Diabéticos precisam de atenção com alguns pratos da ceia de Natal

diabetes natal.jpg

Festas de confraternização, ceia de Natal, jantar de Ano-Novo. Quem tem diabetes sabe que o fim de ano requer atenção e controle ainda maiores. O principal problema está no consumo de doces associado às refeições mais calóricas, já que os grandes vilões da doença são o açúcar, massas, frituras e gorduras.

O diabetes é causado pela falta ou má produção de insulina, hormônio responsável por queimar o açúcar no organismo e transformá-lo em energia. Quando essa queima não acontece, o nível de glicose no sangue aumenta, causando hiperglicemia. O Ministério da Saúde aponta que 5,6% da população adulta brasileira possui a doença, que está dentre as mais fatais do mundo.

Quem sofre do distúrbio não deve deixar de ir às festas, apenas tem de prestar atenção no que come. Segundo ele, são muitas as opções para o diabético nas ceias de Natal. Todas as verduras e legumes, carnes, peixes, aves, feijão, soja, lentilha, as frutas que não forem muito doces, principalmente as secas, castanhas, amêndoas e nozes podem ser consumidas com cuidado.

BRANEMARK CENTER. CLÍNICA ODONTOLÓGICA DE ALTO PADRÃO LOCALIZADA EM SÃO PAULO E SANTOS.
www.branemark.com.br

Deve-se tomar ainda mais cuidado com o arroz e a farofa, pratos típicos das mesas natalinas. Eles podem ser ingeridos, mas com moderação. E é recomendado dar preferência ao arroz integral no lugar do branco.

Já os alimentos como farinhas, massas, doces e açúcar em geral estão terminantemente proibidos. Existem no mercado, chocolates e panetones  diets que podem ser consumidos na época das festas, mas eles devem estar certificados pela ANAD (Associação Nacional de Atenção ao Diabetes). Você pode conferir as marcas certificadas neste link.

Para quem estiver preparando a própria ceia, a dica é apostar no peito de peru, peito de chester ou peixes assados para a carne, arroz integral para o acompanhamento e uma salada feita com todos os vegetais e enfeitada com aspargos.

Fonte: Bolsa de Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *