Procrastinação: como romper esse ciclo

Ao imaginar uma pessoa altamente produtiva, costumamos pensar em alguém que se concentra facilmente ao trabalho e nunca sucumbe à procrastinação. Aquele perfil que pode se sentar no chão em uma estação de metrô com seu laptop e ainda conseguir fazer mais em uma hora do que você faria em um dia na biblioteca.

A verdade é que pessoas produtivas enfrentam os mesmos desafios de procrastinação que qualquer um. A diferença é que elas quebram esse ciclo com o uso de uma abordagem calculada. Primeiro assimilam o porquê da procrastinação, e então aplicam estratégias para vencê-la antes de serem tomadas por ela. Qualquer um pode seguir esse processo em duas etapas, orientadas por uma pesquisa, para superar a improdutividade.

O ciclo vicioso da procrastinação

Você não pode esperar parar de procrastinar até que tenha um entendimento sólido do motivo pelo qual isso acontece. Uma nova pesquisa do professor de psicologia Joseph Ferrari na Universidade DePaul mostra que a improdutividade é mais complicada do que a maioria das pessoas pensa.

Os profissionais tendem a pensar na inércia como resultado de má administração do tempo ou preguiça, mas o estudo mostra que a procrastinação vem de emoções negativas que roubam o humor. Uma vez que você está sob a influência dessas sensações, não é possível trabalhar. Em vez de serem preguiçosas ou desorganizadas, as pessoas geralmente adiam as coisas porque não se sentem bem para concluir a tarefa. Fazer isso as insere firmemente em um ciclo vicioso de improdutividade. Com a falta de humor para trabalhar, elas se distraem com outras tarefas – verificação de e-mails e notícias, limpeza da mesa, conversas com os colegas etc.. E, quando retomam as atividades, sentem-se culpadas por ter desperdiçado tanto tempo. Isso só piora o humor, e à medida que o prazo se aproxima, o sentimento é ainda pior do que quando desistimos de uma tarefa.

 

Rompendo o looping e definindo estratégias

Combater a procrastinação é uma simples questão de sair do looping descrito acima e assumir o controle de seu humor. Com as estratégias certas, você pode tomar as rédeas e colocar-se no clima para dar conta de tudo.

 

Descubra o porquê

Quando você não está com vontade de trabalhar, a procrastinação lhe dá uma mensagem importante. Pode ser algo simples, como a necessidade de fazer uma pausa ou um lanche. Mas também pode ser complexo, como o sentimento de carregar a equipe nas costas ou a insatisfação com o trabalho. Seja o que for, em vez de se punir por procrastinar, reserve um momento para refletir e descobrir por que você adia suas tarefas. Essa simples atitude pode ser a etapa mais relevante para conquistar a produtividade.

 

Remova os obstáculos

Antes de iniciar uma tarefa, reserve um momento para considerar cuidadosamente os obstáculos que podem atrapalhar seu fluxo. Em seguida, desenvolva um plano para garantir que eles não interfiram. Por exemplo: você pode ter instruções para uma tarefa no seu e-mail e, se não fizer nada a respeito, voltará várias vezes à sua caixa de entrada para vê-las, apenas para se distrair com outras mensagens.

Nesse caso, seu plano de gerenciamento deve ser o de obter as instruções da sua caixa de entrada antes de iniciar o trabalho. Ao planejar com antecedência, você pode manter o foco e evitar a procrastinação. Afinal, é muito mais difícil recuperar a concentração do que mantê-la.

Se jogue, não importa o que aconteça

Às vezes é muito difícil começar algo, mesmo se for uma atividade que você goste de fazer. Algumas pessoas poderiam olhar por horas para um documento do Word em branco. O primeiro passo é difícil, mas uma vez que você comece a digitar o primeiro parágrafo, o humor melhora drasticamente.

Ao colocar sua atenção no quão difícil é começar, você se desencoraja. Mas dar início a uma tarefa, qualquer que seja ela, sem pensar, melhora o humor e ajuda a manter o fluxo das tarefas.

Elimine os buracos. Nós geralmente procrastinamos porque nos sentimos intimidados com a dimensão de um projeto. Para minimizar a insegurança, tente desmembrar as tarefas. Encontre etapas menores que podem ser realizadas de maneira rápida e fácil. Escrever uma proposta pode exigir 10 horas de concentração intensa, mas você pode redigir uma introdução em 15 minutos e desenvolver uma lista de resultados em 10. Esses afazeres menores desconstroem a complexidade do projeto.

Comemore as pequenas vitórias

Não há nada como riscar um item da sua lista de tarefas. Para evitar a procrastinação, você precisa experimentar esse sentimento de realização e acompanhar seu progresso com cuidado. Pequenas vitórias constroem novos NR3C4s (receptores nucleares ativados por hormônios androgênicos) nas áreas do cérebro responsáveis ​​pela recompensa e motivação.

O aumento desses receptores aumenta a influência da testosterona, o que eleva ainda mais a confiança e a disposição para enfrentar os desafios. Isso mantém você produtivo e em posição para avançar. Às vezes, eliminar itens simples da lista é o bastante para construir a força mental e lidar com tarefas grandes. Lembre-se: não se trata de realizar pequenas atividades para evitar as complexas, mas sim incluir as menores para aumentar seu foco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *