Saiba como funciona a cirurgia de implantes dentários

Como funciona a cirurgia de implantes dentários

Não é segredo para ninguém que um belo sorriso está diretamente ligado à autoestima. A saúde bucal tem um impacto enorme na qualidade de vida e, por isso, merece atenção. Se você deseja aprimorar esse aspecto e busca informações sobre cirurgia de implantes dentários, vale a pena conferir as dicas que reunimos neste artigo.

A verdade é que uma cirurgia de implantes dentários envolve diferentes etapas – e cada uma delas é muito importante para garantir um resultado final excelente. Antes do procedimento, em si, é indispensável contar com o auxílio de profissionais capacitados para analisar o seu caso em particular.

Cerca de 98% dos implantes dentários têm ótimo resultado final. Mas, com o intuito de assegurar o sucesso da cirurgia, são necessárias algumas etapas de observação e alinhamento das expectativas do paciente. Quer entender melhor como funciona o processo?

Abaixo, explicaremos cada uma das etapas!

 implantes dentários em, Santos

Procedimento de implantes dentários: a preparação

A primeira e mais importante etapa da cirurgia de implante dentário é o planejamento prévio. Nessa fase, nós tentamos descobrir quais os objetivos e desejos do paciente e quais as reais possibilidades de trabalho que existem.

A colocação do implante é sempre feita após um estudo no computador do tipo de osso do nosso paciente, através da tomografia computadorizada. A partir dela, é selecionado o modelo e tamanho do implante dentário. Atualmente, existem diferentes tamanhos que podem ser utilizados em diferentes situações.

A partir do momento em que é determinado o tamanho do implante para aquele paciente, são utilizadas brocas de mesmo tamanho para preparar a região que vai receber o implante dentário. Aí é que entra a habilidade do cirurgião para colocar o implante no lugar e angulação ideal, pois ele deverá ficar ali por muito tempo – quem sabe, até para o resto da vida.

A cirurgia para colocar implantes dentários não é um processo complicado. Com as atuais técnicas e sem imprevistos, a instalação de um implante leva, normalmente, de 20 a 30 minutos. O procedimento pode ser realizado no próprio consultório do dentista com anestesia local e o paciente não sente dor em nenhum momento.

cirurgia de implante dentário

3 etapas da cirurgia de implante dentário

De modo geral, são três as fases englobadas no processo de colocação dos implantes dentários. A seguir, explicamos em detalhes cada uma delas:

Fase Cirúrgica

Geralmente, é considerada uma cirurgia de pequeno porte. Utiliza-se uma anestesia local para que o paciente não sinta qualquer tipo de dor ou incômodo durante o processo. O procedimento consiste em uma pequena incisão na gengiva, com a finalidade de expor o leito ósseo.

O dentista precisa ter bom acesso à região para instalar o implante dentário corretamente. Em seguida, são utilizadas pequenas brocas para fazer a perfuração do osso. O processo é realizado de forma a expandir progressivamente a cavidade para que possa receber o implante do tamanho selecionado pelo dentista.

O implante é inserido na cavidade e recebe uma tampa de proteção. Por fim, é realizada uma sutura da região.

Fase de reabertura e moldagem

Esta fase é ainda mais simples que a primeira e ocorre de três semanas a seis meses após a primeira fase, dependendo do tempo de osseointegração do implante e da marca do implante utilizado.  Essa fase tem como objetivo reabrir caminho para que os implantes possam, em breve, receber as próteses dentárias.

A cicatrização nessa fase é bastante previsível e tranquila. A cicatrização gengival é algo muito importante para que haja sucesso estético na colocação das próteses dentárias.

Colocação das próteses

Assim que a gengiva se recupera plenamente, as próteses são enfim confeccionadas e colocadas nos implantes dentários dos pacientes. Dificilmente, um implante é perdido após sua colocação. As próteses geralmente levam de duas a três sessões para serem concluídas.

A estética e funcionalidade das próteses sempre devem ser os objetivos principais neste momento para o sucesso total de qualquer reabilitação oral.

Implantes dentários, a evolução da odontologia

Implantes dentários, a evolução da odontologia

Os implantes  dentários representam uma verdadeira revolução na odontologia. Eles podem suportar a colocação de dentes artificiais da mesma forma que as raízes naturais, além de representarem uma ótima alternativa para as dentaduras, que se deslocam e causam muito desconforto.

Os implantes dentários devolvem a capacidade de mastigação dos alimentos e aumentam a confiança do paciente para falar e sorrir, recuperando sua autoestima. Mas, para garantir seu sucesso, a cirurgia deve ser feita por um dentista especializado em Implantodontia, que possua experiência e conhecimento na área para determinar o melhor tratamento para cada paciente.

Para ter um ótimo pós-operatório, as pessoas que passarem por esse procedimento devem seguir as orientações do profissional rigorosamente.

Implantes dentários. Conheça 10 vantagens de fazer esse tratamento

Engana-se quem acredita que o maior benefício de se fazer implantes dentários é a estética. Ela pode até ser o que mais leva as pessoas a fazerem o tratamento, mas os benefícios são ainda maiores do que as pessoas realmente conhecem.

Os implantes dentários são, hoje, a opção mais moderna, segura, longeva e confortável para a substituição de um ou mais dentes perdidos. Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes.

10 benefícios para se fazer implantes dentários

1 – Impante dentário melhora a mastigação
Melhora a oclusão, o que devolve ao paciente as condições ideais da articulação da mandíbula e de alimentação.

2 – Eficiência
A eficiência da mastigação dos dentes implantados é muito semelhante aos dentes naturais, muitas vezes pode ser até melhor repor todos os dentes que foram perdidos.

3 – Segurança
Com a evolução da odontologia e da tecnologia, o tratamento de implantes hoje tem altos índices de sucesso, que chegam a 98%.

4 – Indolor 
As técnicas avançadas para a realização de implantes dentários nos dias de hoje praticamente eliminaram as possibilidades de dor no procedimento. Como a recuperação também é muito rápida, também é provável que a correta administração de medicamentos analgésicos ajudem os pacientes a saírem da fase de recuperação de maneira muito tranquila!

Sedação consciente e cirurgia ambulatorial
Para evitar desconforto, medo ou ansiedade, a Vasconcelos Odontologia dispõe de sedação, monitorada e acompanhada por um médico anestesista. A cirurgia ambulatorial em implantodontia tornou-se uma prática comum em função do desenvolvimento de equipamentos sofisticados e adequadas técnicas cirúrgicas, além do surgimento de medicamentos de rápida eliminação e com efeitos colaterais mínimos.

5 – Implantes dentários oferece maior estabilidade na arcada
Uma arcada dentária sem estabilidade pode ocasionar defeitos estéticos, funcionais e de órdem fisiológica em muitos dentes. Um único dente torto pode causar o entortamento de vários outros. Essa estabilidade também pode ser devolvida por um tratamento de implante dentário.

Implantes Dentários melhoram a qualidade de vida. Clínica especializada em Implantes Dentários em São Paulo e Santos. Agende sua consulta

 

6 – Fonética
Muitas pessoas apresentam problemas de fonética simplesmente por causa da posição incorreta dos dentes. Corrigir isso, muitas vezes ajudará a melhorar a fonética do paciente.

7 – Sociabilidade
Quem nunca se deparou com uma situação ou história em que alguém que utiliza próteses removíveis (famosas dentaduras), em um determinado momento ficou constrangido pelo deslocamento da mesma? Quem faz implantes dentários perde o medo de falar em público pois não existem chances de deslocamentos de implantes dentários.

8 – Preço
Os avanços nos tratamentos de implantes dentários são inquestionáveis e o melhor disso é que o preço do tratamento só vem diminuindo cada vez mais.

9 – Estética
Os tratamentos de implantes dentários promovem resultádos estéticos incríveis. O antes e depois de um paciente não deixa dúvidas disso. Sorrisos que não têm beleza simplesmente se transformam!

LEIA TAMBÉM: QUANDO IMPLANTES DENTÁRIOS SÃO NECESSÁRIOS

10 – Autoestima
Finalmente o motivo que leva muitas pessoas a buscarem um tratamento de implante dentário: Perder um dente tira a autoestima de qualquer pessoa. Os implantes dentários devolvem aos pacientes a alegria com a aparência do sorriso.

Implante dentário pode causar dor?

implante dentário dói?

O que muitos pacientes perguntam é: fazer implante dentário pode causar dor? O que dizer então quando um tratamento envolve uma cirurgia? Porém, ao contrário do que muitos pensam, alguns procedimentos cirúrgicos são extremamente simples e a dor é praticamente inexistente. É o caso do implante dentário, um tipo de procedimento que costuma assustar muitos pacientes, que pensam: implante dói, não vale a pena passar por isso, mas que na prática, acaba sendo bem menos dolorido do que se imagina e costuma apresentar excelentes resultados. Mas afinal implante dentário pode causar dor? Se você precisa realizar um implante dental, continue lendo nosso post para saber mais!

AFINAL, IMPLANTE DENTÁRIO PODE CAUSAR DOR?

Antes de mais nada a dor é uma sensação subjetiva, não é possível mensurar o nível de dor. O que para um dói muito para você, pode não doer tanto para outro.

Dito isso, devemos ter em mente que a instalação de um implante é um procedimento cirúrgico. Por consequência criamos um “trauma” na região para podermos posteriormente melhorar algo que antes não estava bom. Que no nosso caso é devolver a correta mastigação para o paciente.

LEIA TAMBÉM Você está pensando em fazer um implante dentário? Conheça os benefícios.

Portanto durante o pós operatório, pode ocorrer alguma sensação de desconforto. E a dor pode, obviamente, variar dependendo do tipo e tamanho da cirurgia. Entretanto, isso vai ser controlado com medicação e um correto roteiro pós operatório explicado previamente a cirurgia.

Clinica odontológica especializada em implante dentário. São Paulo

Outro ponto que devemos abordar é a dor durante o procedimento de instalação do implante dentário. Independente do tipo de cirurgia, iremos usar anestesia local para evitar o desconforto. Porém, ainda assim, poderemos sentir alguma “pressão” durante o ato cirúrgico. Isso tudo deve ser bem explicado pelo dentista para o paciente, evitando confusão entre a dor de fato ou alguma sensibilidade cirúrgica.

Sedação consciente e cirurgia ambulatorial
Para evitar desconforto, medo ou ansiedade,  a Vasconcelos Odontologia dispõe de sedação, monitorada e acompanhada por um médico anestesista. A cirurgia ambulatorial em implantodontia tornou-se uma prática comum em função do desenvolvimento de equipamentos sofisticados e adequadas técnicas cirúrgicas, além do surgimento de medicamentos de rápida eliminação e com efeitos colaterais mínimos. Agende sua consulta com um dos nossos dentistas especialistas em implantes dentários

Implantes dentário dói?

Porque realizar um implante dentário?

Assim como a maioria dos procedimentos odontológicos, quanto mais o paciente adia o tratamento, mais problemático ele tende a ficar. Com o implante dentário, isso não é diferente. Toda vez que um paciente tem uma perda dentária, o tratamento mais recomendado é o implante. Quando o paciente deixa de substituir o dente perdido, os demais dentes costumam se movimentar, prejudicando a mastigação, a fala e até a abertura e o fechamento da boca.

Outro problema decorrente da não substituição do dente perdido é a reabsorção óssea, que pode dificultar a realização do implante. Por isso, se você perdeu um dente, não deixe de buscar auxílio de um dentista o quanto antes.

implante dentário pode causar dor

Quanto dói a realização de um implante dentário

Para a realização do implante, o paciente passa por uma pequena cirurgia onde é instalado um cilindro de titânio no tecido ósseo, para sustentar, posteriormente, a prótese. A colocação dessa estrutura metálica é feita por uma pequena cirurgia, dentro do consultório mesmo e com o uso da anestesia local.

Para os pacientes mais sensíveis, é possível administrar uma pomada analgésica antes mesmo da aplicação da anestesia, tornando a dor da picada significativamente menor. Mesmo o pós-operatório do implante costuma ser simples e com menos inchaço do que em outros procedimentos.

Quando comparado com a extração de um dente, por exemplo, a realização do implante dentário é muito mais simples e bem menos dolorida.

Boa parte dessa cirurgia de instalação do implante envolve a manipulação do tecido ósseo, que se caracteriza por um número muito pequeno de enervações. Daí a razão do procedimento ser quase indolor.

OUTUBRO ROSA -Pacientes podem realizar implante dentário após tratamento de câncer?

Levar a vida de maneira similar àquela que se tinha antes do diagnóstico de câncer é a forma ideal de enfrentar a doença, desde que observados eventuais cuidados prescritos pelo médico assistente. No caso de intervenção odontológica, em especial do implante dentário, há boas chances do procedimento ser realizado mesmo após o tratamento oncológico.

Quando o paciente inicia o tratamento quimioterápico deve ser encaminhado ao dentista para realizar uma avaliação, independente de sintomas. O objetivo é remover eventuais focos de infecção que podem oferecer riscos diante da queda imunológica, natural no tratamento do câncer. Aqueles que já se encontravam em processo de implantação dentária e pessoas que necessitam iniciá-lo terão seus casos analisados criteriosamente para verificar se estão aptos ao procedimento cirúrgico. Se houver necessidade de realizar implantes, é preciso esperar a conclusão do tratamento oncológico.

O Que Observar – A quimioterapia administrada antes e depois da instalação dos implantes afeta significativamente o sucesso dos mesmos. No caso da radioterapia realizada em um período de 2 a 6 meses próximos à instalação dos implantes ou, passado alguns anos, as chances de insucesso são altas. O paciente pode ficar limitado a não utilizar implante pelo resto da vida, contudo, dependendo do resultado da avaliação do especialista, poderá ter chances de realizar o implante. Pode ocorrer no paciente, além da perda de implante, a chamada necrose óssea – lesão irreversível proveniente da radiação, que chega a atingir 15% dos pacientes.

A Clínica Vasconcelos é  pioneira na técnica de implantes no Brasil, com uma história de mais de 20.000 implantes realizados.
Em mais de duas décadas de experiência nos tornamos referência no segmento de implantes odontológicos, símbolo de qualidade, segurança e eficiência. Além disso, realizamos tratamentos completos de reabilitação oral e estética graças a uma equipe qualificada e multidisciplinar que trabalha de forma totalmente integrada. AGENDE SUA CONSULTA

Vasconcelos Odontologia

Aqueles que receberam quimioterápicos oriundos dos bifosfonatos têm um grande risco de desenvolver necrose nos ossos da maxila e da mandíbula. Os bifosfonatos ficam por muitos anos no organismo e não são utilizados somente em quimioterapia, podem ser usados também em pessoas com osteoporose ou osteopenia. De acordo com estudos científicos, a necrose nos ossos decorrente dos bifosfonatos chega a 12% e esses podem ficar limitados a colocação de implantes e a outras intervenções cirúrgicas odontológicas.

Para ter sucesso na instalação dos implantes em pacientes após tratamento contra o câncer é preciso muito cuidado e dedicação. É necessário passar por um dentista com experiência na área, para que possa planejar e executar tais procedimentos, diminuindo assim as chances de complicações.

Você está pensando em fazer um implante dentário? Conheça os benefícios.

A decisão de fazer um implante dentário é um momento muito estudado e esperado pelo paciente.

Poder mastigar novamente com a presença de todos os dentes na boca ou sem o uso de dentaduras é o sonho de muitas pessoas. O implante dental pode ser indicado para repor a perda de todos os dentes, de alguns ou de apenas um dente.

A perda de dentes pode levar a problemas estéticos, de mordida (função) e ósseos (perda óssea), portanto é fundamental uma rápida reposição do dente perdido. Com os implantes dentários, são feitas desde reabilitações unitárias até grandes reabilitações totais fixas ou removíveis.

Com a colocação de implantes dentários não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar como é feito em pontes fixas convencionais.

LEIA TAMBÉM: Implante dentário melhora a mastigação e a autoestima

Mas o que é implante dentário?

O implante dentário é um cilindro (pino) de titânio colocado dentro do osso maxilar ou mandibular, abaixo da gengiva e que tem a função de exercer o mesmo papel da raiz do dente. Uma vez colocados os implantes dentários, o dentista pode dar sequencia a colocação de dentes substitutos sobre eles.

E como funcionam os implantes dentários?

Por serem integrados ao osso (processo de ósseo integração), os implantes dentários oferecem um suporte estável para os dentes artificiais (próteses).

Próteses parciais e totais montadas sobre implantes dentários não escorregarão nem mudarão de posição na boca, gerando um grande benefício durante a alimentação e fala, funções fundamentais para nosso dia a dia. Essa modalidade de prótese dentária é chamada de prótese sobre implantes e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais do que pontes ou dentaduras convencionais.

O que é carga imediata ou função imediata?

A carga imediata sobre implantes dentários ou função imediata é possível de ser executada quando a qualidade e quantidade óssea são suficientes para a estabilização e travamento do implante dentário. Isso permite a imediata instalação de um dente provisório funcional sobre o implante. Após o tempo de ósseo integração se completar será confeccionada a prótese dentária definitiva de porcelana.

Quem pode se candidatar a um implante dentário? 
Pacientes com ossos adequados e tecido gengival em bom estado de saúde são os principais candidatos para a cirurgia de implante dentário.
AGENDE SUA CONSULTA SÃO PAULO 
011 3059-9999 ///SANTOS 013 3235-

O que é Protocolo/dentadura fixa?

Também conhecida por Protocolo Bränemark, é uma prótese dentária de todos os dentes fixada sobre um mínimo de 4 implantes dentários. Recuperando estética e função maravilhosamente bem, é uma excelente escolha para os pacientes que desejam se livrar das dentaduras.

Esse tipo de prótese dentária pode ser confeccionada em acrílico ou porcelana e o paciente tem seu poder de mastigação recuperado em 85%, muito superior aos 20% com as dentaduras tradicionais.

Quais as indicações e contra indicações dos implantes dentários?

Os implantes dentários são indicados para substituir um ou mais dentes perdidos através da reabilitação com próteses dentárias parafusadas ou cimentadas sobre os implantes. Não existe contraindicação absoluta para o tratamento com implantes dentários, porém, existem alguns fatores de risco que podem diminuir os índices de sucesso com a referida terapia, tais como: tabagismo, diabetes e doença periodontal (gengival).

 

Quais são os benefícios dos implantes dentários?

 

 

Engana-se quem acredita que o maior benefício de se fazer implantes dentários é a estética. Ela pode até ser o que mais leva as pessoas a fazerem o tratamento, mas os benefícios são ainda maiores do que as pessoas realmente conhecem

Qualidade de vida

As funções essenciais tais como a mastigação é recuperada com os implantes dentários. É possível mastigar e saborear os alimentos que mais deseja sem qualquer constrangimento.Consegue falar com naturalidade sem a dificuldade que causam as dentaduras.

A estética fica favorecida e a pessoa adquire uma aparência rejuvenescida porque a face fica mais preenchida.

boca seca

Versatilidade dos implantes dentários

Os protocolos em implantologia são muito variados e abrangentes. Permitem restituir dentes a desdentados totais ou simplesmente preencher a falta de apenas um ou dois dentes. Podem-se fazer pontes em metal cerâmica, cerâmica pura, zircónia ou próteses hibrida mais econômicas e fixas.

É possível recriar gengiva artificial para preencher defeitos estéticos. Os implantes são versáteis e adaptam-se a diversas situações e aos casos em particular, a pessoa fica surpreendida com tudo aquilo que consegue fazer.

VASCONCELOS ODONTOLOGIA É UMA DAS CLINICAS PIONEIRAS NA TÉCNICA DE IMPLANTES NO BRASIL: UMA HISTÓRIA DE MAIS DE 20.000 IMPLANTES REALIZADOS. AGENDE SUA CONSULTA COM UM DE NOSSOS DENTISTAS ESPECIALISTAS

Sensibilidade

Ao usar implantes dentários consegue-se manter a sensibilidade e o sabor dos alimentos ao contrário das próteses removíveis que por terem palato dificultam sentir o sabor da comida.

Não danificam outros dentes

Com os implantes dentários não é necessário desgastar dentes saudáveis como acontece com as pontes sobre dentes. As coroas sobre dentes são uma excelente alternativa para melhorar a estética ou preencher espaços vazios.

Porém precisam de desgaste nos pilares protéticos. Esse desgaste acaba por danificar o dente e aumentar a sua sensibilidade. Com a implantologia os dentes adjacentes ficam intactos e esta é uma enorme vantagem.

Osso saudável

Quando se inserem na gengiva, os implantes dentários ajudam a preservar o osso alveolar. Quando se perdem dentes a estrutura óssea dos maxilares tende a atrofiar. Com os implantes dentários inseridos no osso este mantem as suas características evitando assim a reabsorção óssea e os problemas daí derivados.

Melhor funcionamento do organismo

O sistema digestivo da pessoa fica beneficiado porque os alimentos são corretamente triturados. Não ter dentes significa não mastigar os alimentos e isso origina problemas gastrointestinais assim como problemas digestivos. Com os dentes sobre implantes dentários o organismo funciona melhor e com mais saúde.

Saiba quando um implante dentário é necessário?

boca seca

De modo geral, o paciente que perdeu os dentes é um candidato ao implante dentário. É necessário estar com boa saúde, pois existem algumas condições físicas e doenças que podem afetar os implantes dentários, como diabetes não controlada, câncer, tabagismo, alcoolismo ou doenças periodontais (da gengiva).

Onde e como os implantes dentários serão colocados dependerão de uma avaliação detalhada do sistema global da boca e mandíbulas do paciente. Isso exigirá a compilação de registos que incluem modelos de estudo da boca e da mordedura do paciente e radiografias especializados (raios-X) que podem incluir varreduras 3D conhecidas como tomografias computadorizadas (TC).

Planejar o implante dentário com a ajuda de tomografias computadorizadas assegura que os implantes dentários sejam colocados exatamente na posição adequada no osso.

 

Quais são as opções para substituir os dentes por implante?

Substituição de um único dente

Imediatamente após a retirada do dente ou após um período de cura, um pilar será ligado ao implante. O pilar é um dispositivo que une o implante à coroa. A coroa é feita sob encomenda em um laboratório de prótese dentária e deve corresponder aos dentes existentes. A coroa é cimentada ou parafusada sobre o pilar para mantê-lo permanentemente no local. Uma vez que a coroa esteja no lugar, ela deve ser indistinguível de seus dentes naturais.

 Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes. Consulte um dos nossos dentistas especialistas em implante dentário. Agende sua consulta aqui

implantes dentarios

Substituição de dentes múltiplos 

Tal como acontece com a substituição de um único dente, tampas de cicatrização ou pilares temporários podem ser colocados em vários implantes até que a fase de cura esteja completa. Após a cura, os pilares permanentes são ligados aos implantes. Eles podem anexar coroas feitas sob medida ou pontes que um laboratório dental vai fabricar para coincidir com os dentes existentes. Na etapa final, a ponte personalizada, que vai substituir vários dentes, é cimentada ou parafusada sobre os pilares.                                   Os dentes serão substituídos sem danificar ou abalar os dentes saudáveis ​​ao lado deles.

Implante dentário melhora a mastigação e a autoestima

A ausência de dentes representa um verdadeiro sofrimento na vida de muitas pessoas. Essa condição compromete a saúde física, emocional e até o convívio social de algumas pessoas. Mesmo que a pessoa seja usuário de prótese móvel (dentadura), ainda pode haver dificuldade de se alimentar se esta prótese não estiver bem ajustada.

Em ambos os casos, os implantes dentários são perfeitamente capazes de devolver a função mastigatória, a autoestima e a estética do sorriso.

 

A saúde começa pela boca

A correta mastigação é uma etapa importante da boa alimentação. O ato de mastigar é uma preparação dos alimentos para a digestão e a ausência dos dentes atrapalha e muito esse processo. Além disso, ausência dos dentes dificulta a escolha e a variedade de diversos alimentos. O paciente opta, por exemplo, por alimentos mais fáceis de consumir (muitos deles ricos em gordura saturada e açúcar) e de deixa de ingerir nutrientes importantes para a saúde. A consequência disso é um déficit de vitaminas, minerais e fibras em sua dieta que pode desencadear outras doenças.

LEIA TAMBÉM Qual o melhor momento para se realizar a cirurgia de implante dentário?

O implante dentário completo com próteses fixas supre essa ausência porque substitui as raízes e as coroas dentárias perdidas com formas e resistência muito semelhantes aos dentes naturais. O paciente volta a ter segurança para mastigar bem os alimentos e tem um aumento no leque opções para o seu cardápio.

Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes. AGENDE SUA CONSULTA COM UM DE NOSSOS ESPECIALISTAS EM IMPLANTE DENTÁRIO

implantes dentarios

 

Sorrir é a melhor maneira de mostrar que estamos bem. 

Além de problemas funcionais, a falta dos dentes causa constrangimento e limita o convívio social. Uma pessoa com esse tipo de problema tem dificuldade de executar os mais simples gestos, como falar e sorrir, podendo muitas vezes ficar reclusa e deprimida. Essa condição em muitos casos até atrapalha na vida profissional, já que ela pode ser um ponto negativo em uma entrevista de emprego.

O implante dentário completo também é indicado para solucionar essa condição, porque é visualmente muito parecido com os dentes naturais. O aspecto das coroas sobre implantes dentários é muito semelhante a um dente natural, tanto em tonalidade como em textura. Com um sorriso completo e harmônico, o paciente volta a ter segurança para sorrir, falar, namorar

Qual o melhor momento para se realizar a cirurgia de implante dentário?

Uma dúvida frequente nos pacientes que necessitam substituir a perda de um dente pelo implante dentário, é qual o melhor momento para se realizar a cirurgia de instalação do implante dentário? Para responder essa pergunta vamos deixar bem claro alguns aspectos sobre osso e implante para que todos entendam.

LEIA TAMBÉM: Implantes Dentários sob Sedação. Uma ótima opção para quem tem medo de dentista


O implante ósseo integrado só pode ser instalado quando se tem quantidade e qualidade óssea no local onde será instalado. Se não tem osso, não tem implante e se esse osso estiver com um qualidade indesejável a integração deste implante também será prejudicada.

Sabemos também que o dente da função para o osso e que o mantém com volume e qualidade pois o dente da função para o osso, e quando perdemos o dente o osso começa a ser reabsorvido por falta de função, ou seja, pela lei do uso e desuso, tudo que a gente não usa vai atrofiando e isso se aplica ao osso dos maxilares também.

Então, quanto mais tempo se passa sem o dente no osso mais reabsorvido será esse osso, mas quando instalamos um implante ósseo integrado nos devolvemos de uma certa forma função para o osso, diminuindo a velocidade da reabsorção óssea.

Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes. AGENDE SUA CONSULTA COM UM DE NOSSOS ESPECIALISTAS EM IMPLANTE DENTÁRIO


Quando temos dentes com mobilidade, estes dentes certamente já estão com o suporte comprometido e certamente com reabsorção óssea. Para esses casos o dentista precisa avaliar com recursos radiográficos a quantidade de osso que ainda sobra para a instalação implantodôntica, se no caso, demoramos muito, a reabsorção pode acabar com a quantidade de osso e impossibilitar a colocação do implante.

Por isso, é preciso sempre fazer um acompanhamento com o dentista para esse monitoramento da perda óssea. Nós mantemos o dente até que não tenha nenhum comprometimento de quantidade óssea, então mesmo que o dente esteja em boas condições mas continua perdendo osso, o ideal é a substituição pelo implante antes de perder o osso.

O dentista sempre precisa avaliar as condições gerais do paciente, tanto o histórico medico a quantidade e qualidade óssea para planejar o implante, mas o momento mais correto de se instalar um implante é o mais rápido possível após a perda do elemento dental, se possível fazer o implante imediato, onde instalamos o implante no mesmo ato da extração do dente perdido.

IMPLANTE DENTÁRIO – MITOS E VERDADES QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

Se você já sofreu com a perda de dentes, é provável que o seu dentista tenha sugerido a realização de um implante dentário. O tratamento oferece benefícios não só para a estética do paciente, mas também para o bom desenvolvimento da mastigação e da fonética, deixando o paciente mais confortável na hora de sorrir, comer e falar.

Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes.

LEIA TAMBÉM Implantes Dentários sob Sedação. Uma ótima opção para quem tem medo de dentista

Porém, circulam por aí muitos mitos e verdades sobre implantes dentários. É isso que vamos distinguir neste artigo, para que você possa realizar o tratamento com mais confiança e tranquilidade. Quer saber mais? Continue lendo e confira!

1. O IMPLANTE DENTÁRIO PODE SER FEITO EM QUALQUER PESSOA

Verdade. Mas antes disso, será necessária a realização de alguns exames de imagem, para verificar a estrutura óssea da boca do paciente, a fim de fazer a implantação correta.

Outra dúvida importante é em relação aos pacientes que possuem doenças cardíacas e diabetes. Eles também podem realizar o tratamento, desde que haja um controle da doença.

É relevante você saber também que o implante dentário é indicado para pessoas que já possuem o completo crescimento dos ossos, o que acontece entre a idade de 17 e 18 anos para mulheres e 18 e 19 anos para os homens.

2. O ORGANISMO PODE REJEITAR O IMPLANTE

Mito. Os implantes são feitos de titânio, o qual integra-se ao osso com facilidade, pois esse material é compatível com o tecido ósseo.

Os raros insucessos de um implante ocorrem devido a algum problema no pós-operatório ou em relação à qualidade óssea do paciente.

Esporadicamente acontecem problemas relacionados a infecções, mas isso pode ser evitado com a contratação de um profissional qualificado para a realização do implante dentário.

3. PACIENTES SEM OSSO PODEM RECEBER O IMPLANTE

Verdade. Eles podem realizar o implante dentário, mas antes é necessário que seja realizado um enxerto ósseo, o qual vai desenvolver a espessura do osso, a fim de possibilitar a implantação.


Vasconcelos Odontologia

CLÍNICA ESPECIALIZADA EM IMPLANTE DENTÁRIO EM SÃO PAULO E SANTOS .AGENDE SUA AVALIAÇÃO SE PREFERIR, AGENDE POR TELEFONE: 011 3059-9999 OU 013 3235-1642


Pode levar um tempo para que o enxerto se incorpore ao osso, mas é preciso respeitar esse período para que não haja complicações no tratamento.

4. O TRATAMENTO PODE SER FEITO COM A GENGIVA INFLAMADA

Mito. O tratamento não pode ser feito se a saúde bucal não estiver em dia. As inflamações na gengiva ocorrem principalmente devido à má higienização e às bactérias existentes na cavidade oral.

Se o procedimento for realizado sem a eliminação da inflamação, a doença pode se instalar no implante, fazendo com que o tratamento não alcance os resultados esperados.

5. QUANTO ANTES FIZER O IMPLANTE, MELHOR

Verdade. A espera para realizar o implante não pode acontecer, pois além de tornar o procedimento mais complexo, ele se torna mais oneroso também.

Isso porque quando o implante não é realizado logo no início da queda do dente, o osso perde a sua altura e espessura, sendo necessária a realização de um enxerto ósseo para que a instalação do implante não seja prejudicada.

6. O IMPLANTE DENTÁRIO É DOLOROSO

Mito. O implante dentário não é doloroso. No momento do procedimento o profissional aplicará anestesia no paciente, fazendo com que o mesmo passe por todo o tratamento sem nenhuma dor.

O que pode acontecer é que você sinta algum incômodo após o procedimento, mas não se preocupe, pois isso é normal e pode ser tratado com a utilização de anti-inflamatórios e analgésicos.

Quando você for realizar um procedimento como esse, muitas pessoas darão a sua opinião sem sequer ter passado pelo tratamento. Por isso, cuidado com as informações que você recebe de amigos ou familiares, fique atento ao que ensinamos aqui e realize o seu implante com tranquilidade.