Plástica Gengival, a cirurgia de correção pra quem tem gengiva alta

A beleza do sorriso não está apenas nos dentes. Sua harmonia depende dos diversos elementos que o compõem, como a gengiva, os lábios e as características faciais de cada paciente. Os contornos gengivais, bem como suas características de coloração e textura, merecem cuidadosa atenção, visto que são imprescindíveis para o equilíbrio do sorriso. Dessa forma, podemos atuar nas gengivas para aprimorar ainda mais a estética bucal.

Esse tipo de procedimento é composto, principalmente, por dois tipos de cirurgias. O primeiro visa à criação de tecido epitelial adequado ao controle de placa bacteriana ao redor do implante e o segundo tipo de cirurgia tem como objetivo o aprimoramento estético junto à prótese definitiva, aumentando o volume de tecido mole perdido devido à ausência dentária.

LEIA TAMBÉM Como ter dentes e gengivas saudáveis com bons hábitos alimentares

O problema da gengiva alta pode ser em níveis mais amenos ou bem graves e pode ter diversas causas:

  • encurtamento do lábio superior;
  • fatores congênitos ou adquiridos, como:
  • hiperplasia gengival por medicamentos, placa bacteriana ou aparelho ortodôntico;
  • hereditariedade;
  • hiperatividade do músculo elevador do lábio superior;
  • erupção dentária alterada;
  • crescimento vertical da maxila;
  • disfunções hormonais ou
  • causas mistas, ou seja, mais de uma causa juntas. 

    A periodontia oferece cirurgias diversas para corrigir, minimizar a aparência ou disfarçar as gengivas salientes. É a Cirurgia Plástica Periodontal, que deve ser escolhida conforme o caso, após um exame minuncioso, em que são avaliadas as características físicas, pontos faciais de referência, situação da saúde gengival, radiografias e fotografias das proporções entre altura e largura de cada dente. Esses exames são feitos de várias formas, com os lábios em repouso ou com um sorriso forçado.

    A identificação da origem do problema é fundamental para a escolha do tipo de procedimento a ser realizado.

    A chave para a prevenção e a recuperação da saúde é a informação. Pensando nisso, desenvolvemos informativos periodicamente com alguns dos assuntos que consideramos essenciais em odontologia. Neles, buscamos trazer informações detalhadas e com comprovação clínica e científica, de modo que você obtenha esclarecimentos de uma fonte confiável e possa tirar todas as suas dúvidas sobre saúde e tratamentos odontológicos. Confira este material desenvolvido especialmente para você.

ACESSE E CONHEÇA MAIS COMO TER GENGIVAS SAUDÁVEIS
ACESSE E CONHEÇA MAIS COMO TER GENGIVAS SAUDÁVEIS

 

  •  

    O procedimento para retirada do excesso de gengiva chama-se gengivoplastia e é relativamente simples. A anestesia é local e a cicatrização leva de 7 a 14 dias. Observados todos os cuidados pré e pós-operatórios, quando  o paciente deve colaborar para o sucesso dos resultados.

    Quando a origem do problema gengival é esquelético, ou seja, o paciente apresenta crescimento do maxilar superior e a exposição gengival é maior do que 8mm, a indicação é que um cirurgião bucomaxilofacial realize uma cirurgia ortognática, em que parte do osso é removido e reposicionado.

  • Consulte sempre seu dentista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *