Retração gengival, um problema que tira o sono de muita gente.

A retração gengival é um das principais causas para consultas ao dentista. E com razão, já que a além dos danos estéticos ao sorriso, a recessão das gengivas traz consigo dores e até mesmo riscos para fraturas e perdas dentárias. E o pior de tudo isso é que o problema pode aparecer até mesmo em indivíduos com excelente padrão de escovação dos dentes. Nestes casos, tratar rapidamente a condição recessiva é a melhor ideia.

O tratamento da retração gengival varia de acordo com as causas. A mais comum é a periodontite, uma doença infecciosa associada à higienização oral deficiente cujos resultados é a reabsorção das gengivas e do osso que circunda as raízes dentárias. Nestes casos, a terapia básica envolve a remoção (raspagem) da placa bacteriana e tártaro localizados junto e abaixo das gengivas.

Retração gengival, um problema que tira o sono de muita gente.

Retração gengival, um problema que vem tirando o sono de muita gente.

A segunda causa mais frequente para o aparecimento precoce de raízes dentárias expostas é a pressão excessiva das cerdas das escovas dentárias contra os tecidos gengivas – o trauma gengival por escovação. O tratamento da retração gengival, nestas condições, faz-se através de novas instruções de higiene oral e seleção cuidadosa de instrumentos para limpar dentes e gengivas.

Gengivas finas, o biotipo que aumenta as chances para a retração gengival.

A retração gengival normalmente ocorre de maneira mais rápida em indivíduos com gengivas finas e delicadas. E quando as causas para a recessão das gengivas é a escovação e uso de fio dental de forma a traumatizar os tecidos, os riscos para a exposição das raízes dentárias fica ainda mais evidentes. O que fazer?

Os riscos para a retração das gengivas de biotipo fino aumentam ainda mais quando estas estão associadas a freios labiais, dentes mal posicionados e tratamento ortodôntico inapropriados. Além disso, várias pesquisas científicas indicam que a recessão das gengivas ocorre de maneira mais intensa quando causadas por doenças gengivais infecciosas como a gengivite ou periodontite. Nestes casos, um rol de procedimentos preventivos e cirúrgicos precisam se tomados com urgência.

Uso indevido do fio dental pode retrair gengivas finas.

Retração gengival, um problema que tira o sono de muita gente.

O biotipo gengival fino requer atenção redobrada na hora da higienização. Para se ter uma ideia da fragilidade dos tecidos gengivais delicados, até mesmo o fio dental pode ser o motivo para o aparecimento precoce de gengivas retraídas. E nem adianta parar de passá-lo, já que esta atitude pode resultar em doenças periodontais que destroem o osso que envolve as raízes.

 

Palitos de dentes, escovas interdentais ou instrumentos de higienização indicados para pacientes em tratamento com aparelho ortodôntico também trazem riscos para gengivas retraídas. De qualquer forma, a consulta ao dentista é o momento ideal para descobrir como limpar corretamente seus dentes sem riscos para traumas teciduais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *