Dentes desalinhados, suas consequências e tratamento

Dentes desalinhados dificultam a higienização bucal, causam um aspecto estético desagradável e podem ocasionar uma série de consequências negativas para o corpo, tais como, dificuldades na função mastigatória, que acabam afetando a digestão, devido ao tamanho dos alimentos que passam pelo estômago. Podem resultar ainda, no aparecimento de bruxismo, os atritos indesejáveis aumentam o risco de fratura e abrasão da coroa do dente em pacientes que necessitam de tratamento ortodôntico.

A posição dos dentes também pode desempenhar um papel no aparecimento de apneia do sono, aumentando a probabilidade de fechar a obstrução das vias aéreas.

Dentes desalinhados e suas consequências

Como solucionar o problema dos dentes desalinhados?

A ortodontia é a especialidade responsável pela correção da posição e alinhamento dos dentes. O paciente deverá visitar um profissional ortodontista e ele fará a avaliação do quadro clínico e indicará o tratamento mais adequado para o caso.

Dentes desalinhados e suas consequências

 

Quais as principais opções de tratamento?

Após a avaliação da arcada dentária do paciente realizada pelo profissional especializado em ortodontia, ele apresentará todas as possíveis formas de tratamento para corrigir o problema, indicará a mais adequada para o caso e levará em consideração as expectativas do paciente quanto ao resultado e a duração do tratamento.

Existem vários tipos de tratamentos, porém em muitos casos a opção mais viável é a colocação de um aparelho ortodôntico. Alguns dos principais modelos são: os móveis, os fixos (metálicos), os estéticos feitos de resina composta, cerâmica, safira, e ainda os alinhadores invisíveis que tornam o tratamento mais discreto, entre outros.

Dentes desalinhados e suas consequências

Como funcionam os alinhadores chamados de invisíveis? E porque eles vêm sendo a opção mais procurada por adultos?

Os alinhadores são praticamente invisíveis e vão reposicionando gradativamente os dentes. Eles são removíveis e podem ser retirados para comer, escovar os dentes, para passar o fio dental e ainda, em ocasiões especiais. Costumam ser mais confortáveis e agradáveis, pois não possuem fios ou metais que irritam a boca.

A opção conquista cada vez mais adultos, por conta do conforto, praticidade e pela discrição. A maioria das pessoas nem nota que o paciente está em tratamento, pelo fato dos alinhadores serem quase imperceptíveis, o que não prejudica e nem influencia a rotina ou estilo de vida do paciente. A troca dos alinhadores é realizada a cada duas semanas.

Qual a duração do tratamento?

A duração do tratamento varia de paciente para paciente dependendo de seu quadro clínico. Porém, a previsão mais aproximada para o tratamento de alinhamento dos dentes é de 12 a 36 meses dependendo da complexidade do caso.

Os aparelhos contribuem para o alinhamento dos dentes, pois aplicam uma pressão contínua sobre eles por períodos de tempo pré-determinado. Então, os dentes se movem lentamente, o osso modifica o seu formato reabsorvendo a raiz do dente na sua nova posição.

O alinhamento dos dentes ajuda a dar um aspecto estético mais bonito que é a cada dia mais almejado pelas pessoas, além de melhorar a função mastigatória, a prevenção de cáries, problemas periodontais e proporcionar um sorriso mais bonito e harmônico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *