo ou com excesso de restaurações podem ser muito beneficiados pelas lentes de contato. O tom de branco pode ser escolhido diretamente no consultório, após a avaliação do dentista que será responsável pelo tratamento.

 

Coroas dentárias

A coroa dentária de cerâmica também é indicada para o dente escurecido, desde que a parte “lingual” do dente tenha alguma restauração ou já esteja danificada.

Esse tipo de procedimento é bastante interessante. Contudo, deve ser criteriosamente avaliado pelo dentista, para que seja verificada a viabilidade do uso da coroa dentária para o seu caso.

Descuidar da saúde bucal pode causar problemas cardíacos

A relação entre esses dois fatores se dá quando as bactérias que estão na boca passam para a corrente sanguínea, podendo atingir o coração. Então, elas se aderem a alguma área lesionada e começam a causar inflamações na região podendo até matar.

Como resultado, diversas complicações podem surgir. Uma delas é que o quadro inflamatório tende a aumentar a produção da proteína C-reativa, que é muito associada aos acidentes cardiovasculares por estimular a formação de placas de gordura nos vasos sanguíneos.

Descuidar da saúde bucal pode causar problemas cardíacos

Descuidar da saúde bucal pode causar problemas cardíacos

Outra que costuma aparecer é a endocardite, uma infecção no tecido de revestimento interno do coração — o endocárdio. Para completar, temos a arteriosclerose(doença degenerativa da artéria), o infarto e os AVCs (acidentes vasculares cerebrais)  — que apesar muito negligenciado pelo paciente, é muito perigoso.

Enfim, o sistema cardíaco em geral pode ser obstruído pela ação dessas bactérias, provocando prejuízos às artérias e comprometendo toda a circulação sanguínea.

Aliás, quando o caso não é devidamente tratado, há a possibilidade de ocorrer um quadro de insuficiência cardíaca grave que acabe sendo fatal — ou seja, é preciso ter muita cautela.

Quais são os principais sinais de perigo?

Identificar os grupos de risco é um passo fundamental para tratar os problemas antes que eles evoluam e causem outras complicações. Sendo assim, é importante ficar de olho em sinais como:

  • gengivas muito vermelhas, inchadas e sensíveis;
  • sangramentos da gengiva em situações cotidianas, como ao escovar os dentes ou usar o fio dental;
  • pontos de infecção nas gengivas e em volta dos dentes, com a presença de pus;
  • mau hálito ou a sensação recorrente de estar com um gosto ruim na boca;
  • dentes se afastando ou ficando moles.

Descuidar da saúde bucal pode causar problemas cardíacos

Esses sintomas indicam que há algo de errado com a saúde bucal e você precisa procurar por um cirurgião-dentista. Mas vale lembrar que o ideal é não esperar que isso aconteça.

Um dos maiores riscos nesse caso é quando o paciente apresenta algum tipo de problema sem ter a menor consciência, já que não tem o hábito de visitar o dentista e ainda não tem a devida atenção no seu dia a dia. Assim, é como deixar as portas abertas para as doenças, incluindo as do coração.

Como evitar esse tipo de problema?

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), mais de 17,5 milhões de pessoas morrem todos os anos por conta de problemas cardiovasculares, sendo que grande parte delas mantinha hábitos que não eram saudáveis.

É claro que as doenças cardíacas também possuem outras causas, contudo é melhor evitar que a saúde bucal precária seja uma das suas motivações, não é mesmo?

Portanto, é preciso ficar muito atento aos cuidados que mantemos diariamente com a nossa boca. Nesse sentido, as duas principais regras são fazer uma boa higienização todos os dias após as refeições e visitar o dentista regularmente.

Além disso, é bom seguir algumas dicas práticas para reduzir as chances de prejudicar a sua saúde e qualidade de vida:

Descuidar da saúde bucal pode causar problemas cardíacos

  • não esquecer-se de passar o fio dental para ajudar a retirar os resíduos de alimentos, causadores da placa bacteriana;
  • manter uma alimentação nutritiva e equilibrada, procurando reduzir principalmente a quantidade de açúcar ingerido;
  • evitar o hábito de fumar, já que o tabaco é capaz de destruir a saúde da gengiva;
  • fazer limpezas mais profundas e preventivas com o dentista a cada seis meses.

Entendeu como funciona a relação entre saúde bucal e  doenças do coração? Se você gostou dessas dicas, aproveite para cuidar da sua saúde bucal e visitar o dentista periodicamente

Extração do dente siso: quando é necessária?

Os dentes sisos, popularmente conhecidos como “dentes do juízo”, são os últimos molares de cada lado dos maxilares, surgindo geralmente entre os 16 e 20 anos de idade. A extração do dente siso é uma questão que preocupa muitos jovens e adultos, principalmente por uma eventual expectativa da dor durante o procedimento. Porém, sabemos que, se feita por um especialista e com procedimento anestésico correto, é uma cirurgia simples e indolor.

Extração do dente siso: quando é necessária

No entanto, é muito importante ressaltar: a extração não é obrigatória em todos os casos. Cada quadro deve ser analisado individualmente pelo dentista.

No post de hoje, você vai compreender quando a extração do dente siso é necessária e como ocorre o procedimento!

Extração do dente siso: avaliação deve ser feita pelo dentista

A extração dos dentes sisos é um procedimento que quando realizado por um profissional capacitado, se torna um simples e indolor, com um pós operatório tranquilo. Mas será que todas as pessoas precisam extrair os famosos dentes do juízo? A resposta é: nem sempre.

 

É de responsabilidade do dentista avaliar o posicionamento dos dentes sisos: nos casos em que a erupção do dente é completa, não prejudica a arcada dentária e possui boas condições de higiene bucal, a extração dos sisos não é necessária e os dentes podem ser preservados.

Extração do dente siso: quando é necessária

Quando a extração do dente siso deve ocorrer?

Os dentes sisos apenas devem ser removidos quando podem apresentar problemas futuros para o paciente. Nesses caso, a extração deve ocorrer o mais cedo possível, pois os dentes não estão com a formação completa da raiz e são mais fáceis de remover.

A extração do dente siso deve ocorrer quando o espaço para seu nascimento não é suficiente. Se, nesses casos, os dentes não são extraídos, poderão ficar inclusos – presos embaixo do tecido gengival por outros dentes ou osso, podendo causar inchaço e dor no local.

A extração é indicada quando o paciente apresenta dores e infecções recorrentes, cistos, tumores, gengivites ou cáries profundas. Porém, é o dentista que deverá avaliar a situação e designar o tratamento adequado para o caso.

Como é feita a extração do dente siso?

Quando considerada necessária pelo dentista, a extração do siso é realizada mediante cirurgia. Geralmente, a anestesia utilizada é a local, ministrada por injeção. Em alguns casos, o uso de sedativos também pode ser autorizado pelo cirurgião-dentista.

Após a área estar devidamente anestesiada, uma incisão é realizada na pele da gengiva, que é deslocada para que o cirurgião-dentista consiga visualizar o siso a ser retirado. Se o dente ainda não erupcionou, o osso que recobre o siso é removido. Por fim, é feita a remoção do dente siso, seguidos de uma sutura.

tempo do procedimento pode variar em cada caso. Geralmente, ao menos 30 minutos são destinados para cada remoção. Extrações mais fáceis podem ser ainda mais breves, demorando cerca de 5 minutos.

É extremamente importante que o procedimento seja realizado em uma clínica Odontológica segura e confiável. Assim, a recuperação torna-se muito mais rápida e indolor ao paciente.

Cuidados após extração do dente siso

Após a extração do dente siso, alguns cuidados devem ser levados em consideração para uma recuperação mais rápida:

  • Dieta líquida nos primeiros três dias, evitando alimentos muito quentes;
  • Utilização correta das medicações indicadas pelo cirurgião-dentista;
  • A escovação dos dentes deve ser realizada suavemente, evitando os dentes vizinhos dos sisos extraídos nas primeiras 24 horas;
  • Não fume nos primeiros sete dias;
  • Visite o cirurgião-dentista após 7 dias para retirada dos pontos.

O lago de Como proporciona uma das vistas mais bonitas da Lombardia

O lago de Como proporciona uma das vistas mais bonitas da Lombardia. O cenário é absolutamente deslumbrante: um lago cristalino com muitos tons de azul, rodeado por montanhas e florestas, que abriga dezenas de cidadezinhas, vilas históricas, igrejas centenárias, castelos medievais e casas coloridas. Sem falar na beleza das flores e na infinidade de cores, é indescritível.

Um pouquinho de informação: O lago de Como é o terceiro maior lago da Itália, depois do lago de Garda e do lago Maggiore. Trata-se de um lago glacial, ou seja, é formado pelas depressões das geleiras derretidas. É um dos lagos mais profundos da Europa, perto de Argegno atinge os 414 metros de profundidade.

Como ir de Milão a Como

Você pode ir de Milão a Como de carro ou de trem. De carro, basta pegar a estrada A9 Milano-Como-Chiasso que, depois de meia hora, 50 quilômetros e 4 euros muito bem gastos com pedágio, você estará em Como, aí é só colocar o carro no estacionamento ou nas áreas onde é permitido estacionar (há uma linha azul pintada no chão, se a linha for amarela não estacione, essas vagas são destinadas aos moradores de Como) e comprar o bilhete da zona azul na máquina (€ 2 a hora).

O trem para Como sai da estação Cadorna e da estação central, a passagem custa aproximadamente € 10 (ida e volta), o trajeto dura em torno de 1 hora e você desembarcará em frente ao lago (estação Como Nord Lago).

A companhia de trem que opera no lago de Como é a Trenord, a passagem pode ser comprada por internet, nas máquinas que estão dentro das estações de trem ou nos guichês. O preço é sempre o mesmo, comprando com antecedência ou diretamente no caixa.
Passeio de barco pelo lago de Como

São duas as opções de transporte pelo lago: os barcos particulares e os barcos públicos.
Os barcos particulares custam € 300 a hora e levam, em média, 12 passageiros. O preço é o mesmo, independente do barco que você escolher e da quantidade de pessoas que estiverem a bordo. Ou seja, se você estiver com um grupo de 4 pessoas, pagará € 300, se estiver com mais 1 pessoa, também pagará € 300.

Os barcos públicos percorrem as 40 cidadezinhas ao redor do lago e o preço das passagens varia entre € 1,30 e € 14,80, dependendo do trajeto escolhido e da época do ano. Os destinos sugeridos são a ilha Comacina, Bellagio, Laglio, Tremezzo e Varenna.

O passeio de barco de Como a Varenna tem a duração de, aproximadamente, 2 horas com o barco lento e de 1 hora com o barco rápido. De Varenna a Bellagio leva menos de 20 minutos. De Bellagio a Como são em torno de 2 horas com o barco lento (€ 10,40) e de 1 hora com o barco rápido (€ 14,80).

Fique atento à rota e aos horários dos barcos, embora saiam do mesmo local, os destinos e a duração dos passeios variam.

O bilhete do barco rápido é mais caro que o do barco lento.

O preço dos bilhetes e o horário dos barcos mudam de acordo com a época do ano.

Dica: se você quiser visitar mais de uma cidade, compre o bilhete de circulação livre (biglietto di libera circolazione), que custa € 25,8, é válido por todo o dia e o número de viagens é ilimitado.

Que cidades visitar no lago de Como

Bellagio – conhecida como a pérola do lago, é uma das cidadezinhas mais bonitas e mais românticas do lago de Como. As principais atrações são a Villa Serbelloni e o lindo jardim da Villa Melzi.
Como – com pouco mais de 90.000 habitantes, é a maior cidade do lago. Os principais pontos turísticos são as igrejas, a vila Olmo e o templo em homenagem ao cientista Alessandro Volta.

Qual é a melhor época para visitar o lago de Como: final de março ao final outubro, ou seja, primavera, verão e começo do outono. Alguns pontos turísticos como a ilha de Comacina, a vila Carlotta, a vila Melzi, a vila Monastero e o castelo de Vezio fecham nos primeiros dias de novembro e só reabrem no final de março.

Facetas dentais na conquista do sorriso perfeito

Você vê a foto de uma celebridade e fica admirada com o sorriso perfeito. Mas isso já é possível graças as facetas dentais, procedimento considerado mais avançado da odontologia estética. Essa técnica devolve dentes mais brancos e alinhados de maneira rápida, podendo chegar perto da perfeição.

As facetas laminadas são personalizadas, ou seja, feitas sobre medida para se encaixar perfeitamente nos dentes. O trabalho do dentista é artesanal e com muita precisão para dar ao dente um aspecto mais natural possível. É indicado para corrigir dentes manchados, desalinhados, desgastados, trincados, irregulares ou anormalmente espaçados.

Facetas dentais na conquista do sorriso perfeito

O resultado é satisfatório e com o novo sorriso, os pacientes recuperam a autoestima e a confiança, pois o sorriso fica bem natural e bonito. Os pacientes quando terminam o tratamento ficam bem emocionados porque em muitos casos, é a realização de um sonho. Tem gente que fica com receio de mostrar o sorriso e após o tratamento, voltam a sorrir com uma facilidade incrível e mudam até o comportamento sobre a satisfação dos pacientes após a realização do procedimento. O importante é conversar bastante com o dentista e acreditar no trabalho do profissional e juntos, fazer um planejamento para ver o tamanho e o formato do novo dente.

Características e tipos de facetas dentais

As facetas laminadas são cerâmicas (próteses) finas coladas na frente dos dentes, com alto poder de resistência à descoloração (manchas) e ao desgaste dental. Foi estudada para ter um comportamento físico, químico e estético semelhante aos dentes naturais. Mas para a sua manutenção e durabilidade, exige uma boa higienização bucal e visita ao dentista regularmente.

Vamos explicar a diferença entre a faceta de resina e a de porcelana, os dois tipos de facetas mais conhecidas:

– Faceta de resina no consultório: é feito dente por dente produzida com um bisnaga de resina, como se fosse uma restauração.

– Faceta de resina prensada no laboratório: o corpo inteiro do dente já vem pronto para fazer a cimentação

Ambas quebram e mancham com mais facilidade e uma durabilidade inferior comparada com a faceta de porcelana.

– Faceta de porcelana ou cerâmica: não mancha, tem uma resistência muito semelhante ao esmalte e a durabilidade é muito maior

O procedimento é o mesmo entre os três tipos de facetas, mas a faceta da porcelana é muito melhor pelas qualidades do material que ela possui.

Conheça alguns cuidados com a saúde bucal na terceira idade

Durante toda a vida, é essencial manter os cuidados com os dentes a fim de garantir a saúde bucal e ter um sorriso bonito. No entanto, à medida que a idade avança, é preciso prestar ainda mais atenção nisso, afinal, pessoas que chegaram à terceira idade têm maiores chances de desenvolverem alguns problemas (como a gengivite, a periodontite e cáries de raiz).

Para ajudar a manter os dentes saudáveis e melhorar a qualidade de vida e autoestima das pessoas na melhor idade, preparamos este post com dicas essenciais de cuidados. Continue lendo e descubra como sorrir sem medo!

1. Escolher corretamente a escova de dente

Antigamente, acreditava-se que a escova de dente precisava ser dura e que a escovação deveria incluir força para eliminar os resíduos. No entanto, a odontologia veio mostrar que, na verdade, nossa boca precisa ser limpa com delicadeza.

Por isso, é fundamental escolher uma opção macia ou, preferencialmente, extramacia. Isso porque elas fazem a limpeza sem agredir as gengivas, que podem ficar mais vulneráveis com o tempo. Além disso, para quem tem dentes sensíveis e raízes expostas, as escovas de cerdas suaves realizam uma higiene mais confortável.

2. Usar um bom creme dental

A opção escolhida deve ser rica em flúor — substância fundamental na prevenção às cáries e no fortalecimento dos dentes. Em casos de pessoas que sofram com sensibilidade, o uso de cremes indicados para esse problema ajuda a minimizar o desconforto.

Mas é importante sempre consultar o dentista a fim de que ele possa avaliar alguma necessidade específica e ajudar na escolha do melhor creme dental para cada caso e paciente.

3. Fazer uma higiene bucal adequada diariamente

Todos os cuidados com os dentes são muito importantes, mas, na hora de realizar a higiene bucal, precisamos ter ainda mais atenção. Isso porque é a limpeza inadequada ou insuficiente que provoca a maioria dos problemas e doenças.

É essencial escová-los no mínimo três vezes ao dia, sendo o ideal depois de cada refeição. O uso diário do fio dental também é necessário.

Quando houver dúvidas sobre a forma correta da escovação, é muito válido procurar um dentista para que ele possa esclarecer como realizar os movimentos do jeito certo.

4. Beber bastante água

Na terceira idade é comum fazer uso de medicamentos, e muitos deles podem causar o problema da boca seca (xerostomia) — que também pode ser motivado pela negligência no consumo de água.

A redução na produção de saliva é o que faz a boca ficar seca, e essa secreção é muito importante na prevenção de problemas bucais. Ela mantém os dentes naturalmente higienizados, evita a cárie e o mau hálito.

Por isso, beba bastante água, mesmo em épocas mais frias. O ideal é tomar pequenas quantidades ao longo do dia para que ela seja absorvida de forma satisfatória pelo organismo.

5. Manter uma dieta nutritiva

Os dentes precisam de nutrientes para se conservarem fortes e os tecidos de sustentação também necessitam de vitaminas. Por esse motivo, mantenha uma dieta rica em alimentos nutritivos que possam garantir a saúde orgânica e bucal.

Tenha em seu cardápio ingredientes naturais, sempre frescos. Evite enlatados, embutidos, industrializados e pratos gordurosos.

6. Reduzir o consumo de açúcar

O açúcar é um grande vilão tanto para a saúde quanto para os dentes. Ele é o principal causador de cáries e, como na terceira idade elas podem afetar até a raiz, é muito importante evitá-lo.

Sempre que possível, prefira eliminar essa sustância de seus pratos. Quando for indispensável, busque alternativas como o mel ou adoçantes. Evite também os alimentos muito açucarados (como os refrigerantes e os doces). Mas, caso não possa — ou não consiga — escapar do seu consumo, escove os dentes para eliminar os resíduos da boca.

7. Tratar problemas de saúde

Os cuidados com os dentes nem sempre envolvem medidas diretas para a prevenção de doenças, mas também podem estar associados às preocupações gerais com a saúde. Isso porque alguns problemas bucais, comuns da terceira idade, podem estar relacionados a outros distúrbios.

Esse é o caso da diabetes, osteoporose, hipertensão, das doenças imunes, dos problemas cardíacos e do câncer. Por isso, é fundamental se manter atento ao bem-estar para que os dentes também sejam protegidos.

Os desequilíbrios orgânicos precisam estar devidamente controlados e ser tratados segundo a orientação médica para que isso reflita de forma positiva no sorriso.

8. Evitar o hábito de fumar

O cigarro não traz nenhum tipo de benefício para a saúde e os dentes também sofrem com esse costume. Diversas doenças são causadas por essa prática, como:

  • gengivite;
  • periodontite;
  • halitose;
  • GUNA (Gengivite Ulcerativa Necrosante Aguda);
  • boca seca;
  • candidíase (sapinho);
  • manchas e amarelamento;
  • câncer de boca.

Por isso, evite fazer uso do cigarro, porque ele poderá abalar toda a saúde bucal, além da orgânica.

9. Consultar o dentista com frequência

Um dos cuidados com os dentes que nunca devem ser negligenciados são as idas ao dentista, que devem acontecer pelo menos duas vezes ao ano. Essas consultas são fundamentais para acompanhar o bem-estar e prevenir doenças.

Além disso, as visitas regulares são importantes a fim de diagnosticar possíveis problemas logo no começo. Dessa maneira, o tratamento é mais simples e as chances de recuperação são maiores.

O dentista também será capaz de avaliar a necessidade de outras intervenções que possam oferecer mais conforto ao paciente (como a colocação de implantes ou adoção de próteses para quem possui dentes faltosos). Essas opções interferem de forma positiva na qualidade de vida e na autoestima do idoso.

Saiba como funciona a cirurgia de implantes dentários

Como funciona a cirurgia de implantes dentários

Não é segredo para ninguém que um belo sorriso está diretamente ligado à autoestima. A saúde bucal tem um impacto enorme na qualidade de vida e, por isso, merece atenção. Se você deseja aprimorar esse aspecto e busca informações sobre cirurgia de implantes dentários, vale a pena conferir as dicas que reunimos neste artigo.

A verdade é que uma cirurgia de implantes dentários envolve diferentes etapas – e cada uma delas é muito importante para garantir um resultado final excelente. Antes do procedimento, em si, é indispensável contar com o auxílio de profissionais capacitados para analisar o seu caso em particular.

Cerca de 98% dos implantes dentários têm ótimo resultado final. Mas, com o intuito de assegurar o sucesso da cirurgia, são necessárias algumas etapas de observação e alinhamento das expectativas do paciente. Quer entender melhor como funciona o processo?

Abaixo, explicaremos cada uma das etapas!

 implantes dentários em, Santos

Procedimento de implantes dentários: a preparação

A primeira e mais importante etapa da cirurgia de implante dentário é o planejamento prévio. Nessa fase, nós tentamos descobrir quais os objetivos e desejos do paciente e quais as reais possibilidades de trabalho que existem.

A colocação do implante é sempre feita após um estudo no computador do tipo de osso do nosso paciente, através da tomografia computadorizada. A partir dela, é selecionado o modelo e tamanho do implante dentário. Atualmente, existem diferentes tamanhos que podem ser utilizados em diferentes situações.

A partir do momento em que é determinado o tamanho do implante para aquele paciente, são utilizadas brocas de mesmo tamanho para preparar a região que vai receber o implante dentário. Aí é que entra a habilidade do cirurgião para colocar o implante no lugar e angulação ideal, pois ele deverá ficar ali por muito tempo – quem sabe, até para o resto da vida.

A cirurgia para colocar implantes dentários não é um processo complicado. Com as atuais técnicas e sem imprevistos, a instalação de um implante leva, normalmente, de 20 a 30 minutos. O procedimento pode ser realizado no próprio consultório do dentista com anestesia local e o paciente não sente dor em nenhum momento.

cirurgia de implante dentário

3 etapas da cirurgia de implante dentário

De modo geral, são três as fases englobadas no processo de colocação dos implantes dentários. A seguir, explicamos em detalhes cada uma delas:

Fase Cirúrgica

Geralmente, é considerada uma cirurgia de pequeno porte. Utiliza-se uma anestesia local para que o paciente não sinta qualquer tipo de dor ou incômodo durante o processo. O procedimento consiste em uma pequena incisão na gengiva, com a finalidade de expor o leito ósseo.

O dentista precisa ter bom acesso à região para instalar o implante dentário corretamente. Em seguida, são utilizadas pequenas brocas para fazer a perfuração do osso. O processo é realizado de forma a expandir progressivamente a cavidade para que possa receber o implante do tamanho selecionado pelo dentista.

O implante é inserido na cavidade e recebe uma tampa de proteção. Por fim, é realizada uma sutura da região.

Fase de reabertura e moldagem

Esta fase é ainda mais simples que a primeira e ocorre de três semanas a seis meses após a primeira fase, dependendo do tempo de osseointegração do implante e da marca do implante utilizado.  Essa fase tem como objetivo reabrir caminho para que os implantes possam, em breve, receber as próteses dentárias.

A cicatrização nessa fase é bastante previsível e tranquila. A cicatrização gengival é algo muito importante para que haja sucesso estético na colocação das próteses dentárias.

Colocação das próteses

Assim que a gengiva se recupera plenamente, as próteses são enfim confeccionadas e colocadas nos implantes dentários dos pacientes. Dificilmente, um implante é perdido após sua colocação. As próteses geralmente levam de duas a três sessões para serem concluídas.

A estética e funcionalidade das próteses sempre devem ser os objetivos principais neste momento para o sucesso total de qualquer reabilitação oral.

Implantes dentários, a evolução da odontologia

Implantes dentários, a evolução da odontologia

Os implantes  dentários representam uma verdadeira revolução na odontologia. Eles podem suportar a colocação de dentes artificiais da mesma forma que as raízes naturais, além de representarem uma ótima alternativa para as dentaduras, que se deslocam e causam muito desconforto.

Os implantes dentários devolvem a capacidade de mastigação dos alimentos e aumentam a confiança do paciente para falar e sorrir, recuperando sua autoestima. Mas, para garantir seu sucesso, a cirurgia deve ser feita por um dentista especializado em Implantodontia, que possua experiência e conhecimento na área para determinar o melhor tratamento para cada paciente.

Para ter um ótimo pós-operatório, as pessoas que passarem por esse procedimento devem seguir as orientações do profissional rigorosamente.

O que é estética bucal e restauradora?

estética bucal em São Paulo

Você sabe o que é estética bucal? Se você respondeu que é ter um sorriso bonito e bem alinhado, acertou, pois quando falamos em estética estamos nos referindo justamente à beleza. E um dos principais fatores ligados à beleza de uma pessoa é o sorriso.

Já a restauração estética consiste em reparar danos causados à estrutura dental de forma que deixe o resultado mais natural possível. Por isso, são usados novos materiais que substituem as restaurações antigas, de metal ou amálgama, que eram muito visíveis e atrapalhavam a beleza do sorriso dos pacientes.

Como funcionam os tratamentos de estética bucal e restauradora?

Hoje amos tratar dos benefícios da estética bucal e como funcionam os tratamentos. Confira!

Como funcionam os tratamentos de estética bucal e restauradora?

Para que você entenda melhor o que é estética bucal, listamos a seguir os tratamentos voltados para fins estéticos. Veja quais são:

  • clareamento dental;
  • troca de restaurações antigas por resina ou porcelana;
  • facetas de porcelana;
  • lentes de contato dental;
  • limpeza dentária profissional;
  • aparelho ortodôntico.

lentes de contato dental em são paulo

Todos esses tratamentos visam não somente manter a saúde bucal do paciente, mas proporcionar um sorriso bonito e harmônico.

Quem pode se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Qualquer pessoa que esteja insatisfeita com seu sorriso pode procurar tratamentos odontológicos estéticos. E não é preciso que você esteja com um problema muito grande, pois é possível corrigir pequenas falhas, proporcionando um resultado bastante natural.

Se a sua insatisfação for em relação a um único dente, ele pode ser facilmente resolvido com um tratamento não invasivo e em poucas sessões. Mas, se você quer fazer uma transformação radical no sorriso, também é possível e de forma totalmente indolor.

Quais são os benefícios da estética bucal?

Quais são os benefícios da estética bucal?

Todos sabem como a estética bucal influencia a vida das pessoas, pois o sorriso é nosso cartão de visitas. Um sorriso bonito pode ajudar nas relações de trabalho, com a família, a ter acesso a muitas oportunidades na vida.

Falando assim, parece exagero, mas não é. Afinal de contas, pessoas insatisfeitas com seus dentes tendem a ser retraídas, por vergonha de sorrir, e isso prejudica suas relações.

Além disso, um defeito no corpo ou na pele pode ser facilmente escondido com roupas, acessórios e maquiagem, mas nos dentes não tem como, pois ainda não inventaram nada que disfarce suas imperfeições.

Além disso, dentes saudáveis e bem alinhados impedem problemas de saúde bucal, como cáries, tártaro e problemas na gengiva.

Existe idade para se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Existe idade para se submeter aos tratamentos de estética bucal?

Claro que não. Pessoas de qualquer idade podem se submeter a tratamentos de estética bucal, pois nunca é cedo ou tarde demais para cuidar da saúde bucal e ter um sorriso bonito.

Entretanto, apenas o dentista poderá indicar a melhor solução para o seu caso, depois de uma avaliação completa da sua boca.

Agora que você já sabe o que é estética bucal e restauradora, e quer dar um up no sorriso, deve lembrar-se de procurar profissionais especializados.

Se você procura tratamentos odontológicos de qualidade, entre em contato com a Vasconcelos Odontologia e conheça a nossa equipe de profissionais. Temos uma infraestrutura completa e diferenciada para proporcionar conforto aos nossos pacientes durante os tratamentos.